24/02/2005

Ponto Final

Vá lá, parem de telefonar. Já disse e repito que não estou disponivel para nenhuma candidatura a coisa nenhuma. Não quero, não posso e ponto final!

Lá por fora...

Leio no Público que a Marinha Britânica utiliza a imprensa "gay" para recrutar homossexuais. Ao que parece a ideia é acabar com os preconceitos e assegurar igualdade de direitos.
Diz a noticia que (...) A Marinha britânica, que até 2000 proibiu a entrada ao serviço de militares que afirmassem a sua homossexualidade, vai lançar uma campanha publicitária destinada a recrutar elementos entre a comunidade "gay". (...)
Acabar com os preconceitos e assegurar que os marinheiros homossexuais têm os mesmo direitos - à habitação, pensões e outros benefícios - que os restantes elementos das Forças Armadas são alguns dos objectivos. (...) De acordo com o jornal, estima-se que existam cerca de dois mil homossexuais ao serviço. (...) Em relação aos outros dois ramos das Forças Armadas, um porta-voz do ministério da Defesa, citado pela Reuters, explicou que tanto o Exército como a Força Aérea definem a melhor maneira de assegurar a igualdade de oportunidades para os homossexuais.
http://jornal.publico.pt/noticias.asp?a=2005&m=02&d=23&id=8440&sid=879
Numa primeira análise a maior vantagem será o facto de mesmo andando embarcados a tripulação manter sempre o mesmo efectivo e ninguém se preocupar com as licenças de parto... Enfim, mudam-se os tempos!...

Os alentejanos queixaram-se...

De Évora chega-me uma reclamação! Cidade Museu será aquela cidade e não o nosso espaço citadino. Sem querer discutir do valor patrimonial daquela urbe alentejana também não me restam muitas dúvidas do historial da nossa cidade e tal como como canta a canção, Viseu linda Cidade Museu... mas aceita-se a opinião. Firmino, sossega os alentejanos: já mudei o titulo do fundo do blog! Passa a ser: Viseu, Cidade do meu Coração!

BTT em Viseu

O BTT tem vindo a ganhar adeptos na urbe viseense e até o jovem Vereador do Desporto já aderiu à moda, embora ao que sei, só em alturas de bom tempo e com a certeza da cobertura jornalistica. Mas, não deixa de ser um principio. E, nos tempos que correm é preciso mesmo dar ao pedal!...
Pela parte que me toca o Marcelo tem-me feito a campanha necessária para me convencer que é um desporto completo e que na nova Ecopista não vai ser possivel andar de moto, para mal dos meus pecados... Numa tentativa desesperada de auto motivação dei uma volta pela Net na busca duma máquina. E, já encontrei o que provávelmente me levaria a uma actividade tão cansativa como esta e onde seria um prazer pedalar por montes e vales! O modelo das duas rodas, abaixo na foto, também não me parece ser coisa de grande penetração no mercado português mas, não deixa de ser uma hipótese de escolha. O único senão é sem dúvida o preço! Gastar tanto dinheiro numa marca assim não está nos meus planos... Vou continuar a andar de moto! Talvez o Marcelo se decida a comprar uma Kona destas e me deixe dar uma volta!!!

Excelente Kona esta...

23/02/2005

Há dias assim... e marcas também

Preciso de trocar a nossa máquina de café e falaram-me deste novo modelo, mas parece-me ser uma marca com pouca penetração no nosso País! Estou mesmo indeciso. Pior que isto só há dias para saber onde votar... Agradeço a vossa esclarecida opinião sobre esta marca? Já lidaram com alguma? Gostaram?

Há marcas melhores que outras... e dias também

Organizem-se!...

Desde o 25 de Abril já lá vão 31 anos. Neste tempo os nossos vizinhos tiveram 4 governos apenas e no mesmo periodo a nossa República vai para o 17.º Governo Constitucional. É obra, não acham? Razão tinha Napoleão: do lado de lá (dos Pirinèus) existe um povo que não se governa nem se deixa governar... Pelo que acima constato, referia-se sem margem para dúvida aos "nuestros hermanos", certo?

O Entrudo ainda não acabou?

Profissionalmente muito ocupado tem-me faltado o tempo para uma maior actualização dos "posts". Nem espaço tive hoje para ouvir a NoAr em mais uma Rádio Reportagem de sangue, súor e lágrimas ao bom estilo jornalistico do cão que mordeu o dono... desta feita parece que o tema era a comunidade gay cá do burgo e onde um tal ??? constata a existência de polícias, padres, advogados, estudantes, etc e segundo me fizeram constar um "político de peso". Sinais dos tempos, jornalismo fácil, miserabilismo ou uma outra qualquer qualificação que me escuso de pensar. Já aqui o disse, copiamos para Viseu os sinais do que pior se passa à nossa volta! Porque será? E, a julgar por outras noticias e declarações que por cá tenho lido e ouvido quer-me parecer que à gente na região que ainda não se apercebeu que o Entrudo já passou... Valeu-me neste dia conhecer a rota da CPLP que a Madre Lingua publica através da alma e letra de Fernando Paulo. Ora leiam... http://madrelingua.blogspot.com/2005/02/rota-da-cplp.html

21/02/2005

Cavaquistão

E o resultado foi este! O mapa do cavaquistão virou rosa... Do 5 PSD, 3 PS e 1 CDS de 2002 temos agora 4-4-1. E qual será o cenário na GAMVIS? Quando tiver tempo colocarei online esse mapa.

4-4-1

20/02/2005

Dever cumprido...

Bem cedo cumpri com o meu dever. Resta-me agora a esperança de que tenha valido a pena e que Portugal encontre o caminho do progresso e do bem-estar social. Começa a ser urgente que o nosso rectângulo se governe...

Zamora e Viriato

Quem já teve oportunidade de visitar Zamora verifica que a histórica figura de Viriato não está esquecida. Viriato surge no artesanato, na toponimia, na imagem da cidade, etc. E por cá? Afinal o Viriato é espanhol?

Estátua de Viriato em Zamora

Terras do Demo e o Juiz de Barrelas

"A serra é agreste, primitiva, mas tem carácter, sem dúvida. Comprazes-te em pintar-lhe as virtudes e encantos sem sombras, e não serei eu que te acoime de parcial. As tintas escuras são para o novelista e tens razão. Decerto que eu, ao chamar-lhe Terras do Demo, não quis designá-las por terras do pecado, porque o pecado seja ali mais grado ou revista aspecto especial que não tenha algures. Nada disso. A serra é portuguesa no bem e no mal. Chamei-lhe assim porque a vida ali é dura, pobrinha, castigada pelo meio natural, sobrecarregada pelo fisco mercê de antigos e inconsiderados erros e abusos, porque em poucas terras como esta é sensível o fadário da existência. Só por isto".
(Prefácio de Aquilino Ribeiro ao livro do Pe. Manuel da Gama "Terras do Alto Paiva", 1940)
Passou à história uma imaginosa sentença do juiz de Barrelas, homem justo tornado lenda, que usava sempre meias amarelas. Fora o caso de, certa noite, o magistrado ter assistido, sem poder intervir, à altercação entre dois homens, tendo um deles assassinado o outro. O povo, porém, acusou um terceiro, por sabê-lo desavindo com a vítima, e levou-o a julgamento. O juiz, que estava certo da inocência do réu, mas que não podia testemunhar devido às suas funções, proferiu então a seguinte sentença, digna de Salomão:Vi e não vi; sei e não sei; corra a água ao cimo; deite-se fogo à queimada; dê-se laço em nó que corra... Por tudo isto e em face da plena prova do processo constante, condeno o réu na pena de morte, mas dou-lhe cem anos de espera para se arrepender dos pecados. Cumpra-se. Juiz de Barrelas.
E assim o juiz fez justiça e ao mesmo tempo salvou o inocente. Diz-se também que com esta sentença o Juiz inventou a suspensão da pena.

Terras do Demo... Vale a pena visitar!

As Portas da Cidade

Sabiam que a nossa Cidade que é conhecida, entre outras designações, por Cidade das Sete Torres, teve também em tempos Sete Portas? A muralha antiga apresentava as seguintes portas:
Porta do Soar, Porta do Postigo, Porta dos Cavaleiros, Porta de S. Sebastião, Porta de S. Miguel, Porta de Sª Cristina e Porta do Cimo de Vila.
E, onde fica a Porta do Futuro e do Progresso da Cidade? Alguém sabe?


Porta dos Cavaleiros