17/12/2005

Contas para 2006

O burgo já tem orçamento aprovado para 2006. O investimento na indústria promete! Um parque industrial com um euro é piada ou é mesmo a sério?

Dar vida ao coração da cidade

Antiqua e Nobilissima, Viseu, cidade milenar, as suas origens perdem-se nas brumas do tempo. Aqui estanciaram os homens das idades remotas da pré-história e conviveram Celtas e Lusitanos; aqui se fixaram os Romanos e passaram povos invasores: Suevos, Godos, Muçulmanos...Viveu períodos nebulosos e trágicos sempre renascendo com o esforço do seu povo laborioso e tenaz, recuperando o brilho transitoriamente perdido.A sua gente participou activamente nos momentos mais altos da vida da nação, foi aos confins do mundo, mercadejar, combater, missionar...Foi pátria de D. Duarte, ducado de D. Henrique, inspirou Grão-Vasco.No seu rosto vestudo reflecte-se o testemunho da passagem de sucessivas gerações que nos legaram monumentos artísticos de todas as idades, felizmente poupados ao impiedoso desgaste dos séculos e à indiferença dos homens:
- As casas senhoriais, casas nobres, solares, mansões, dominadas pela beleza fria mas majestosa do granito, marcos da prosperidade das gentes destas terras;
- As janelas e portais manuelinos, um pouco dispersos por toda a parte, sobretudo nas típicas ruazinhas do velho burgo chegadas à sombra da catedral.
Por tudo isto e muito mais que Viseu tem apraz-me ler saber disto aqui. Oxalá venha a ser Viseu Novo e forma de trazer vida ao Centro Histórico, coração da cidade... porque quem não estima o passado dificilmente terá grande futuro!

Para os que de fora nos visitam


Viseu, a town right in the heart of Portugal, is surrounded by mountains of which Serra da Estrela is the most famous.Very old and noble, this town dates back to pre-historic times, the Celts, the Iberians, the Romans, the Moors, they all left their marks. It has lived periods of great turbulence, always recovering its strength thanks to its valiant people.The many archaeological and historic monuments are a vivid example of the great legacy left by many historical figures. Of the many monuments, we highlight- the cave of Viriato, octagonal shape, of Roman origin- the Cathedral, Museum of Grão Vasco, Church of Misericórdia, Aljube Tower.The many beautiful manor houses, in their granite majesty are also a trade mark of this town.The many green areas are beautiful and give a significant contribution to the quality of life this region has to offer. During the recent times, Viseu has grown immensely with an important commercial and industrial activity, becoming a truly European town in every sense.

Consulta Externa

Deixaram por cá um recado para espreitarmos isto. Pelo que leio, o diagnóstico é pouco reservado...

16/12/2005

Conhecer a cidade


E, esta espada incrustada na rocha, inaugurada em 1960 por ocasião do VI centenário do nascimento do Condestável onde fica? Deixo uma dica: a freguesia é Coração de Jesus!

Livraria em blogue

Mais um blogue no burgo. De livros e na praça... a acompanhar de perto!

Ruas da minha cidade


Viseu é pátria de gente ilustre que, inevitavelmente, deixou um legado importante na história da nossa cidade. A toponímia das ruas é um dos factores que atesta esta realidade, como é o caso da Rua D. Duarte, em plena zona histórica.D. Duarte, filho de D. João I e de D. Filipa de Lencastre, nasceu em Viseu no último dia de Outubro do ano de 1391 e foi o décimo primeiro rei de Portugal, tendo recebido o cognome de "O Eloquente", devido ao verbo usado nas obras que escreveu
O resto vem aqui, sobre a Rua de D. Duarte
(1921, segundo aguarela de Alberto de Sousa)

Questão filosófica

Aqui 32 anos depois afirma-se a elevada qualidade do ensino e da investigação que fazem com que a UA seja reconhecida nacional e internacionalmente... Por cá, não temos nenhuma UP mas já se sabe à partida que é de "excelência"! Como é que uma coisa destas antes de ser já o é?

Letra de Natal

Sobre o Café Rossio... correio dos leitores

Em tempos era obrigatória a gravata. Um dia um cliente que não usava gravata e não foi atendido...Voltou mais tarde e enfiou a gravata no café, uma vez que o café era para a gravata e não para ele. Pagou e saiu. Outros tempos! AB
Para além da sala de bilhares no 1.º andar, aquela parede de granito do Banco de Portugal, situada em frente do Café, estava coçada pela permanencia de estudantes em cavaqueira, a ver passar o pagode, estatuto que os mais velhos ganhavam, conferido pela tradição.
beirão
Caro Beirão! Pertenciam todos à SAPEV - Sociedade Anónima dos Polidores de Esquinas de Viseu. De Boa Memória!
Um Viseense

14/12/2005

Pobres... de espírito também!

Não temos dinheiro para a solidariedade social que deviamos ter nesta época natalícia e sobretudo para acabar com a desigualdade social ao longo do ano, mas por todo o lado, é só megalomanias... a àrvore maior da Europa, o Pai Natal maior do mundo...

Hoje na Batalha... 30 mts de Pai Natal e certamente milhares de desempregados!

As cores do nosso Grupo


Para já são estas...

Não temos mas pagamos...

A malta cá no burgo continua por aqui preocupada com o esquecimento a que somos sujeitos pelo Governo em relação ao TGV. Mas há uma coisa que desde já eu vos garanto que este projecto vai trazer para a região - as portagens na A25. Dúvidam?

Sem palavras

Mais uma vez e sempre pelas piores razões aí estamos nas primeiras páginas das notícias nacionais!
In Público (link não disponível): Os pais do bebé de Viseu vítima de maus tratos ficaram em prisão preventiva, depois da realização do primeiro interrogatório judicial, disse uma fonte do Tribunal de Viseu.
No
CManhã: Um homem de 22 anos, residente em Moselos, Viseu, foi detido ontem pela Polícia Judiciária (PJ) sob suspeita de ter violado e espancado a filha, de um mês e meio, que se encontra agora internada no Hospital Pediátrico de Coimbra em perigo de vida. A bebé foi hospitalizada na última sexta-feira e apresenta diversas lesões graves, incluindo hematomas e fracturas.
A Presidente da Comissão de Protecção de Menores de Viseu diz na TV que tudo foi feito correctamente. O resultado está à vista!

Boas sugestões para Viseu

Viseu pode-se tornar numa "cidade-piloto" para esse tipo de turismo específico, devido à sua posição estratégica no panorama nacional. Falo, de se tornar ambientalmente sustentável e energeticamente autónoma. Um primeiro passo, que poderá servir de exemplo é o complexo fotovoltaico de Moura, com capacidade para abastecer 60 000 habitantes de energia LIMPA, já para não falar, da quase inesgotável, fonte de matéria-prima para centrais de BIOMASSA, a nossa fantástica mancha florestal. Um complexo híbrido desse género daria a Viseu a vantagem e a diversificação competitiva necessária, para que, não só a nível turístico, mas igualmente a nível industrial, comercial e de bem-estar social, se promover, obtendo semqualquer tipo de dúvida, uma enorme margem de manobra perante,a cada vez mais acesa "guerra" pela sustentabilidade.
Hugo Vaz in
JN

13/12/2005

E, fora das normas...

Agora a sério e fora, sempre, de qualquer politiquice! Não é normal dar um murro num velhote de 81 anos, estacionar na cidade nos passeios, não respeitar peões nas passadeiras e outras tantas barbaridades que acontecem... não pode ser norma!

De acordo com as normas...

Decreto-Lei n.º 100/2003, de 23 de Maio (Alterado pelo Decreto-Lei n.º 82/2004, de 14 de Abril)

(...)
Artigo 2.º
Obrigação geral de segurança
Os equipamentos desportivos não podem ser susceptíveis de pôr em perigo a saúde e segurança do utilizador ou de terceiros, devendo, quando colocados no mercado e durante todo o período da sua utilização normal e previsível, obedecer aos requisitos de segurança do presente Regulamento.

Artigo 3.º
Entidade responsável
1 - Considera-se entidade responsável pelos equipamentos desportivos qualquer pessoa singular titular de cargo de administração, direcção ou gerência, conforme o caso, e pessoa colectiva de direito privado, bem como os dirigentes dos serviços ou organismos da administração pública central, regional ou local, directa ou indirecta, que assegure o regular funcionamento do espaço onde esses equipamentos se encontram instalados, bem como a respectiva instalação e manutenção.
(...)

As balizas do campo de futebol da minha xanta terrinha estão bem seguras! Quem é que move uns pneus deste tamanho? Nem pensem nisso!

Recordações do AJ (sugestão para os dias dos debates, digo eu)!

“O Pato Donald” nº 391 contém as seguintes cinco histórias mais extensas: “Cachorro da Fronteira” – Pluto e os sobrinhos do Mickey, Chiquinho e Francisquinho, investigam um misterioso roubo de galinhas, audaciosamente perpetrado pelo João Honesto – o lobo matreiro; ”Sossega, Leão” – a fada Sininho ajuda Dumbo, o elefante voador das orelhas grandes, a resolver um grave problema que ameaçava terminar com a sua carreira no Maior Espectáculo do Mundo, o Circo!; ”Animais Perdidos” – Banzé o cachorro vai à procura das suas irmãs desaparecidas e corajosamente colabora com a Polícia na captura de um ladrão de gatos ; “O Maior Tenor do Mundo” – Tico e Teco, os esquilos, incomodados com um novo morador da floresta, um esquilo praticante do Belo Canto, organizam uma festa barulhenta para a afastar o novo vizinho, o Signor Panza. Só vos digo que a coisa afinal não deu o resultado desejado.
O Pato Donald apenas aparece em algumas pequenas histórias, a apresentar a solução de um concurso, “Quem furtou as Tintas do “Pato” ?” e a anunciar para o número seguinte a divulgação dos nomes dos três leitores premiados, com assinaturas anuais do “Pato”, naturalmente !
O Pato Donald nasceu em 9 de Junho de 1934, uma Sexta-feira, dia 13 e habitualmente conduz um carro, com a matrícula 313, construído por ele próprio com peças usadas. Talvez isso ainda não herdou a fortuna do Tio Patinhas, não casou com a Margarida e tem que “aturar” três sobrinhos ?
Foi no filme de 1934 “A Galinha Sábia” (The Wise Little Hen) que foi visto pela primeira vez, embora como secundário. Deu nas vistas e em 1937 passou a estrelar a sua própria série de fitas com “Modern Invention”.
As revistas deste pato publicam-se em 67 países e as suas histórias foram traduzidas para 21 línguas, incluindo o Latim.

P.S. A capa deste “Pato”, datada de 5 de Maio de 1959, não mostra toda a família MacPato, se tiver curiosidade e quiser conhecer a Árvore Patológica e muito mais, vá por favor a:www.disney.com.br

“O Pato Donald” – Revista Semanal de Walt Disney, Editoral Abril, Ano X, Nº 391, 5/5/59, Edição para Portugal Esc. 2$50, Brasil Cr$ 7,00, 32 Páginas a 3 cores e capas coloridas.
donald

Café Rossio em Viseu

Este já não é do meu tempo mas certamente haverá quem se recorde de ali ter bebido um café!

Apesar do sol que nos ilumina

Preocupado? E tem razão para estar! Ele e todos os viseenses...

12/12/2005

Dúvida persistente

E, o Pai Natal existe?

Dúvida inteligente

Um miúdo de três anos, nu no banho, examina os seus testículos...
- "Oh mamã, isto são os meus miolos?"
- "Ainda não, querido...", responde a mãe

Falem bem ou mal, mas falem!


A publicidade à borla tem os seus efeitos...

mp3, não há duas sem três!

Mas o dia ficou indelevelmente marcado pela visita às ruas de Barcelos, em que foi alvo de uma agressão por parte de um ex-combatente "Oh vigarista! Vai assaltar o banco de Portugal para comprar armas para dar aos turras para atacar o Ultramar", lançou o indivíduo a Soares, antes de o agredir!
in DN

ANMP de novo com Viseu à frente

Esta também é uma boa notícia para Viseu. Com este espaço de influência oxalá o Pai Natal empurre o comboio e mais emprego para o concelho! Mas, ao mesmo tempo aqui perto, um magistrado do DIAP diz nos jornais o que todos ouvimos dizer nos cafés! E o CM noticiava no fim de semana que a PJ investiga 383 câmaras. O mandato não se avizinha nada fácil, não...

Natal solidário aqui ao lado

A Câmara Municipal de Mangualde, através do conselho local de acção social, está a recolher alimentos, roupa e brinquedos para distribuir pelas famílias carenciadas do concelho.
In Publico (link não disponível)

Natal com imaginação

"Quem está no exercício do poder deve ter imaginação. O dinheiro não é tudo. Há muitas coisas que podemos fazer, em prol dos outros, sem grande investimento!"
Telmo Antunes in
JN

João de Jesus... e a esperança de Natal

Só é pena ser sportinguista... mas também ninguém é perfeito! O resto aqui está bem dito!

11/12/2005

1 ano depois... nos Jornais Nacionais!

Quem diria, hem?

Um ano está passado, imaginem!

Ah, lembrei-me agora! O nosso blogue comemora hoje o seu primeiro aniversário. São mais de mil posts, muitos minutos ou horas agarrado ao teclado, algum esforço para manter um rumo, muita falta de ideias, enfim... não vou escrever mais nada sobre o aniversário do blogue! Teria que escrever alguma coisa sobre eu próprio e não vou cair nesse erro. Por vezes, acho que sou demasiado crítico. Ainda assim, comemore-se.

Acesso reservado


Estádio Fontelo, lado norte

Glórias doutros tempos no Fontelo


Painel de azulejos de Grão Vasco no Fontelo

Onde estou? Para onde vou?


Orientem-se jovens! Não se percam, por favor!

Há mais vida para além do futebol, sabiam?

Domingo de manhã, jovens, menos jovens e até grávidas, realizaram nas ruas da cidade e no frondoso Fontelo uma prova de orientação... Foi bom ver tanta alegria no Parque! Repitam mais vezes...

Ainda há Clubes que dão vida ao Fontelo

Vai para onde? Ou fica?

Informação não falta... Autocarro x, horário y, linha z!

Memórias dos tempos

Francisco Manuel Lumbrales de Sá Carneiro, faleceu em circunstâncias trágicas, nunca completamente esclarecidas em 04 de Dezembro de 1980. Decorridos 25 anos após a sua morte, o País homenageou este grande politico... e nós por cá, também!

O ramo de flores não falha!

Dinheiro! A mais nuns lados e a menos noutros!

Enquanto por aqui as luzes é uma alegria, por ali a "escuridão" produz notícias mais macabras!