25/03/2006

Mais Viseu na net


E, vale a pena darem aqui uma espreitadela!

Viseu na blogosfera

Mais um blog cá pelo burgo. E este é de pano!

Só pode ser fotomontagem!

Lenha para a fogueira

O técnico Rui Pedro Sobral Ferreira dos SF esteve indicado para 2.º comandante do Centro Distrital de Operações e Socorro de Viseu, o que motivou críticas de alguns comandantes de bombeiros, acabando por não tomar posse por decisão própria, responde a esses criticos aqui.

O contrário era de estranhar

As notícias que o presidente da Câmara Municipal de Viseu, Fernando Ruas, trouxe da reunião com os presidentes da EP (Estradas de Portugal) e da CP, foram ‘pouco animadoras’.
in
Noticias de Viseu

Por cá, a Feira é às Terças

Jornalismo local de qualidade

Este está com nova cara! Novo grafismo, mais funcional e intituitivo, numa palavra, excelente!

23/03/2006

Casos de sucesso

Sabia que isto é cá no burgo?
The most modern dental university in the world
When Universidade Católica Portuguesa (UCP) decided to set up a modern research institute and a dental school, they chose Planmeca as the supplier of the clinical equipment. The goal of creating an interactive ICT-based environment for teaching and practicing could be achieved only with Planmeca's integrated all in one information concept.
UCP took the initial steps toward creating a modern research institute and dental school five years ago. The main goal was to achieve excellence in learning using an approach that combines the one-to-one tutoring method and a flexible learning environment.

Quem te vê?

Dê uma vista de olhos aqui e veja como o IPV "roubou" a ideia! Dia 10 de Abril vamos ter mais TV! Ainda bem!

Sem comentários

No site do Glorioso a noticia é: "Esta quarta-feira, o Sport Lisboa e Benfica assina um protocolo de Cooperação, na área de Formação, com a direcção do Académico de Viseu Futebol Clube e com a autarquia local."
Por a coisa parece ser mais rebuscada! Os comentários são vossos, pois como sabem, sou benfiquista e portanto pouco isento na apreciação!

A propósito do vinho do Dão

Novo record!

Dom Divino

A União das Adegas Cooperativas do Dão (UDACA), com sede em Viseu, comemora, amanhã, 40 anos de existência. O ministro da Agricultura, Jaime Silva, preside às cerimónias.A data vai ser aproveitada para o lançamento de um novo vinho "Dom Divino", tinto e branco, ambos colheita de 2004.Mas não só. No dia do aniversário há também a inauguração do show-room, "um espaço aberto à cidade de Viseu e a todos aqueles que queiram conhecer e desfrutar do mundo dos vinhos", explica aqui Bruno Cardoso, do departamento de comunicação e marketing da UDACA.

22/03/2006

Balha-me Deus


Bou com o meu neto ao expaço Internet comprar o xelo do carro! Ele é que xabe como xe faz! Porra, inbentam cada modernixe!

É para rir ou para chorar?

O que faz uma gralha? Eles não querem correr pelo Governo, querem é correr com o Governo! E os da Vodafone também vão correr... são tão amigos das Finanças!

A história é complicada, aviso!

E a propósito do ViseuPolis!

Mais uma vez na TV

E por aqui Viseu está entregue às feras?

Finalmente

As margens do rio Pavia, numa extensão compreendida entre o Parque Urbano da Aguieira e os moinhos da Balsa (1150 metros) vão ser requalificadas. O projecto do Parque Linear, no âmbito do Programa Polis, foi ontem apresentado durante a cerimónia de adjudicação da empreitada que decorreu na Câmara de Viseu. A construção de um parque ao longo do rio com pontes e percursos pedonais, ciclovia, espaços verdes e restaurantes é a proposta para o local.
in
DRegional

Vale mais tarde que nunca

Fernando Ruas, presidente da Câmara de Viseu, vai exigir hoje, ao ministro das Obras Públicas, Mário Lino, uma tomada de decisão política sobre a construção da auto-estrada Viseu-Coimbra e a ligação ferroviária à Linha da Beira Alta.
in JN

20/03/2006

Todos agradecem


Amanhã se puder, plante uma árvore! A floresta e a vida no distrito agradecem...

Hem, quem é amigo?

E, isto até que pode dar jeito, sobretudo quando mudamos de telemóvel.

Em memória

Esta é uma perda para a ciência, para a filosofia e para o País!

Mas só para alguns!

A saga continua!

19/03/2006

Mais do mesmo

103 - 01.03.01 - Apoios Financeiros
No uso das competências previstas nas alíneas a) e b) do n.º 4 do artigo 64º. da Lei n.º 169/99, na sua actual redacção, que permitem deliberar sobre as formas de apoio a entidades e organismos legalmente existentes, nomeadamente com vista à prossecução de obras ou eventos de interesse municipal, de natureza social, cultural, desportiva, recreativa ou outra, a Câmara, considerando reunidos os pressupostos para o efeito, deliberou atribuir os seguintes apoios financeiros:

-dezoito mil seiscentos e noventa e quatro euros e cinquenta cêntimos, ao Académico de Viseu Futebol Clube, para apoio na aquisição de património;

Novas nomeações no burgo



Consta que em breve este vai mudar de mãos!

Sinais de Viseu

Uma Senhora da Beira e de Viseu por AJ


Miririta Casimiro, a “Maria Papoila”,
Em 10 de Outubro de 1914 nasceu, em Viseu, Maria Zulmira Casimiro de Almeida. O seu pai foi o famoso cavaleiro tauromáquico José Casimiro. Os seus irmãos Manuel e José eram praticantes da mesma arte. Apesar de ter ficado para a posteridade como a “Maria Papoila” a nossa conterrânea foi muito maior nos palcos, onde se estreou profissionalmente em 1935, na revista “Viva a Folia”, cantando alguns números e integrada na Companhia de Maria das Neves, no Teatro Maria Vitória.
Já desde miúda que cantava e encantava a família e os amigos. Em Lisboa conquistou o público ao interpretar canções tradicionais da Beira Alta, envergando a capucha castanha, feita de burel, das serranas e exibindo a pronúncia da região de Viseu. No ano seguinte fez um aplaudido travesti na peça “João Ninguém” e rapidamente obteve sucesso em revistas e operetas. Em 1941 casou com Vasco Santana e formou uma dupla de enorme êxito. Alguns anos mais tarde e depois de uma dolorosa e algo escandalosa separação, a nossa Mirita, passou a ser mal vista, no meio teatral e a sua carreira começou a desmoronar-se. Em Março de 1956 tentou a sua sorte no Brasil, para onde foi trabalhar e viver, sem grande nota. No ano de 1964 voltou a Portugal para trabalhar no Teatro Experimental de Cascais. Em Janeiro de 1966, inaugurou uma nova fase do seu trabalho, estreou-se em “A Casa de Bernarda Alba”, de Frederico Garcia Lorca. Voltou ao teatro mais popular e apesar de ter participado em vários projectos vocacionados para a fazer brilhar, “A Maluquinha de Arroios” – 1966 e “O Comissário de Polícia” – 1968, não conseguiu recuperar o anterior fulgor. A fatalidade bateu-lhe à porta, em 12 de Novembro de 1968, no Porto onde sofreu um grave acidente de viação. Impossibilitada de volta ao palco e deprimida acabou por desistir de viver, em 25 de Março de 1970, na sua residência em Cascais.
O filme “Maria Papoila” estreou-se em 15 de Agosto de 1937, no São Luís, em Lisboa:
“(...) Nessa história da pastora beirã que vem para sopeira em Lisboa, Leitão de Barros, consegui, em grande parte devido à genial criação de Mirita Casimiro (...), um retrato admirável da oposição do mundo rural, mundo da pequena burguesia urbana, com pinceladas fulgurantes para o microcosmos dos grandes pilares da ordem portuguesa de então: a família (quer da casa de Maria Papoila quer na do namorado), o exército (o rapaz dela é magala) e a Justiça, com a magistral sequência em que Maria Papoila se apresenta no Tribunal para salvar o magala, com o sacrifício da sua “honra”.”
João Bénard da Costa, in “Histórias do Cinema”, I.N.C. Moeda, 1991.
O filme termina no “quimboio” com o regresso à serra da Maria Papoila “mai´lo” seu “conbersado”, o magala Eduardo, o seu “Binte e Nobe”, e com a canção de Alberto Barbosa, José Galhardo e Vasco Santana, com música de Raúl Ferrão que soa assim:
Despedi-me das obelhas/Do meu pai, das casas belhas/Do lugar onde eu nasci (...)
AJ
“Maria Papoila” – 1937, Nº 7 da Colecção Anos de Ouro do Cinema Português – Livro e DVD, Realizador – Leitão de Barros, Textos – Fátima Lopes Cardoso e João Gobern, Design Gráfico – Luís Paixão, Capa – Tux & Gil publicidade, Fotografia – Lusomundo Audiovisuais e Colecção Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, DVD – Editado por Lusomundo Audiovisuais, Produção e Edição – TV Guia, Fevereiro de 2006.

Mais Viseu na net

Por aqui as coisas andam bem incendiadas...

Viseu na net

Problemas bicudos, como o desemprego por exemplo, já eu sabia que tinha! Mas agora, Viseu também passou a ter ovos quadrados...

Só para matar saudades