02/07/2005

A floresta é de todos

Leio que aqui ao lado o Concelho de Mangualde convidou três dezenas de jovens voluntários que vão vigiar de bicicleta todas as zonas florestais do concelho e proceder à sua limpeza, como forma de evitar os incêndios florestais. Ao mesmo tempo os militares do 14 vão passar a ter diariamente no terreno patrulhas de vigilância nas áreas mais florestadas como forma de prevenção deste flagelo que todos os anos assola a nossa região. É com iniciativas destas, com o envolvimento de todos, civis e militares, bombeiros e cidadãos que certamente se preserva um bem fundamental que é a floresta e se garante o futuro, que se quer melhor, deste nosso País.

30/06/2005

Memórias do passado no presente

Ainda se lembram do edifício do antigo Matadouro Municipal e das "promessas" para aquele espaço? Vejam aqui http://bemaberto.blogspot.com/2005/06/rotunda-59.html

Deixem-me rir

A última Assembleia Municipal, votou favorávelmente com a abstenção do PS a redução em 10% das taxas aplicadas aos prédios urbanos, ficando igualmente a certeza de que «os proprietários que viram o seu património sobreavaliado e, por isso, pagaram mais às Finanças, podem acabar por ser ressarcidos desse facto pelo Ministério da Finanças». Ora bem, eu fui dos que já paguei mesmo pedindo nos termos e de acordo com a Lei a isenção a que tinha direito e assim sendo, 10% menos de 0,8 (sou rural...) dá ???. Oh, pá, vou ficar rico! Só não sei é quando! Ressarcido pelas Finanças? Garanto que os juros já têm destino. Vou comprar um Ferrari, os Porsches estão já muito vistos por aí...

A morte grassa por aí...

A propósito de enterros anunciados e desta visão negativista que se espalha na região, aí está mais uma! A noite de hoje, lá para os lados do Fontelo, pode ficar marcada por uma das decisões mais duras na vida já longa do Académico de Viseu. Para tentar ultrapassar a crise financeira e directiva do clube, está marcada para as 21 horas uma importante Assembleia Geral. O momento apresenta-se complicado e o ponto 2 da AG é a discussão do futuro do Clube. Quem sobreviverá? O sim ou o não?

O enterro continua...

«A descentralização de competências não existiu» com a criação das áreas metropolitanas, o que houve «foi descentralização de ilusões.». A afirmação foi feita pelo secretário de Estado da Administração Local, Eduardo Cabrita ontem em Viseu. O governante respondeu assim à questão sobre o futuro destas unidades territoriais que o actual governo optou por abandonar. «Nós entendemos que em Portugal existem duas áreas metropolitanas, Lisboa e Porto...», disse o governante, acrescentando que «todas as outras entidades são associações de municípios sob formas várias, ...» Sobre a área metropolitana de Viseu, o mesmo governante referiu que se trata uma «cidade média com uma dinâmica regional que constitui motivo de orgulho para aqueles que aqui vivem e portanto a associação dos municípios em torno da cidade de Viseu tem um vasto campo de competências para exercício em comum». Resumindo, e depois do enterro aqui enunciado, Depois da UPV segue a GAMVIS! Que nos reservará o futuro? Cidade média de dinâmica regional? E tinha que ser este rapaz do Barreiro a dizer-nos isto? Que vasto campo de competências para exercício em comum temos? O do Fontelo? E em comum com quêm e com o quê? Ah, com o pão com chouriço?

29/06/2005

O Estado caloteiro

O sublanço da auto-estrada A24 entre Viseu e Castro Daire Sul, com perto de 19 quilómetros, correspondendo a um investimento de 75,1 milhões de euros, é inaugurado hoje, debaixo dos protestos de populares, diz o Primeiro de Janeiro. Os populares das freguesias de Calde e de Lordosa (Viseu), pretendem confrontar o secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas, que vai presidir à cerimónia de inauguração, com questões como a falta de pagamento dos terrenos expropriados e a ausência de nós de acesso à A24. Os habitantes de Lordosa vão entregar a Paulo Campos um documento onde o informam que a auto-estrada que está a inaugurar “ainda não é do Estado”, porque os terrenos onde foi construída não foram pagos aos proprietários.“ E, ainda por cima, os proprietários receberam cartas para pagarem os impostos destes terrenos, o que é uma injustiça, porque já não têm qualquer rendimento sobre eles”, afirmou um dos habitantes que se “sentem enganados por não ter sido construído um nó de acesso na estrada do Gaio”, como estava previsto no projecto inicial. Este nó não servia só as populações”, frisou, considerando que seria também útil ao complexo do Instituto Piaget, cujos professores e dois mil estudantes terão que percorrer 20 quilómetros para aceder à A24 ao invés dos dois, e ao aeródromo Gonçalves Lobato, que costuma ser utilizado nas visitas presidenciais e de ministros à região. “E o parque industrial que o Presidente da Câmara quer construir em Lordosa e que diz que será o maior da Europa? Não merece o nó?”...

Cheguem-lhe com a broa... eles gostam!

O JN dá nota que "os primeiros dos quatro mil quilos de farinha que serão usados na confecção de um gigantesco pão com chouriço, que pretende ser o maior do Mundo, começam a ser amassados hoje à tarde, em Viseu. Até ao próximo domingo, os nossos padeiros cá do sitio vão tentar fazer um pão com chouriço com mais de um quilómetro e cerca de oito toneladas, tamanhos que lhe permitirão entrar para o "Guinness". Quando o pão com chouriço estiver confeccionado, será cortado em fatias e colocado dentro de sacos com uma garrafa de vinho e informações sobre Viseu. Os sacos serão depois vendidos aos milhares de visitantes que são esperados na Avenida da Europa, onde o pão será confeccionado, e as receitas reverterão a favor de três instituições - a Caritas, a Cruz Vermelha Portuguesa e a associação Balsa Nova. Este aspecto associado da solidariedade social amaciou-me a escrita... mas ainda assim, o que fazem as informações sobre Viseu misturados com o pão e vinho? Ai... cala-te mas é! Por este andar, uma busca no Guiness sobre Viseu dará como resposta, a maior broa, o maior chouriço e que mais? Mas enfim, o apoio á Cáritas, CVP e Balsa é louvável!

Gente nova, novas ideias

Dum dos lados a corrida para a CMV vai mexendo. A cidade já tem outdoors espalhados nos principais acessos com uma foto do Dr Miguel Ginestal e o slogan "Gente nova, ideias novas" e anuncia mesmo um site, sinal das novas formas de comunicação. Mas o acesso ao site (http://www.miguelginestal.com) pode revelar-se nesta data como um "choque tecnológico"... à semelhança do que do outro lado encontro (http://www.deputadospsdviseu.net), lá ao fundo a frase costumeira: Este site está em construção... volte mais tarde!
A ideia é nova mas o sistema é antigo... Fico a aguardar a inauguração oficial!

Em amarelo... murcho, para já!

Estamos bem assim...

O DRegional hoje dá-nos conta do aperto financeiro que vive a Região de Turismo Dão Lafões. O Dr Gaspar da Costa, Presidente daquela instituição "interrogado sobre como se encontra a Região de Turismo Dão Lafões em termos de acções, começou por responder que «está como vem estando», ou seja, «encontra-se a desenvolver as mesmas acções de há uns anos», isto é, «tem acompanhado as regiões das Beiras, nem à frente, nem atrás»!" Assim se faz uma Região que se quer Centro Liderante...

28/06/2005

Merecida homenagem

Recém-condecorada com a Ordem do Infante D. Henrique, a 10 de Junho, Isabel Silvestre fala no Jornal do Centro do que é sentir Portugal lá fora... e acreditem que esta Voz sabe do que fala e melhor canta! Já tive oportunidade de um dia ouvir, bem longe deste cantinho à beira mar plantado, este "passarinho" a cantar o Hino Nacional e por isso, digo, abençoada Senhora e merecida distinção que recebeu no Dia de Portugal. Obrigado Madrinha, adoro-te!

E esta?

Sabiam que a GAMVIS tem uma Orquestra de Acordeões? Lá música dão-nos eles...

Debandada geral

Com a situação do Académico de Viseu indefinida, os jogadores não esperam para resolver o futuro. Depois de Augusto se ter comprometido com o Desportivo de Tondela para a nova temporada, é agora a vez de Rogério decidir a continuidade da sua carreira. O antigo capitão do Académico de Viseu vai continuar a disputar a 2ª Divisão Nacional, desta vez envergando a camisola do Sport Clube de Penalva do Castelo. Na temporada passada, sairam Rui Lage, Augusto e Bruno Madeira. A confirmarem-se tods estas saídas resta fazer, outra vez, um novo plantel para a próxima temporada, uma vez que, além dos juniores, resta Carlos Lima com contrato para a próxima temporada e mesmo este já se terá comprometido para a próxima temporada. E, será que podemos censurar estes jovens que estão há mais de 5 meses sem verem um cêntimo? Mau prenúncio este! Continua a maré negra no Fontelo!

27/06/2005

Redescoberta

A Feira do Livro já está aí. No Mercado 2 de Maio com animação cultural e novos expositores. O Mercado 2 de Maio já foi dos locais mais preenchidos da cidade em tempos e por isso, a propósito deste espaço que na cidade ultimamente tem merecido muitas criticas, gostei de ouvir o Verador Dr José Moreira afirmar que a "ideia é redescobrir o espírito do lugar"! O livro e o leitor merecem esta aposta. Vou lá passar, prometo!

24 horas a dar à perna

O DRegional dá conta que "quando na sexta-feira pelas 16 horas se deu início á 2.ª edição das 24 horas de pista, prova organizada pelo Grupo Desportivo "Os Ribeirinhos", previa-se que o público acorresse em maior número ao Estádio Municipal do Fontelo para apoiar os "resistentes" do tartan. Mas a verdade é que os viseense parecem mais interessados em passar as tardes e as noites nas grandes superfícies ou a passear pela cidade a ver as "montras". Quando em Viseu há todas as condições para que os seus habitantes possam usufruir da frescura dos seus espaços verdes, sendo o Fontelo o maior deles todos, verifica-se que a televisão, as grandes superfícies, o Rossio e os Bares, são os factores que os mobilizam, perdendo, assim, uma soberana a oportunidade de poderem saborear o que de melhor a natureza nos oferece, neste caso complementado pelo desporto." Estou plenamente de acordo! Para a "maratona do pão com chouriço" de certeza, que os broeiros vão aparecer em força para mais umas quantas imagens do mais puro provincianismo saloio. Ainda assim, estas 24 horas foram um êxito com "uma das particularidades, que foi também a participação, pela primeira vez do RI 14 no evento. Pela pista de tartan do Estádio Municipal do Fontelo e durante as 24 horas, passaram 46 militares participantes, sendo seis do sexo feminino. No total, os militares fizeram 803 voltas (321,2 km) e José Gaspar foi quem mais voltas deu sem parar, atingindo as 30, o que quer dizer que fez 12 km. José Joaquim ficou a três voltas do seu companheiro. Por seu turno, Laurinda Ferreira foi a militar que mais voltas deu à pista, conseguindo correr 23 sem parar. Maria Santos ficou-se pelas 20 voltas. Enfim, esta participação do Regimento de Infantaria 14, de Viseu, prova que as forças militares continuam a estar mais intervenientes e colaborantes com a sociedade civil." E, é assim que tem de ser, digo eu. Pró ano há mais... apesar de em Outubro "alguém" ficar pelo caminho!

Mas que novidade!

O DN dá conta que "o optimismo dos portugueses não está a atravessar a sua melhor fase e, quanto ao futuro, a maioria continua a pensar que nada de muito substancial irá mudar. É uma tendência que tem vindo a manter-se, apesar de já ter conhecido piores dias." Os tempos estão mesmo maus... e as boas novidades nacionais são poucas ou nenhumas! Só ainda não percebi a incrivel tendência dos nossos políticos em "nivelar por baixo". Há de facto uns que têm mais benesses que outros e a ideia parece ser pôr toda a gente mal. Se reduzissem na despesa não seria possível colocar bem quem está mal?

26/06/2005

Dos OCS locais

O Jornal do Centro (http://www.jornaldocentro.pt) finalmente actualizou o seu site mas os problemas de visualização continuam... È pena, pois costuma marcar a diferença na nossa imprensa local online, marcada pela desactualização das noticias e pelo mau grafismo e navegabilidade dos sites! Optou por seguir a norma ou são apenas dificuldades técnicas ultrapassáveis?
A Rádio No Ar já tem site (http://www.radionoar.com) mas também só está aberto de segunda a sexta. No fim de semana não há noticias...
O Noticias de Viseu (http://www.noticiasdeviseu.com) também em titulo a propósito das Cavalhadas fez uma má escolha. Cabeçudos invadem Viseu, diz a notícia. Estão enganados, não invadem Viseu, os "cabeçudos" já cá estavam e escrevem títulos destes!

Corrida das Autárquicas

As 24 horas em pista no Fontelo mais parecia a corrida das autárquicas. Os candidatos estiveram presentes e lá deram as suas voltinhas! O "velhinho" mostrou estar em forma e preparado para mais uma corrida de fundo... rebentou até com o Vereador do Desporto!

Os anos não lhe pesam!...

Ninguém quer ficar de fora

Será que vai conseguir ficar com o testemunho?