15/10/2005

Dedicatória do Outono

Folhas amarelas ao chão. Elas caem das árvores e flutuam no ar, proclamando o final de uma vida. O vento as conduz com delicadeza até seu encontro final com os gramados ululantes. Lá, as mornas brisas do outono vão brincar com as folhas moribundas e transmutar a tristeza em alegria. As folhas do outono cambalhoteiam, unem-se umas às outras e ficam girando em círculos, nimbadas na poeira terrena dos gramados de relva serenos.
Elas já se foram, em sua breve existência. Mas ao cair, elas fertilizarão os solos como adubo orgânico e muitas outras folhas virão. O tapete verde permanecerá intocável e limpo, até que o próximo outono chegue...
A todos aqueles que acreditam nas forças da paz e do amor. Àqueles que fazem de suas vidas folhas de outono, renovando-se e buscando a evolução a cada jornada.
Taliesin


Dedicado em especial à minha "patroa" que tem aguentado os "invernos" da minha vida!

Correio dos leitores

Esta imagem, do Rio Pavia, tem mais de 70 anos e mostra o lugar então chamado de Rio das Barcas.
Na barca à esquerda estão os seguintes Ribeirinhos, já falecidos:
Empunhando a vara , o Senhor José Pais da Costa e sentado o seu irmão Gonçalo.
O Senhor Gonçalo foi um grande nadador do Sport Ribeira e Viriato, cujas cores, vermelho e negro, defendeu com brio e sucesso nas águas do Pavia.
O Viriato, clube nascido em 1911, foi uma associação onde conviveram viscondes e sapateiros. Para além da natação teve a sua equipa de “Foot-ball” e foi um dos Fundadores da Associação de Futebol de Viseu (Federação Desportiva de Viseu/15 de Outubro de 1926).
Clube de actividades diversificadas teve ainda secções de: Remo, Ténis de Mesa, Atletismo e animados e bem afamados bailes !
O Sport Ribeira e Viriato desapareceu, mas continua vivo graças aos seus amigos , e a ser Sócio Honorário da Associação de Futebol de Viseu.
AJ/Ribeirinho


Memórias do Pavia... Obrigado, AJ

Estas é que doem

Transportes, electricidade e gás natural vão ter novos aumentos nos preços. É a factura a pagar pelos consumidores pela recente escalada do petróleo. Com a subida da inflação, em breve deverão ser as taxas de juro a subir...

DN 15Out05

O que me vale é que os pensamentos ainda não pagam impostos!

Nova imagem

Os vinhos (que nos) Dão adoptaram uma nova imagem corporativa. A partir de agora, deixa de se usar a "marrafinha" e só se aceitam sócios com cabelo à "escovinha". Saiba mais aqui.

Noticias de última hora

Atento aos acontecimentos de Felgueiras também o Padre Frederico vai ser candidato a Presidente da República!
Ao mesmo tempo que o PR pede a Hugo Chaves (sim, o tal que também foi eleito) para libertar o tuga preso na Venezuela, Caracas lembrou o Governo que também por cá há 120 venezuelanos presos, facto que recebeu resposta imediata avisando Caracas que Portugal também tem vários portugueses que deviam estar presos e são presidentes de câmara.

14/10/2005

Sintomas gripais

Espero bem que a gripe das aves não se manifeste amanhã no Porto. Com a hipocondria que anda por aí, isto não era uma pandemia, mas sim uma calamidade, safa! Vou já tomar a vacina!

Não se vacinem, não! Ainda se constipam no Dragão!

Claro que não nos percebem...

Da Wikipedia:
Desenrascanço (impossible translation into english) : is a Portuguese word used to describe the capacity to improvise in the most extraordinary situations possible, against all odds, resulting in a hypothetical good-enough solution. Portuguese people believe it to be one of the most valued virtues of theirs.

Frase da semana

"Feliz foi Ali Babá, que não nasceu em Portugal e só conheceu 40 ladrões!!..."

Porra, este pessoal pôe-me de tanga, mesmo!

Não há bela sem senão

A beleza da Rua Formosa, o seu dinamismo e todos os atributos encerrados no seu nome não escondem alguns problemas vividos pelos comerciantes. A opinião de que a situação não é muito boa é quase unânime, assim como as possíveis causas para a situação. A noticia vem aqui mas mesmo sem ler é fácil adivinhar o resto.

Boas apostas

Há por aqui uma aposta nas artes e na cultura que me agrada saber! E por aqui há cheiros e sabores que me agrada desfrutar!

13/10/2005

É o que está a dar...

Isto tem andado tão sem cor, que não resisti a gamar esta que também chegou ali gamada daqui. É tudo por uma boa causa... é quase como os "outros", gamam mas fazem! Mas, vale a pena dar uma espreitadela, tem boas fotos!

Linda visão esta!

Virtualismos eleitorais

Esta coisa de nas eleições "rejuvenescerem" os agentes politicos locais têm as suas vantagens. Na minha "xanta terrinha" já se nota a vontade de fazer obra. Em tão pouco tempo e acho que ainda nem tomaram posse mas já mudaram a paragem do autocarro...

Os horários vêm já a seguir... mas é que é já seguir!

Ouvi bem?

«O preço das empreitadas públicas está "empolado" entre 20% e 30%, para pagar subornos às mais diversas entidades adjudicatárias"
Pedro Ferraz da Costa in SiC Notícias (12.10.2005.)

Para os tempos livres

Para os dias que se avizinham aconselho a leitura da “Agenda de Cavaco Silva”, da autoria de Vítor Gonçalves, jornalista e editor de Política da RTP. Leiam e logo descobrem o porquê desta sugestão.

Pois, pois, fia-te na Virgem...

Viseu procura uma identificação desportiva nos dias de hoje depois do que aconteceu ao CAF, pelo que nada melhor que promover o espírito desportivo de crianças e jovens viseenses… o tempo se encarregará de criar as melhores alternativas, de fornecer soluções.
Vitor Santos in
Mo(vi)mentos

Eh lá! O senhor dormiu mal...

"(...) O que é trazer mais vida ao Centro Histórico de Viseu? (...) Todos os que mandam nesta cidade e apregoam estradas e obra para o bem comum, esquecem-se no entanto das casotas a cair sobre as pessoas e demonstram uma insensibilidade por velhos, doentes e de pessoas seviciadas no corpo e no espirito por ruidos noturnos até as quatro ou cinco da madrugada. Voçês estão a trazer a morte e não a vida ao Centro Histórico"
Fausto de Figueiredo in DRegional

Há que tomar medidas!

Isto está a ficar um espectáculo, está... não sei é se é comédia ou drama!

12/10/2005

Bem dito

O mal não está nas votações do “povinho”, mas no colapso do Estado de Direito, e num sistema político incapaz de gerar responsabilidades. É por aí que esta democracia pode resvalar para qualquer coisa de ignóbil e insustentável.
Rui Ramos in
DE

BD em Viseu

O Salão Internacional de Banda Desenhada de Viseu, já vai na sua décima quarta edição e é organizado pelo GICAV - Grupo de Intervenção Cultural e Artística de Viseu. Este ano está dividido por três espaços - IPJ, Biblioteca Municipal e Solar do Dão e reúne dezenas de obras de alguns dos mais conceituados artistas da nona arte nacionais e estrangeiros. Aconselho-vos, caso apreciem BD, este trajecto.

11/10/2005

Venham as próximas

Terminadas as autárquicas, onde tudo ficou na mesma como a lesma, há que avançar para as presidenciais e olhem que alguns já andam por aí a botar o olho nalgum apoio...

Já não tenho é idade para dar Cavaco a isto, senão...
Quê, fui eu que mandei descolonizar o Brasil?

Balanço interessante e interessado

Vale a pena ler este balanço pois "(...) mais que uma estrutura de jovens interesseiros é essencialmente uma juventude interessada em fazer o melhor pela nossa terra(...)". É um balanço interessante feito com interesse por um jovem interessado. :)

Um exemplo a seguir

Vouzela tem novo site. E, do que conheço por aí, a nivel de Câmaras é das melhores coisas que já vi, embora outros se pavoneiem pela rede mas não lhe chegam sequer aos calcanhares!

E, vale a pena dar um passeio por estas terras de Lafões. As torres medievais, por exemplo, existentes no concelho de Vouzela fazem parte de um fenómeno que se estendeu de forma mais ou menos linear e sincrónica por quase toda a Europa. Em Portugal teve maior incidência a Norte e na Beira. Inspirada na torre de menagem, esta construção fortificada surge entre o séc. XII e XIII, sendo adoptada como residência pela pequena e média nobreza. Numa altura em que a riqueza dependia, em muitos casos, do número de terras possuídos ou do número de direitos sobre elas recaídos, «as casas torre eram o mais nobre e evidente sinal de senhorio sobre uma terra.» Este tipo de habitação senhorial, de carácter rural, difundiu-se, sobretudo, em pequenas zonas afastadas do domínio das famílias com poderes há muito firmados. Em busca de prestígio, da ascensão social, do lucro e do poder, as pequenas linhagens edificavam as torres em locais férteis, como vales e zonas fecundas em cursos de água. Sumariamente, as casas - torre observadas na região são testemunhos de uma economia assente na exploração agrícola. Simbolizam a iniciativa individual na busca do lucro e da afirmação social. A sua existência denuncia que no passado a região de Lafões era um espaço convidativo, fértil, bem localizado que oferecia as condições necessárias às pretensões da pequena nobreza e segundas linhagens. Era e ainda é!

Um passeio por Lafões

A história é ciclica


Vrrroooooooommmmmmmmmmm

Arre que é demais!

O País vai tão mal que até o Vince entrou em depressão...
et: post para levar na brincadeira

Quem souber que explique...

O Público (link não disponivel) dá conta que o Presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Viseu, Carlos Marta, vai abandonar o lugar, depois de ter visto anteontem o PSD, sozinho ou coligado com o CDS, conquistar 20 das 24 autarquias do distrito. O do PS nem sinal dá... são estas contradições que não percebo na politica. O que ganha sai e o que perde assobia para o lado!

A25

Ao que leio já temos a auto-estrada mais perto e a Europa também.

10/10/2005

Memórias para esquecer rápidamente

Assistir ao registo "quanto são? quantos são?" dum presidente eleito (Hugo Chaves também o é) e que além duns quantos fo... esteve perto de agredir um desgraçado que não conseguia fixar o microfone no tripé a que somou as referências ao "zé ninguém" que não manda em Gondomar fez-me pensar que não estava em Portugal mas sim numa qualquer colónia venezuelana na Europa!

Conclusão lógica

Os comentadores politicos em geral afirmaram que em Amarante se deu uma grande vitória da Democracia. Ora, sendo assim, nada mais lógico que supor então que em Felgueiras, Oeiras e Gondomar se deu uma grande derrota da Democracia, não?

Depois do furacão eleitoral

A tempestade tropical "Vince", que ontem se formou entre os Açores e as ilhas Canárias, vai fazer-se sentir amanhã em Portugal continental com chuvas fortes, rajadas de vento com velocidades a rondar os cem quilómetros/hora e trovoadas, informa o Instituto de Meteorologia.
In Público

Em resumo...

E, pronto... lá vou continuar a escrever cartas e mais cartas ao presidente da junta da minha xanta terrinha na esperança de que daqui a quatro anos me voltem a prometer que desta vez é que tudo o que falta no bairro (árvores, zonas verdes, caixotes do lixo, etc) se irá resolver!

09/10/2005

Ganhar e perder, são as regras da democracia

E, olha, ainda não temos comboio mas já houve um viseense que descarrilhou.

Ouvido na SIC

"A somar a outras vergonhas, o choque tecnológico é a grande derrota desta noite. O resto era mais ou menos de prever, à excepção do progresso que chegou finalmente a Amarante!"

Como os outros nos vêm

"(...) Además, los resultados confirmaron los sondeos que previeron la victoria de varios candidatos que tienen cuentas pendientes con la justicia, que fueron repudiados por sus partidos y que ahora se presentaban como independientes.Ese fue el caso de la ex alcaldesa socialista Fátima Felgueiras, primera regidora de la localidad homónima, que huyó a Brasil en mayo de 2003 al saber que la justicia iba a decretar su ingreso en prisión.Como Felgueiras, también gobernarán sus localidades Valentim Loureiro (Gondomar), Isaltino Morais (Oeiras), acusados de supuestos actos de corrupción.Todos ellos comparecieron eufóricos ante los medios de comunicación para proclamar sus victorias que, entre otras cosas, les permiten saldar sus problemas legales y eludir eventuales penas de prisión.(...)" In El Mundo

Resultados provisórios

Quando aqui ainda faltam apurar 5 freguesias porque o site tem estado com problemas, já é possivel obter os dados de Viseu. Mantêm-se a onda laranja no concelho. Parabéns ao Dr Fernando Ruas que avança para mais 4 anos de mandato. Parabéns aos derrotados que deram vida à campanha e alertaram para alguns problemas do concelho. A quem fica desejo que lute para melhorar a vida dos viseenses e a quem perde que não desista de lutar por ver esses mesmos problemas resolvidos. Assim deve funcionar a democracia, julgo eu. Não concordam?
PPD/PSD - 24983 - 56,41%
PS - 13752 - 31,05%
CDS-PP - 2001 - 4,52%
B.E. - 1086 - 2,45%
PCP-PEV - 738 - 1,67%

Pergunta simples

Agora que isto está ganho, a que horas é o próximo avião para o Brasil?

A frase da noite

João Loureiro: «hoje separou-se a justiça da política. E a política ganhou!»