20/05/2006

Ainda o futebol

Em véspera do início do Mundial de Futebol a livraria convidou João Luís Esteves para falar do desporto rei no dia 24Maio pelas 21h30... Passe por lá e leve o apito (o orador é lagarto assumido...)!
ET:
Aquela do Nuno Gomes hoje na RTP1 dizer que "como o país está em crise e as coisas estão más ainda é bom o futebol dar umas alegrias às pessoas" deixou-me de rastos... E, porque não Fátima e Fado?

Mundial 66 - o 13 da pantera negra

116 – Marcado, temido, visado pelos adversários, o maior rematador do torneio foi de estoicismo extraordinário. De ligadura na cabeça, Eusébio vai reentrar em campo, no jogo com a Hungria, manifestando a sua fibra de atleta.

Portugal no Mundial de Futebol de 1966, Colecção de 128 cromos, fotos de Nuno Ferrari e António Capela, textos de D. Ramos, Editorial Íbis - Colecção do AJ

Nota:
40 anos depois! Porque motivo as réplicas da camisola do Pantera Negra, à venda nas lojas do Sr. Belmiro, não exibem o seu número - o 13?
Aceitam-se respostas!

O amanhã começa agora

O reforço da inovação e da competitividade e a formação de recursos humanos destacam-se entre as propostas das prioridades estratégicas para Região Centro para o Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) 2007-20013 que, ontem, foram apresentadas pelo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC). in JN
Viseu tem que acompanhar de perto este assunto ou uma vez mais terá que aceitar o que "outros" acharem que é melhor para nós, isto é, pouco ou nada! Para quando um Plano Estratégico? O Presidente do CEC já o afirmou de essencial, o Presidente da GAMVIS já o aconselhou como fundamental mas a discussão tarda a surgir. Não será necessário que se aglutinem vontades e ideias à volta desta necessidade? O tempo inexorávelmente não para e o futuro não esperará por Viseu se a cidade e os viseenses não o reclamarem...

Associativismo pela vida

Viseu conta, a partir desta semana, com uma nova Associação de Defesa e Apoio à Vida (ADAV), constituída em escritura pública. A Associação de Defesa e Apoio à Vida - Viseu tem como finalidade “o apoio, a defesa e a dignificação da Vida Humana, desde a fecundação até à morte natural, promovendo a qualidade e valor do ‘arco inteiro’ da sua existência”. A associação, nascida da iniciativa de um grupo de cidadãos “preocupados com o ser humano e os ataques a que a vida é continuamente submetida”, está aberta a todos “quantos concordarem com a sua finalidade primeira”.
ADAV

Viseu na blogosfera

Passeando pela net descobri esta ave azul viseense...

19/05/2006

Um travão necessário

E já não era mesmo sem tempo tomar medidas destas aqui...

O Dínamo está cheio de corrente...

Amanhã há aqui desporto para os "cotas"!

Um olhar sobre a cultura viseense

(...) De facto falta em Viseu um espaço público com projecto e com um plano funcional capaz de servir como palco multifacetado na apresentação regular de trabalhos artísticos pluridisciplinares, sobretudo de jovens. O executivo municipal deveria estar atento a esta necessidade e empenhar-se politicamente nesse sentido, construindo de raiz uma infra-estrutura com estas características - um centro cultural, se assim lhe quisermos chamar, gerindo-o directamente e de forma profissional. (...) Entendo que o Teatro Viriato e o Museu Grão Vasco, por aquilo que representam ou deveriam representar na vanguarda de acções desta natureza, não têm conseguido desempenhar esse papel. No primeiro caso não encontro explicação para que tal aconteça, a não ser uma aposta deliberada numa programação mais erudita que traz à cidade projectos exteriores de qualidade. (...) No caso do Museu Grão Vasco as limitações de gestão são publicamente conhecidas e (...) Aquele museu reduz-se hoje a um depósito do passado com os horizontes completamente quartados para projectos mais arrojados e de maior vanguarda. Entendo que os direitos culturais são, no século XXI, fundamentais no exercício da cidadania e devem ser entendidos como os novos movimentos sociais de vanguarda deste século, cabendo às colectividades exigir e reivindicar o seu respeito e valorização. Os viseenses devem exigir esses direitos, não o fazendo, alienam uma parte importante da sua capacidade de realização como cidadãos.
Alexandre Pinto in Jornal do Centro

Olha lá, estás a pensar em ficar desempregada?

(...) Em maré de debates e de reflexões, é importante que se olhe ainda uma outra realidade: Será que a cidade, o concelho e a região têm capacidade para tantos espaços comerciais disponíveis? A actividade comercial da região tem que ser pensada à séria.
Isabel Nogueira in Editorial - Jornal do Centro
ET: Afinal quem assina o Editorial é a "chefe", a Emilia Amaral, daí a voz grossa...

Nem duma maneira nem doutra

“A esta região nunca nada foi dado de mão beijada”
António Amaro in
Jornal do Centro
Diria mais, e mesmo sem ainda ter tido tempo para elaborar a tese, que a esta região nem mesmo quando uns e outros andaram a dar beijos nas mãos conseguiram alguma coisa!

Passe a publicidade

Na livraria não há só bons livros e momentos memoráveis de tertúlia... também há programas para todos os gostos e boas causas!

Uns a mais e outros a menos

O leitor no DRegional queixa-se do caixote do lixo que tem à porta e pede para a CMV lhe retirar o "atentado" que a foto mostra do local. Será que o Presidente da Junta da minha "xanta terrinha" não pode ir lá buscá-lo para o colocar no meu bairro? Faz já seis meses desde o último fax que lhe mandei a pedir "esse favor"!

Até o "Bispo" reclama o comboio


In Jornal da Beira

A luta continua aqui... hoje já somam 333

Xarope para a gripe

- Deixa cá ver se caiu uma pinga deste "xarope para a gripe"!
(Viseu, Séc XXI, tirada pelo meu "campeão")

18/05/2006

A fechar o dia

Aconselho-vos este passeio por aqui...

Na Senhora dos Remédios

E, por aqui perto as coisas andavam agitadas... e continuam!

Nem tudo é para acabar...

A criação destas três USF (unidades de saude familiar) são boas notícias para a cidade e para os viseenses!

Funiculando a realidade

Ficção: acto ou efeito de fingir; criação da imaginação; invenção fabulosa; coisa imaginária; fantasia; dissimulação; artifício...
Ironia: figura de retórica que exprime o contrário do que as palavras significam e que serve para depreciar ou engrandecer...
A mistura dá
coisas assim!

Agradeço o incentivo

Ena pá, com esta até me babei todo...

Onde é que eu já vi isto?

Nasceu ontem em Felgueiras uma nova colectividade, o Clube Académico de Felgueiras (CAF), que substituirá o FC Felgueiras, que já entrou em processo de falência. (...) O CAF iniciará a competição na II Divisão Distrital, contando, diz Eduardo Teixeira, que “Câmara Municipal de Felgueiras veja este projecto com bons olhos”.
in
O Jogo

17/05/2006

Imagens doutros campeonatos

O Mundial está à porta


Mundial de Futebol de 1966
Oitavos de Final
Hungria - Portugal

Manchester
Quarta-feira, dia 13 de Julho de 1966

Equipa de Portugal: que venceu a Hungria por 3-1.
Formação: Carvalho; Morais, Baptista, Vicente e Hilário; Jaime Graça e Coluna; José Augusto, Eusébio, Torres e Simões.


OTTO GLÓRIA
Treinador da selecção, grande conhecedor dos segredos do futebol e elemento de acção fundamental no êxito da tarefa.

MANUEL DA LUZ AFONSO
Seleccionador nacional de futebol e homem sobre cujos ombros recaiu uma grande responsabilidade. Felizmente esteve perfeitamente à altura dela.


Portugal no Mundial de Futebol de 1966
Colecção de 128 cromos, fotos de Nuno Ferrari e António Capela, textos de D. Ramos Editorial Ibis
Enviado pelo AJ

Filme caseiro

Por aqui o nosso ilustre viseense está de novo em exibição...

Dão virtual

Estamos a quantos hoje? 2 de Dezembro?

É bom ter companhia

Ultimamente esta "aldeia" parece mais uma metrópole... e deste lado de Viseu ultimamente não faltam pontos de vista! A blogosfera mexe...

Coelho frito...

Silgueiros, terra de bom vinho anda aqui à nora com a água!

Tolerância zero

Por aqui a CDSR faz o balanço dos acidentes. Ao que se diz os valores diminuiram (tal como o número de elementos da Comissão, ao que me consta) mas números são números e estes dados só têm significado quando apresentarem o valor zero.

A pedido

À borla e isento de IVA aqui fica a divulgação:
- O Romao que nos convida para esta maratona em BTT
aqui e
- O João Silva que nos dá conta que vai decorrer no dia 3 de Junho do Salão Nobre da Junta de Freguesia de Ranhados uma Noite de Fados. Entrada 7.5€. Reservas: 963852407

16/05/2006

Será verdade?

Constou-me que afinal o Museu Virtual do Viseu Digital que vai ser apresentado no Museu Grão Vasco é só o protótipo... para a versão final devem faltar mais €!

Na bicha da porca e no número da porta

E, por aqui anda uma estranha guerra de números!

Bons sinais

Vá lá, pelo menos aqui nem estamos mal classificados!

15/05/2006

Dão-lhe pra aqui! Mas podia dar-lhes para pior!

Agora com isto é que os nossos ilustres representantes se vão fartar de apresentar projectos para a região... o primeiro deve ser este!

Dúvida virtual

347 - 01.06.01 - Da iniciativa do Senhor Vereador Hermínio Loureiro de Magalhães, esteve presente a proposta de 06-04-06, (I.04978/2006), relativa ao assunto em título, em que na sequência da autorização do início da participação financeira do Município no Projecto ViseuDigital, através da deliberação de Câmara n.º 1452, de 29 de Dezembro de 2005, a Câmara deliberou autorizar a despesa até 217.724,00 euros, para efectuar os pagamentos mensais (9.071,00 eurosx24 meses) correspondentes aos encargos comuns: da estrutura, fundamentalmente os custos com o pessoal), do Portal Regional, Governo Electrónico (centro de contacto, sítios Internet, intranet, gestão documental) e Data Center. (...)
E, já agora, será que podemos conhecer esses custos de pessoal? Qual é o vencimento dos quadros ali instalados, pode-se saber?

Não apertem muito comigo, ok?

A pedido de várias famílias já desliguei a música... quem quiser ouvir tem de clicar! As queixas de isto estar lento e dar erros... pois, nem eu sei como resolver isto! Estou a esforçar-me para encontrar a solução...

E a propósito de fenómenos...

Com papas e bolos se enganam os tolos... quem pagou foi o meu Glorioso, certamente!

(enviado pelo fotografo de serviço, o AJ)

Analisando o fenómeno

"Mourinho, porquê tantas vitórias. Metodologias, rupturas e mudanças."
Dr. Bruno Oliveira, Dr. Nuno Amieiro, Dr. Nuno Resende, Dr. Ricardo Barreto
Terça feira, pelas 21h30m no Auditório da Escola Superior de Educação de Viseu

Ditados antigos...

A Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) tem em curso uma acção de fiscalização minuciosa a cerca de 200 lares de idosos de natureza privada, apurou o DN. A acção de fiscalização tem âmbito nacional, mas centra-se essencialmente em cinco distritos do Continente: Lisboa, Porto, Leiria, Santarém e Beja. In DN
E Viseu não estará na lista? Consta-me que há por aí uns misericordiosos sacos azuis sob investigação! Já a minha avó me dizia, não há provedoria sem comedoria...

14/05/2006

A toupeira não tem a mesma visão da águia!

As viagens de avião entre Bragança e Lisboa custam 18 por cento menos, a partir de hoje, com o início das operações da Aerocondor nesta rota. A viagem de ida simples de classe económica Lisboa/Bragança passa dos anteriores 62,85 euros para 51,28 euros. A empresa de aviação Aerocondor assegura as ligações aéreas entre Bragança e Lisboa a partir de hoje, substituindo a operadora OMNI. Serão efectuados dois voos diários de ida e volta, de segunda a sexta com horários que permitam aos passageiros deslocarem-se a Lisboa e permanecer neste destino cinco horas no período de Inverno e sete horas no período de Verão. E porque não Bragança - Paris?
E, por cá? Quanto custa a viagem de carro Viseu - Lisboa? E um aérodromo sem movimento quanto custa ao erário público? Porque não copiamos o exemplo de Bragança?

Ciclovia... quase pronta!

Meia aberta... meia fechada!

Sem seguro de vida a coisa é mais dificil...

E a poluição no rio?

Onde se lê...

Não façam confusão... o "Bispo" refere-se à inteligência e ao saber académico, ok?

Resenha de Imprensa

Ideia gamada aqui... Depois admiram-se que Viseu que tem esta visão nos "locais" saia nos "nacionais" pelas piores razões!

Arrotar é heresia?

Lembram-se do Viseu Informação? Esta publicação suspensa em Agosto de 2002 dá agora sinais de vida por aqui. Mas, antes de clicarem, deixo-vos aqui o aviso: o autor e ex-proprietário daquele pasquim, continua azedo... mudou o figurino mas mantêm o texto!

Boas práticas

O JN traz-nos a noticia dos "novos ginásios" em Viseu, e pelo que leio, são também pistas para os "aceleras e xunings", o que é triste registar. A afluência de pessoas a caminhar ou a circular de bicicleta é tanta, que a zona já foi baptizada de "Ginásio do Povo", diz o JN e eu acrescento que, na minha opinião, o termo povo aqui não deverá ter sentido depreciativo... acho que é uma atitude muito saudável e uma dimensão moderna que a cidade ganha! Nem sempre com a regularidade que devia, mas confesso-me parte desse povo.