06/08/2005

Viseu na voz do poeta

Linda cidade de encanto,
És a minha distrital
Sinto orgulho no meu pranto
Em seres das mais lindas de Portugal


Assim escreve Delfim Ferreira da Silva, agricultor e poeta no seu "Sonho e Realidade", Moita 1977.

Pois,... então!

As Piscinas do Fontelo estão a ser requalificadas para 25 mts, pois,... já era! A Visabeira vai mais longe e anuncia uma piscina olimpica de 50 mts para o complexo do Palácio do Gelo, a pagar pois então!. Ao mesmo tempo, um ex-libris do CAF a atleta Carolina Peres, campeã nacional nos 50 mts costas, vai continuar a apostar forte na sua carreira no Clube Académico de Leixoões. Pois,... claro!

05/08/2005

Grito de alerta

Ouço à volta gritos, tão aflitos, vejo chamas, mas que flamas tão devastadoras. Montanhas, floresta, vidas tão crescidas, com os anos passados, amor e carinho, tudo destruído em poucas horas. Filhos da puta, malvados! Já nem a água chega para abafar o sinistro. Têm que verter o nosso suor, o desgosto do coração, as lágrimas dos nossos olhos? Que virão as nossas gerações a respirar? O fumo dos toqueiros em brasa? Onde viveremos nós? Num chão de batalhas, de lanças em fogo e de pedras de luto!


Queimem os incendários... não os prendam!

O verde é que conta...

O JN dá conta que "Enquanto a água para consumo humano não estiver ameaçada, o Presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas, não vai interromper a operação que tem em curso de lavagem de ruas na cidade, nem a rega de jardins e relvados públicos e nem mandar encerrar as piscinas. A lavagem de ruas não está a ser feita com a água da rede pública, mas sim de poços e furos artesianos", esclarece o autarca. "E parar de tratar dos nossos jardins, deixando de os regar, seria um enorme erro porque nos custou e custa muito mantê-los verdes", acrescenta. Fernando Ruas explica que só tomará medidas drásticas "se a seca se agravar e puser em causa o consumo de água ao domicílio".

04/08/2005

Oh, valha-me Deus!

Ouvi hoje por aí um zum zum... Nem quero acreditar que venha ser verdade o nome badalado como possibilidade de integrar uma das listas dos candidatos à Câmara. A ser assim, deixo aqui um conselho (e os conselhos se fossem bons, não se davam, vendiam-se!): Nunca discutas com um idiota: primeiro, ele arrasta-te até ao seu nível e depois, ganha-te em experiência.

Força, estamos a gostar!

Este começou bem. A criança ainda dá uns passos tropeços mas já tem vida. E dá para gamar umas fotos giras, como vêm. E as metamorfoses que apresenta também têm a sua graça. Nós por cá... pois!

Viseu, de lado, de frente, de trás... sempre essspéctacular!

Preocupações

Se a divida pública é imensa, se o sistema social está em falência... porque raio havemos de ter OTA, TGV, tudo ao mesmo tempo? Porque raio se deitam 2,5 milhões de euros de indeminização para a rua para satisfazer cargos nos partidos? Porque raio a incompetência tem prémio? Um destes dias o meu rapaz, penso que em geito de brincadeira, dizia-me que no grupo de amigos lá da escola a profissão futura que ganha mais interesse era virem a ser "politicos corruptos". Estão a ver o que dá estas politicas? Vêm o que dá Felgueiras, Gondomar, Oeiras ou Marco de Canavezes? São estes sinais para os jovens. E isto preocupa-me!

Gulliver

Os mini-autocarros eléctricos vão começar a circular em Viseu a partir da próxima semana, anunciou a autarquia viseense. Os três Gulliver vão percorrer algumas artérias da cidade durante o período da Feira de S. Mateus, tratando-se de "uma boa oportunidade para avaliar o seu impacte", conforme referiu ontem o presidente da autarquia, Fernando Ruas. Os mini-autocarros estão integrados na frota do Serviço de Transportes Urbanos de Viseu (STUV) e representam um investimento de cerca de 700 mil euros. Os autocarros vão fazer a ligação entre o centro histórico e as ruas mais movimentadas da cidade. A paragem para apanhar o autocarro é feita em qualquer lugar, desde que o passageiro assim o indique e que esteja na linha azul, embora quando for para sair, só poderá ser em paragens pré-definidas. O custo do trajecto é de 40 cêntimos, o mínimo nos serviços de transporte urbano. Se o utente optar por bilhetes pré-pagos custarão 30 cêntimos e dez euros o passe.
Boas novidades e para já aplaudo a filosofia de emprego destes meios. A possibilidade de apanhar o Gulliver (acho que se devia chamar Viriato) em qualquer ponto da linha é um aspecto particularmente positivo. Deseja-se agora que este seja o ponto de partida para a melhoria de todo o STUV com melhores paragens, indicação de trajectos, horários, etc. A cidade fica desta forma gulliveriana bem servida mas há que não esquecer as aldeias.
Já quanto ao anúncio da construção de um funicular, um meio de transporte mecânico que pretende fazer a ligação rápida entre a baixa e o centro histórico de Viseu não digo mais nada do que já disse aqui.

03/08/2005

Bonita todos os dias... até no calor

Só para vos fazer saudades... nas vossas férias!

Há tropeçar e tropessar

Hoje tropeçei num espaço interessante (http://tropessar.blogspot.com/). Esbarrei na minha caixa de email com um convite dum amigo do peito que se atirou tropeço para a blogosfera. Vamos todos dar-lhe um clique e motivá-lo a postar ali muitas e boas tropeçadelas. Para já, os adereços estão com grande sentido de humor. Ora tropeçem aqui

Viseu, séc XXI

O JNoticias dá conta que "milhares de pneus têm sido despejados, clandestinamente, nos pinhais da freguesia de Calde, Viseu. Espalhados ao longo de caminhos rurais e estradas florestais, põem em causa o ecossistema e são uma ameaça em caso de incêndio. "A Direcção Regional do Ambiente enviou uma equipa de vigilantes da natureza, que confirmou a existência dos pneus, mas os Serviços Florestais nem resposta deram", lamenta um habitante, que classifica o cenário de "perigoso" em caso de incêndio. (...) O presidente da Junta de Freguesia, Herculano Gonçalves, manifesta-se preocupado e diz que tem feito tudo para travar o despejo dos pneus nos pinhais. "Já denunciei o caso às autoridades competentes e elas têm actuado. O problema é que nunca se conseguiu identificar os autores. Isto é gente de fora, gente sem escrúpulos nenhuns", desabafa o autarca que, assegura, tem percorrido os caminhos florestais à caça dos infractores. (...) "Há pneus por todo o lado. Cinquenta aqui, 30 ali, 40 além. Está tudo infestado!"
Li bem? Isto é em Viseu, cidade que já foi prémio nacional do ambiente?

Ah, fadista!

Hoje começam as Festas do Castelo, em Vouzela. Os Xutos & Pontapés estão por estão região de Lafões amanhã, às 22,30 horas, no Parque Desportivo e na sexta o programa merece uma ida até estas terras pois está por lá a Mariza (às 22 horas, na Alameda D. Duarte de Almeida).

02/08/2005

O "ruido de fundo" continua

Veja aqui.

Quem não quer ser lobo...

A Policia Judiciária (PJ) procedeu a diversas buscas ao quartel dos bombeiros, câmara municipal e a um atelier de arquitectura em Oliveira de Frades no âmbito da investigação que está a realizar a um alegado favorecimento por parte de Azevedo Maia, antigo presidente da autarquia e ex-governador civil, ao gabinete de arquitectura de que o filho é sócio. A autarquia adjudicou à empresa «Eniartis», da qual é sócio João Maia, filho do ex- autarca, a elaboração do projecto da obra, cujo custo total ascendeu a um milhão e meio de euros. A obra ainda não passou de projecto de intenções, apesar dos montantes já dispendidos. A investigação da PJ procura agora “avaliar eventuais indícios de ilícito criminal” pelo que “são de esperar novas buscas e inquirições”, adianta uma fonte ligada à investigação.
in Voz das Beiras

10 Maneiras

Algumas Camaras já distribuiram pelos municipes folhetos sensibilizando-os a poupar água. Fica aqui um desses exemplos, pode ser que alguém o copie, a bem de todos... Poupe água!

Experimente estas medidas... as gerações vindouras agradecem!

Obras demoradas...


Ainda em obras mas já com outro look...

É só tecnologia

A partir de hoje também já temos um motor de busca... Que tal?

Mais uma...

Duas mil duzentas e sessenta e três pessoas subscreveram uma petição a exigir à Câmara de Viseu a construção de uma rotunda na confluência da estrada velha de Abraveses com a Circular Norte, junto à escola secundária de Viriato. No documento, entregue, ontem, nos serviços camarários, os subscritores alegam que o corte da estrada velha de Abraveses pela nova circular, "obriga os utentes a fazer mais 1340 metros por viagem, forçando-os a um maior consumo de combustível e a escusada e relevante perda de tempo". E, com mais esta rotunda ficaremos mais perto da centena...

01/08/2005

Solidariedade a rodos...

A Abraço apresenta prejuízos financeiros há vários anos. Margarida Martins, ganha 3250 euros por mês a que segundo me constou soma ainda 3,70 euros por dia útil de trabalho para refeições, com direito a despesas de transportes, alojamento e refeições, e ainda direito a um cartão de crédito com um plafond que ronda os 1000 euros e o uso de telemóvel a custas da Abraço.
Por cá no burgo também há por aí um "misericordioso" senhor que junta à sua choruda reforma carro descaracterizado para não dar nas vistas, telemóvel e um ordenadozinho proveniente do "saco azul" como forma de fuga ao fisco e tudo isto, por lá e por cá a troco de solidariedade social sem fins lucrativos? Pois e eu vou ali, e já volto!

Também me parece...

A juntar a estas notícias, viram o empenho do governo central para tornar a cidade da Guarda como um importante interface rodoviário e ferroviário, prevendo também a ligação à rede TGV (notícia do público de 6ª feira ou sábado)? Acho que estamos a ser ultrapassados mais uma vez.
Comentário de leitor a propósito dos investimentos do Governo na Linha da Beira Baixa

Ooops... foi sem querer

Líder nacional do CDS alertou no Distrito de Viseu para a criação de um novo imposto municipal e criticou autarcas que aplicam taxas máximas. Das duas uma, ou não leu o dossier ou queria mesmo acertar no alvo!

Força no pedal Tiago!

Tiago Monteiro o nosso rookie representante na F1 já dobrou o recorde de 40 anos de Jackie Stewart, de 6 para 13 corridas terminadas consecutivamente no ano de estreia. O Tiago já pode começar a imaginar uma candidatura à próxima edição do mais prestigiado livro de recordes do mundo. Este domingo na pista de Hungaroring, na Hungria, o piloto da Jordan completou mais uma corrida. Continuando a pilotar nos limites o seu Jordan EJ15 Toyota, Tiago Monteiro ocupa o 14º lugar do campeonato Mundial de pilotos, sendo o melhor dos estreantes da temporada de 2005 com 6 pontos.

Brasão

A propósito de brasonices, estas armas da Antiqua e Nobilissima são bem bonitas. Sabem onde ficam?

Viseu e suas armas

Biba o Rei

Que tinhamos o Duque de Viseu já eu sabia. Mas parece que além do Duque há por aí mais monarcas! Gente de sangue azul... Vejam aqui: http://ppmviseu.blogs.sapo.pt/

Este é digno da realeza...

31/07/2005

Recordando

"A religião quer-se como o sal nas comidas: nem de mais nem de menos"
"Na minha diocese quero padres para amaren a Deus na pessoa do próximo; não quero jesuitas que vivan a explorar o próximo en nome de Deus"
D. António Alves Martins (1808-1882) , Bispo de Viseu

A ver navios

Leio hoje no Primeiro de Janeiro que a Secretária de Estado dos Transportes anunciou que a linha férrea da Beira Baixa vai ser reabilitada entre a Guarda e Castelo Branco, uma obra que custará 150 milhões de euros e ficará concluída na actual legislatura (e que certamente fará ganhar 5 minutos na viagem). Ao mesmo tempo, aqui numa cidade perto da nossa, em Bragança o aeródromo municipal já recebeu o primeiro voo internacional que permitiu a dezenas de emigrantes chegarem mais facilmente a Trás-os-Montes, ficando agora a cidade mais perto da Europa e está a apenas três horas de Paris.
Nós por cá estamos cada vez mais longe do Progresso. Nem comboio, nem avião... ficamos a ver navios!

Efeitos dos gigantes

O cinema S. Mateus, a mais antiga sala da cidade com programação regular, vai fechar dentro de dias. A data ainda não está marcada, mas o encerramento acontecerá durante o mês de Agosto. O fecho é imposto pela falta de público cinéfilo e pelo futuro próximo da concorrência seis novas salas no Fórum Viseu e dez no Palácio do Gelo, actualmente em obras de ampliação. Os motivos são, assim, os mesmos que já levaram ao encerramento, em Abril deste ano, do cinema Ícaro.