11/08/2005

Correio dos leitores

O Viriato já ganhou espaço aqui.

Mas que confusão

Funcionários do Museu de Grão Vasco fazem abaixo-assinado de apoio à nova directora da instituição… Então e afinal? Em que ficamos? Presta ou não presta? Sai ou entra?

Arre, que é demais!

Safa, ainda não acertámos uma... e kalou! Olha, se não tinhamos contratado este no inicio da época...

Estamos com pontaria... se não for o apito, estamos feitos!

Um desafio engraçado

Viseenses procuram praias e países exóticos nas férias. Na falta de notícias há quem as invente!
Mas ainda assim o desafio que deixam é interessante. (...) "Porque não descobrir melhor a cidade que habitam? No dia-a-dia passam-nos por vezes completamente desapercebidos certos locais como museus, parques, monumentos que são dignos de serem melhor conhecidos. Além disso, as próprias autarquias disponibilizam nesta altura actividades de lazer, muitas delas gratuitas, que podem ser aproveitadas por quem não tem dinheiro para férias. É um exercício curioso tentarmos ser turistas na nossa própria cidade. Só é preciso um pouco de imaginação."

10/08/2005

Para grandes males...

O que vale é que há sempre quem não se preocupe muito com o atraso dos STUV...

TGB - Transportes Gerais Biseenses... modelo familiar descapotável

Isto é chinês para mim...

O DRegional publica em título que os "Viseenses descontentes com atrasos nos STUV." Tem graça, porque na aldeia onde moro perto da cidade como nem sei onde estão os horários, nem isto percebo! A paragem é um resto dum tubo azul sem qualquer sinalização. Já se merecia coisa melhor, isso já!

09/08/2005

E o capital? Já era...

Diz o DRegional que "tudo pode ficar em águas de bacalhau. É que o perigo da extinção do clube ainda não está posto de lado, numa altura em que a Comissão Administrativa desenvolve esforços no sentido de resolver todos os processos pendentes. É que os novos dirigentes, e aqueles que se aprestam para assumir os destinos da SAD na Assembleia Geral de Setembro próximo, só admitem entrar para a administração da Sociedade Anónima do Académico sem processos judiciais pendentes." Ah, pois, não te rales mas não te entales...

Contagem decrescente

A Feira de S. Mateus está aí! É a mais antiga das feiras francas que se realizam em Portugal. Foi fundada em 1392, por diploma régio assinado por el-rei D. João I, e desde aí tem mantido uma regularidade constante. O programa oficial da edição 2005, a 613.ª, que começa domingo, dia 14, e termina a 25 de Setembro, "é um programa para todos os gostos. Temos rock, fado, folclore, música popular portuguesa, espectáculos de magia, torneios de andebol, futebol, basquetebol e de tiro aos pratos, provas de vinho, passeios todo-o-terreno... uma variedade imensa de actividades lúdicas no requalificado espaço da feira", enumera Jorge Carvalho, gerente executivo da Expovis. A afluência estimada para os 40 dias que fazem da Feira de S. Mateus a mais prolongada de quantas se realizam pelo país durante a época estival, deverá variar entre os 800 mil e um milhão de visitantes. O orçamento do certame é de cerca de 900 mil euros. No espaço vão estar perto de 300 stands e expositores, entre restaurantes, tasquinhas, vendedores de roupa, artesanato. The Gift, Tony Carreira, Ágata, João Pedro Pais, Emanuel, Fernando Correia Marques, Quim Barreiros, Romana, Mónica Sintra, Rute Marlene, Jéssica e Neil Monteiro são alguns dos "verdadeiros artistas" que vão estar na Feira. E que por sinal, nunca cá estiveram... Que vos dizia eu? No nosso espaço de votação as opiniões estão divididas, igual número de votantes acha que vai ser melhor, igual ou pior. Vou passar por lá a ver e depois já vos dou conta do desempate. Para já, as cópias continuam a preto e branco...

Estou morto por ver...

Ventoinhas e afins

Viseu está entre os líderes da produção de energia eólica. Pudera, com tanta cabeça de vento que anda por aí...

08/08/2005

Segue o Azul...

A partir de sexta (segundo creio) já podemos dar uma voltinha no Gulliver na linha azul. António José de Almeida, Major Leopoldo da Silva, 21 de Agosto, Praça D. João I, Alberto Sampaio, Rossio, Gaspar Barreiros, António Alves Martins, Sª Cristina, Soldado Desconhecido, Cap Silva Pereira, Alexandre Lobo, Rua do Comércio, Praça D. Duarte, Sé, Pintor Gata, Major Teles, D. José Cruz M Pinto, Ponte de Pau, Serpa Pinto, Emidio Navarro, Cap Homem Ribeiro, Fonte Cibernética... são alguns dos sítios onde passa! Boas novidades estas!

A linha devia ser da cor do Glorioso... o azul dá-me enjoo, mas enfim!

As férias vão acabando

Há novas rotundas aqui...

Há que poupar...

No passado dia 5 de Junho, foram aprovadas em Conselho de Ministros os novos diplomas que regulam a gestão dos recursos hídricos. Dois meses depois, nada! Ou o Diário da República aproveitou a boleia das férias judiciais ou a nova lei da água desapareceu por evaporação... Por cá, os sinais também não deixam antever boas novidades. Como à minha caixa do correio ainda não chegou nada aqui ficam mais 10 mandamentos para todos pouparmos na água!

E, quando faltar nas torneiras? Como vai ser?

Recebida por email

O Banco Central Europeu e a Organização Mundial de Saúde, revelaram que as notas de 500 euros contêm uma substância altamente cancerígena.
O Governo diz que os trabalhadores portugueses estão totalmente fora de perigo!

07/08/2005

Mau sinal

O Público dá conta que os rios Dão e Coja que abastecem a barragem de Fagilde da qual dependemos para abastecimento de água estão com caudais praticamente nulos. A seca extrema que o país atravessa e a proliferação dos incêndios florestais têm contribuído para a redução dos dois principais rios que abastecem a Barragem de Fagilde. E, vejo pouca gente preocupada com isso. Porque será? O Verão já acabou?

Vijeu?

Dizem-me que a malta fala à moda de "Vijeu". E os jornalista que na TV relatava os incêndios no distrito de Aveiro pronunciando "Avâiro" fala à moda de quê? Do "Caichedré"? Só gozam connosco porquê? Não há espelhos em casa?

Aqui ao lado

A Câmara de Mangualde vai assumir o transporte de todos os alunos dos 3.º e 4.º anos do Ensino Básico que necessitem de deslocar para as escolas onde decorrerão as aulas de Inglês. Além do transporte, a autarquia vai ainda atribuir aos Agrupamentos Escolares uma "verba de 10 euros por cada aluno para efeitos de comparticipação na aquisição de materiais". Este programa, continua a mesma fonte, não tem frequência obrigatória e é gratuito para as famílias. "Fará chegar o ensino da língua inglesa, indispensável na formação actual, a todas as crianças", refere o autarca social-democrata António Soares Marques.
Ora aqui está uma boa iniciativa. Aplaudo a ideia.

A coisa vai animando

As férias estão a acabar e por aqui a campanha também já mexe. Pelo menos o "estamos em construção" já desapareceu! Do outro lado há apelos. Dos restantes, não encontro sinais...