30/07/2005

Fantástico

Descobri isto GoogleEarth por um amigo e é realmente sensacional!
A Terra, fotografada do ar, com um detalhe espectacular. Dá até para identificar perfeitamente a nossa cidade e olha, quase se vê o Viriato... Fiquei viciado e ando à procura de tudo o que me consigo lembrar, a minha antiga escola primária, a minha antiga casa, o relógio que perdi... Indispensável!

Bombistas aqui ao lado

Ontem houve um falso alarme de bomba em Tondela. O caso teve lugar ao final da tarde, numa das ruas mais movimentadas ruas da cidade. "Suspeitava-se que havia uma bomba num dos muitos veículos estacionados, um caso que obrigou à evacuação de várias pessoas".
In http://www.viriatofm.com/
E, fico pela transcrição da noticia senão ainda tenho que me rir... e não se brinca com coisas sérias!

Desrespeito ou falta de respeito?

Os presidentes das áreas metropolitanas de Viseu, Álvaro Amaro, e de Aveiro, Ribau Esteves, acusam o Governo de «desrespeito institucional» para com aquelas unidades territoriais ao não discutir o seu futuro, apesar de continuar a transferir verbas.
Os dois pretendem saber quais são as intenções do governo em relação às áreas metropolitanas já criadas, uma vez que continuam a ser transferidas verbas do Orçamento de Estado para aquelas entidades, pese embora o programa governamental «seja preocupante» para o seu futuro.
Ribau Esteves e Álvaro Amaro consideram que o texto do programa do governo «é hostil ao associativismo municipal», ao questionar a legitimidade democrática das unidades territoriais entretanto criadas e lembram que os titulares dos seus órgãos são autarcas eleitos.
O autarca adiantou que as verbas são transferidas com um objectivo que importa discutir.
«Se não, o melhor é que [o governo] decrete administrativamente a extinção das áreas metropolitanas criadas e esse dinheiro sempre ajudará a reduzir o défice», disse Álvaro Amaro.
A área metropolitana de Viseu agrupa 21 municípios, correspondendo a 350 mil habitantes e, segundo Álvaro Amaro, está em condições de apresentar as linhas estratégicas de desenvolvimento da respectiva área territorial, até porque tem recebido de entidades e empresas projectos concebidos numa lógica metropolitana, como a criação de um matadouro.
Fonte:
Diário Digital
Mais um sonho desfeito. Alguém me explica porque é que sempre que muda a politica têm que mudar os projectos, mesmo aqueles que têm interesse regional ou nacional? E, reparem, gasta-se nisto dinheiro público... e Viseu, sistemáticamente metida nestas guerras de bastidores, de desavenças politicas e a ver perder oportunidades atrás de oportunidades. Um dia destes temos mas é que alterar os Estatutos da GAMVIS e decretar a autonomia! Viseu tem potencialidades... dêm-nos a oportunidade que já mostrámos merecer!

Novo site

Pelo menos na net a coisa tem estado animada e bastante criativa. Os Jotas têm um novo site, com bom grafismo e funcional. As noticias ainda são poucas por enquanto mas já regista quase 750 cliques. Veja aqui: http://www.jsdviseu.com

Laranjinha com bom aspecto

Não se fala mais nisso

E, pronto... Boa sorte para o CAF e bons êxitos desportivos. Até Dezembro nem mais uma linha sobre este assunto! O que for se verá!

29/07/2005

IP3 e IP5 “entupidos” por marcha lenta de camiões

Ia-me mijando a rir, com esta... Então nos outros dias é marcha quê?
Título do DRegional a propósito do protesto desta semana dos camionistas

O dever dos autarcas e candidatos a autarca

(...) "É verdade que a dimensão da indústria da construção civil pode impressionar, pela sua grandeza, alguns espíritos mais sensíveis, mas… o dever de um autarca, ou de um candidato a autarca, é estar atento às reais necessidades da população e propor soluções responsáveis. A população de Viseu, e das suas aldeias, merece esse respeito."
Carlos Canhoto in Jornal do Centro

Aqui ao lado

A aldeia de Carvalhais, durante uma semana, vai ser mais uma vez palco do "Andanças". As danças populares de vários países são o mote para um festival que tem sido nestes anos bastante participado. A Associação PédeXumbo organiza, pelo 10.º ano, o Andanças. Se puderem não percam...

Um erro nunca vem só

Diz o DRegional que "a resolução da crise no CAF não está conseguida, apenas adiada. A proposta apresentada por Armando Mões, o homem que deu a cara pelo Grupo de Viseenses neste momento de crise e que liderou até agora todo o processo, apresentou-se aos sócios do Académico disposto a não deixar cair o clube mas ao que parece não faz parte da nova Comissão Administrativa, composta por 13 elementos, que vai gerir o clube até Dezembro, tendo por incumbência a gestão corrente e preparar eleições até final do ano. A SAD terá uma administração própria que sairá dessa comissão. Foi ainda dito que "o Académico precisa de receitas e só o consegue através de negócios, porque neste momento o futebol não se limita às receitas dos jogos, que do ano passado foram uma vergonha, pouco tendo ultrapassado os dois mil euros. O Clube vai ter uma parceria com uma empresa multinacional de telecomunicações e energia mas não vai fazer parte do capital social da empresa, vai ser só o representante em Portugal. Também está a ser estudado um novo cartão de sócio e uma campanha que visa objectivamente angariar novos sócios sendo o objectivo o número de 10 mil. O treinador é o Prof. Idalino de Almeida, segundo a noticia. Os jogadores esses ainda devem estar a ser feitos em Molelos. Esta Comissão assume ainda como objectivos desportivos chegar, tão depressa quanto possível à SuperLiga, entre o primeiro e o quinto lugar. Será que li bem? Mas o Clube é só Futebol? Se bem me lembro na época passada o CAF em Andebol subiu à 1ª Divisão e recebeu mesmo um convite para integrar a Liga Profissional de Andebol, o topo da modalidade. Que aconteceu a este feito? Julgo que foi ignorado no meio de tanta Comissão da Comissão da Direcção de Gestão da SAD... E, o andebol era, como a natação ou o até futebol jovem, uma das modalidades que vinha conquistando, por direito próprio, um lugar de destaque nas competições nacionais, e uma das que mais condições reunia para, desde que devidamente apoiada, ser uma representante de Viseu na elite do desporto nacional. Mas não, o que agora se pretende conseguir é o topo do futebol, imaginem bem! Alguém é capaz de explicar de uma vez por todas a essa gente o que isso significa? E, finalmente, parece que o outro objectivo que pretendem conseguir, é a dimensão social do Clube que pretendem implementar, criando postos de trabalho, diminuindo o desemprego e produzindo. Devo estar mesmo a sonhar ou jogaram todos no Euro Milhões! Se não fosse trágico esta noticia até tinha a sua piada. Em Dezembro se verá...

Festas na Rua

As ruas do centro histórico de Viseu são amanhã palco de um grande desfile de moda. Trata-se de uma iniciativa da Associação Comercial do Distrito de Viseu no âmbito da programação agendada para a Festa de Verão que decorre até à segunda semana de Agosto". A animação de rua que tem acontecido aos sábados "tem sido essencial para sensibilizar o comerciante a modificar a sua acção relativamente ao modo como expõe a sua mercadoria e à forma como aborda os seus clientes", disse Gualter Mirandez. A Festa de Verão no comércio tradicional continua depois nos restantes sábados com a actuação de diversos grupos de animação. Boas iniciativas estas do comércio tradicional que bem precisa de armas para a luta contra os "gigantes" que se avizinha.

28/07/2005

TGB

Viseu deixou de ser a única cidade europeia sem ligação ferroviária. A partir de hoje estamos ligados à linha da Beira Alta. O nosso repórter acompanhou a viagem inaugural desde a estação da Quinta da Cruz até Alcafache. As únicas criticas prendem-se com o preço dos bilhetes...

TGB - Transportes Gerais Biseense

Poupe hoje para ter amanhã

A Rádio NoAr hoje dava conta que má utilização da água da rede publica vai dar direito a multa. Noutros locais a campanha de sensibilização já acontece há muito! Por cá, felizmente estes dias tem caído umas pingas. Soube bem! E, certamente que na campanha vai haver muita gente a meter água por aí...

Ui.. já imagino a conta em multas que "alguém" vai pagar pela água por aí desperdiçada em rotundas e afins...

13 costuma dar azar

Ao que parece o Académico de Viseu não vai acabar já. Uma (mais uma) Comissão Administrativa de 13 elementos coordenada por antigo Presidente tem mandato para gerir o clube até ao final deste ano de 2005. Doze eram também os Apóstolos e o 13 era Cristo. Morreu na cruz, lembram-se?

Toma lá o troco

Nas noticias de hoje a Autarquia de Mangualde assume divida para com a Câmara de Viseu e acusa-a de querer mandar na barragem de Fagilde , estrutura que pertence ao poder central.

Uma já é conhecida

Na luta pela cadeira maior cá do burgo, o PS apresentou já as listas completas aos órgãos autárquicos de Viseu. Segundo o candidato à autarquia, Miguel Ginestal, os nomes que o acompanham reflectem os sectores em que pretende pautar a sua acção, nomeadamente nas áreas do ambiente, planeamento e urbanismo, sem esquecer as políticas sociais, de emprego e educativas. Os nomeados são José Santos Oliveira, engenheiro civil, Maria Conceição Nunes de Matos, psicóloga, António Manuel Rafael Amaro, professor universitário; António de Almeida, engenheiro electrotécnico e professor no IPV; Catarina Susana de Azevedo, advogada.Fazem ainda parte da lista João Manuel Ramos, Margarida Maria Marques e João Luís Monney. Para a Assembleia Municipal, Correia de Campos, actual ministro da Saúde, tinha já sido anunciado como cabeça de lista e acompanham-o António Ribeiro de Carvalho, Fátima Ferreira, Fernando Girão, João Cruz e Irene Pereira.

Mais uma chouriçada

A Cáritas de Viseu, a CVP e a Balsa Nova desempenham no contexto social da Cidade um papel importante e só por isso, me inibo de alguns comentários mais duros à noticia hoje publicada no DRegional que dava conta da "insatisfação" do resultado saído da venda do (quase) maior Pão com Chouriço do Mundo. O benefício para cada uma das instituições de solidariedade social foi de 1.711,67 euros. E o apoio da CMV foi de quanto? Não posso precisar da veracidade do valor mas ouvi referir o número de 60.000 €, o que nas minhas contas (nas do governo dá sempre números diferentes) daria 20.000 por cada instituição. Falhas de organização, falta de solidariedade dos artistas, falta de publicidade... arranjem os argumentos que quiserem, mas fica-me a ideia que, mais uma vez aqui, os custos de oportunidade não foram equacionados. A noticia fala ainda de próxima aventura. Então, não se esqueçam, organizadores e apoiantes oficiais, de acautelar resultados à partida e de desperdiçar dinheiros que tanta falta fazem a essas instituições. Ah, mas dá show off? Pois, agora sabem o que fazer ao chouriço que sobrou!

27/07/2005

Hipotético cenário

Que terá acontecido na AG do CAF? As hipóteses são:
- Novo adiamento da agonia do Clube na esperança que o milagre surja.
- Nova Comissão Administrativa para administrar o que "não há"
- Esperar pela solução encontrada para a SAD na AG de amanhã que por sua vez apresenta as seguintes soluções:
- Adiar a data de nova AG na esperança que apareça o milagreiro salvador "endinheirado"
- Criar nova Comissão de gestão para gerir o que "já era"
- Esperar pela decisão da nova AG do Clube
E, assim iremos de reunião em reunião! Será que me enganei? Amanhã se verá!

O vento está de feição

Leio nos jornais que a Câmara de Viseu não quer ficar de fora de eventuais investimentos na área da energia eólica e admite participar no capital social das empresas que queiram instalar-se no concelho, facto que registo com agrado pois doutras vezes por "politiquices" temos ficado de fora de muitos projectos nacionais. Ainda por cima parece que a decisão foi tomada, anteontem, por unanimidade, na reunião ordinária do executivo municipal o que também me agrada registar. Parece que existem já meia dúzia de empresas, portuguesas e alemãs, que juntas ou individualmente manifestaram a sua vontade em investir na produção de energia eólica a partir de Viseu. Numa primeira abordagem, a CMV considera que a parte Norte do concelho de Viseu, por via da sua estrutura geomorfológica e dos ventos favoráveis a investimentos na área da energia eólica, "é a que, em princípio, reúne melhores condições". Assim espero que tenham o cuidado de enquadrar ambientalmente estes interessantes projectos e que não percam a iniciativa nesta possibilidade para Viseu. Espero que o "mamarracho" da Segurança Social por ser o mais elevado na cidade também receba uma coisa destas. Ficava ali bem uma ventoinha, não acham?

Zangam-se as comadres

A Câmara de Viseu reclama pagamento de milhares de euros á Câmara de Mangualde por causa da água tratada que vai buscar à estação da barragem de Fagilde e por sua vez Mangualde diz que Viseu não respeita os niveis de captação!

Curta e grossa

Os computadores são como carroças. Têm sempre burros a frente!!!

No meu bairro existem zero!

Todos são unânimes em considerar que dá jeito ter um contentor do lixo à porta de casa, até porque não é nada agradável caminhar muitos metros com o malcheiroso lixo atrás. Mas se um é bom... seis são de mais. Na Rua do Carmo, uma das artérias secundárias do centro histórico de Viseu, estão estacionados nada mais nada menos do que seis contentores para lixo urbano. Nas principais ruas do centro histórico, é raro encontrar um, pelo que não será difícil deduzir que todo o lixo daquela área, sobretudo povoada de espaços comerciais, vem desaguar à Rua do Carmo. A Câmara Municipal de Viseu, através dos serviços municipalizados, já anunciou uma solução, que passa pela implantação no local de um outro sistema para a deposição do lixo. Mas, enquanto a solução não chega e o calor do Verão aperta, o mau cheiro é insuportável. É que, além de serem seis, estes não parecem ser lavados e as tampas estão sempre abertas. Apesar da recolha regular, que, normalmente, decorre durante a noite, ao fim do dia, sobretudo, à sexta-feira, os ditos contentores transbordam, obrigando os moradores a permanecer com as janelas fechadas, mesmo que a brisa do cair da noite convide a uma visita à varanda. Embora seja uma artéria secundária do centro histórico, estes seis caixotes do lixo não parecem ser um bom cartão de visita para uma cidade que, recentemente investiu na reabilitação deste núcleo histórico. MM no Público de hoje

No meu Bairro então existem zero contentores, apesar de já em Janeiro deste ano ter feito sentir essa necessidade por escrito ao Presidente da Junta da minha "xanta terrinha", mas preocupado como o home anda em garantir a eleição seja em que partido for nem tempo tem tido, por certo, para tratar deste assunto. Ao menos um contentor velho, igual aquele que a CMV tem colocado nas aldeias porque os novos, claro... juntam-se aos montes na cidade!

25/07/2005

Bostada

Andam a pedi-las... Ora vejam o que estes "hackers" fizeram ao site do Glorioso:
http://www.netdisaster.com/go.php?mode=cow&control=on&url=http://www.slbenfica.pt/

Cenas duma novela dramática

Na noite de sexta-feira passada os problemas do CAF agudizaram-se com a saída da Comissão Administrativa, que alegou razões suficientes para não continuar a liderar os destinos do clube numa das fases mais difíceis do emblema viseense. Esta posição gerou mais uma crise, atendendo que alguns sócios não aceitaram de bom grado que os membros do CA não pudessem continuar por mais uma semana. Em face disso, um grupo de quatro associados, liderados pelo ex - árbitro Fernando Monteiro, aceitou a missão de constituir uma Comissão Administrativa que irá gerir os destinos do clube até à próxima quarta-feira, com meros poderes de gestão corrente, dia em que cessará as funções e ficará automaticamente extinta. Em face disso, um grupo de viseenses está a diligenciar uma solução para a crise. Para já as informações não são muitas, apenas se sabendo que há várias diligências no sentido de aquilatar o estrado de coisas, assim como tentar conseguir alguns acordos, que permitam a viabilidade do clube. Então, pergunto eu, onde estão os academistas de alma e coração que tudo fariam pelo emblema da região? Ah, pois, agora como as coisas estão já não dão promoção social e política, não é? A novela continua dentro de dias...

David contra Golias

Gualter Mirandez, presidente da Associação Comercial do Distrito de Viseu (ACDV), a propósito da relação entre o comércio tradicional e as empresas que irão preencher estruturas como o Fórum afirmou ao DRegional de hoje que «Enquanto instituição, não temos relações com as entidades que vão ocupar os novos formatos de comércio» e chama a atenção para um facto, do qual também não tenho grandes dúvidas, uma vez que «As suas mais valias são superiores às nossas e um dia sairão de Viseu, assim com entraram, sem quererem saber se a cidade e a região se desenvolveram ou não além de que o aparecimento destes novos formatos comerciais vai trazer problemas sociais e estruturais à cidade» recordando que «o comércio da cidade mantém postos de trabalho durante décadas, enquanto os meninos e as meninas do shopping não podem ter projectos de vida, pela alternância de emprego que existe!» E adianta algumas soluções que terão que ser tomadas pelo comércio tradicional para combater estes gigantes como convencer o comerciante a flexibilizar o seu horário de trabalho, não fechando para almoço e ficando aberto até 19.30 ou 20 horas, a abertura ao sábado ou melhorar o comércio de proximidade. Oxalá tenham sucesso nesta luta, a bem de Viseu!

Delibaraços...

E, de volta, mantem-se o triste cenário das centenas de regas automáticas que na nossa urbe vai espalhando água dentro e fora das rotundas... Ainda por cima ouço na rádio uma coisa que é de morrer a rir! Dizia a noticia que a Câmara Municipal de Viseu já tomou medidas para evitar que motociclistas virem os sistemas de rega das rotundas para a via pública… eu como motard fico preocupado com isto! Assim diminuem as hipóteses de me espalhar ao comprido. Que mauzinhos! Mas alguns municipios contudo vão-se preocupando com este problema ambiental e vão delibarando sobre proibição de uso indevido deste precioso recurso natural... passe o erro de escrita mas fica a intenção!


Poupe água...

De volta a Viseu

De volta à dura realidade do dia a dia... Acabou-se a areia! Valeu pela possibilidade de lavar a vista com frequência e pelo retemperar de forças! Deixo-vos aqui um "cheirinho" do que por outras paragens ia contranstando com a minha figura... Também o faço, confesso porque sempre que mudo o estilo de fotografia as visitas aumentam exponencialmente e neste trabalho escravo de blogar, fizeram-me falta os vossos cliques e comentários! Vamo-nos encontrando por aqui agora, ok?

Sempre quero ver agora os vossos comentários...

Axioma do dia

Nos últimos anos investiu-se muito mais em implantes de seios, em implantes de pénis e em Viagra do que na doença de Alzheimer. Dentro em breve, haverá por aí muita gente dotada de grandes seios ou pénis compridos, a sacudirem-se por todo o lado, sem se lembrarem para que servem...