10/06/2006

Bota aí o cheque... tenho que ir para Aveiro!


Por cá, nesta cerimónia pública os cheques passados totalizam cerca de 2 milhões de euros... Viseu Digital e Siemens, SA vão espalhar Kms de fibra óptica com fartura pelo distrito, mas desconfio que nem um centrimetro será a favor dos cidadãos. A ver vamos... E, digo isto, porque enquanto por cá se discutem "sucessivos modelos adiados de UP" um dos quais numa parceria estreita com a Siemens, aqui ao lado foi criado um Centro de Investigação e Desenvolvimento nas instalações da antiga fábrica de moagens de Aveiro através da assinatura de um acordo entre a Universidade de Aveiro e a Siemens. Para Viseu, este modelo não era viável, mas já o é para Aveiro e ainda por cima levam cheques daqui... Sabem o que é que o meu avô chamaria a estes politicos locais? Isso mesmo!

Dia de Camões... Dia de Portugal

Hoje, para comemorar o Dia o AJ manda-nos esta reliquia...

Ao menos um destes...


The steam railway at Viseu de Sus is the most remarkable railway heritage attraction in Romania and indeed, in Eastern Europe. Starting from a small logging town, it runs up a beautiful roadless valley for 50km, run by old steam engines that still do real daily work.

E esta, hem?


O Jornal das Beitas titula esta semana que "a Cava de Viriato está no mais preocupante abandono e que VISEUPOLIS vai intervir". O artigo refere o que aqui há muito tempo já se aponta: "A Cava está transformada num vazadouro de lixo" e se passar os olhos aqui rápidamente se aperceberá do problema que ali se vive! O Vice do burgo, afirma no jornal que "ainda este ano será feito o lançamento de algumas das obras prioritárias". Esperemos que assim seja. Já em 2002 o DN trazia essa noticia!

Momento fotográfico

No debate sobre os "Novos Desafios do Comércio Urbano" promovido, esta semana, pela Câmara Municipal e Associação dos Comerciantes do Distrito de Viseu (ACDV) ainda há quem tenha dificuldade em explicar "velhas ideias"!

09/06/2006

Ainda do comboio que não temos

Em tempo: Já em 23 de Maio tinha saído isto, no site do Sindefer!
"A ADFER (Associação Portuguesa para o Desenvolvimento do Transporte Ferroviário) está a discutir, em três sessões consecutivas, a problemática do futuro aeroporto da OTA. Propomos que os Debates seguintes, passem dos Aviões aos Comboios animando a discussão de um tipo de Desenvolvimento de Transporte Ferroviário no Interior do País.

Perante os investimentos da Refer na Linha da Beira Baixa e os estudos da administração da CP de reduzir e desqualificar serviços nessa mesma linha; perante uma cidade como Viseu, a maior do interior do País, sem acesso por comboio e o estudo da administração da CP para o fim dos Intercidades directos à Guarda além da desqualificação do material ferroviário, não seria despiciendo que a nova direcção da ADFER, optasse pela organização de tal debate!"
beirão, 09/06/06

Na livraria, um ano depois

Inexorávelmente o tempo não para e no passado dia 21 de Abril as conversas quinzenais sobre ciência, que a livraria tem vindo a promover, fizeram um ano! Louvo a preserverança e a coragem desta malta que insiste em manter este espaço e esta filosofia na cidade. Hoje, há mais conversas na livraria com Guilherme Valente, editor da Gradiva que vai lá estar a de ciência, do projecto/colecção “Ciência Aberta” e da sua editora - a Gradiva.


Xou o maior!

Esta malta aqui lembra-me que "o deputado Jose Cesario não foi eleito pelo circulo de Viseu mas sim pelo circulo Fora da Europa e que à margem destas polémicas se encontra a participar nas comemorações do 10 de Junho em Macau onde se desdobra em visitas e entrevistas quer ao canal portugues da TDM quer aos jornais locais. Axim xim... bale a pena xer deputado!

Não façam de nós parvos...

Leio aqui que "A Lusitânia - Associação de Desenvolvimento Regional e 12 municípios do distrito de Viseu assinaram, ontem, com a empresa Siemens, SA, contratos no valor global de 2,1 milhões de euros que vão viabilizar o lançamento de infraestruturas de banda larga no âmbito do projecto ViseuDigital.
Atentem bem no "paleio" usado para justificar 2 milhões de euros:
"O ViseuDigital, e tudo aquilo que o mesmo implica, constituem o elemento agregador e dinamizador da Rede Regional. Neste contexto o ViseuDigital define-se como uma aliança pró-competitivaentre a administração pública local, o sector privado, organizações não lucrativas e cívicas e organizações científicas com o objectivo único do desenvolvimento económico da região. A Lusitânia – ADR e o ViseuDigital materializam a Rede Regional de Desenvolvimento Sustentável, actuando como uma organização não lucrativa, desenvolvendo actividades em torno de objectivos comuns. As diferentes actividades desenvolvidas no seio da Rede Colaborativa visam cumulativamente o desenvolvimento económico e a melhoria da qualidade de vida futura dos diferentes agentes. Assim sendo a realidade empreendedora da Rede Colaborativa passa pelo desenvolvimento de diferentes projectos característicos da sociedade do conhecimento em que estará sempre patente uma visão de longo prazo." Perceberam?
Só no Município de Viseu o montante de investimento será de 215.384,30€ para 13 sites ligados por fibra óptica. Para já, ganha com isto a Siemens que, logo de seguida, vai instalar em Aveiro um centro de I&D. Viseu, para alguns é mesmo um "paraíso"!

08/06/2006

Aqui a cultura convida-nos

Explicação simples

Para a falta de actualização, a razão é esta... a coisa tem estado dificil!

Correio dos leitores

Convem aqui realçar algumas das afirmações feitas nesta Carta Aberta, pois os princípios defendidos também se aplicam por inteiro ao que se vai passando em Viseu, onde interesses partidários conjunturais se sobrepôem sistemáticamente ao interesse geral.
"...Um deputado por um círculo do interior do país que se dá ao trabalho de questionar as poucas obras com as quais esse mesmo interior é raramente contemplado, atrofia-me a mente e não consigo compreender ..."
"Seguramente, o nosso papel como políticos só se justifica enquanto no mandato para o qual fomos eleitos, formos capazes de servir a causa das pessoas que nos elegeram. Caso contrário, nem sequer fará sentido, aquilo que julgamos representar...
Na política não vale tudo Sr. deputado!..."

Há treinos aqui perto

Viseu em poema

A carvão...

Afinal já há estação ferroviária, mas é aqui. Para haver uma por cá, há que continuar a insistir nisto!

E a SAD? Desapareceu?

E, como já se esperava começam a revelar-se por aqui as "farminhóquices" do futebol local...

Zumbidos...

E a ser verdade o que esta mosca conta...

Sinxeramente...

Quando por aqui se mete a foice em seara alheia... dá nisto!

05/06/2006

Nós por cá


Foi assim que ela nasceu... Hoje embora virtual, tem direito a reportagem televisiva da SIC e dá origem a pensamentos profundos como aquele de que "vale mais uma má rotunda que um bom cruzamento"! Pegando na analogia, diria mesmo, vale mais um pássaro na mão que um pontapé no cú! "Nós por cá", continuamos na TV pelas piores razões...

Ainda sobre o comboio (e não só)

Quando presidente da CP (Crisóstomo Teixeira) equacionou e bem a ligação a Viseu:
"É opinião do Sindefer que os investimentos previstos para a modernização da Linha da Beira Baixa (Castelo Branco, Covilhã, Guarda), revertam a favor da ligação ferroviária a Viseu. Não se justifica com a A 23 gratuita, qualquer novo investimento na Linha da Beira Baixa que não seja para mantê-la operacional. Chega de disparates que custam caro!"

Neste site têm saído algumas notícias sobre este assunto. Mas hoje vai mais longe, com o importante apoio expresso do SINDEFER, claramente pondo em causa o facto de só se olhar (investir ) para "aquelas bandas", negligenciando outras opções mais estruturantes. Mas continuo a pensar que não é utilizada a melhor forma de tratar este assunto de tão grande importância para Viseu. E não será só pela via do "ataque político-partidário directo" que se conseguirá o objectivo. Esbarra na maioria e na corda sensível de quem manda e de quem tão bem tem conduzido desde há muito o fortíssimo lobi daquela região, com os resultados que se conhecem. Ao invocar-se, por ex., a falta de ajuda dos deputados socialistas, estamos a reconhecer implicitamente que as ditas "forças vivas" da cidade não se entendem, que não há uma estratégia conjunta para atacar o problema, enfraquecendo e expondo a nossa posição, dando assim "razão" aos seus detractores. Até pode ser que dê mais votos pessoais ou à cor local dominante, mas seguramente não conduzirá, por essa via, aos resultados que tantos desejam!
Beirão por email

Tirem-me deste filme

Desculpem lá, mas esta é sem comentários!

À procura dum lugar celeste

Afinal, já estamos para lá da fase do "imaterial", entrámos mesmo na fase do espiritual... um dia sai uma beata na Sé, no outro uma catedral em Ribafeita, no outro um Santuário aqui! São, provávelmente, apostas no futuro... sabe-se lá o que nos espera!

Turismo politico

Afinal, as viagens "para troca de experiências" estão a entrar na moda... não é só por cá!

Embandeirar mas como deve ser

É bem lembrado isto!

Desistir? Nunca!

Por aqui reclama-se o kamboio... e por aqui também! E, aqui idem!

04/06/2006

Feias, Porcas e Más

A exposição Feias, Porcas e Más de Paulo Medeiros está patente na Galeria Principal da Delegação de Viseu do Instituto Português da Juventude durante todo o mês de Junho. Depois de ter estado no Museu de Vouzela chega, finalmente, a Viseu esta mostra de quadros que constitui uma só colecção e que despertou bastante curiosidade e interesse.
Esta é, então, uma oportunidade que nos permite apreciar uma exposição de pintura denominada Feias, Porcas e Más e que o seu autor define como:

"Feias, porcas e más não pretende ser nada de depreciativo (muito pelo contrário). Só vem pôr em destaque o reverso da conversa. Rotulando algo ou alguém de feio, porco ou mau estamos a utilizar os conceitos subjectivos de beleza, limpeza e bondade. Existem muitos estereótipos camuflados em
boazonas deliciosas, bem cheirosas, mas completamente atormentadas por terem sido contempladas com um QI atijolado, único obstáculo a uma liderança indiscutível, detectável apenas quando começam a emitir ruídos, alguns transformados em frases, com sentidos profundos só comparáveis a desabafos de alguém em estado terminal ou de agonia".

Se dúvidas havia...


Diz -se por aqui que "o representante do Papa, no acto de Beatificação de Madre Rita de Jesus, congratulou-se por poder estar mais uma vez em Viseu,(...) a cidade, que disse conhecer ‘muito bem’ encantou-o, de novo, pelo seu acerbo histórico, enriquecido, quotidianamente, porque tem ‘sabido manter e cultivar as tradições’. A cultura e o ‘seu famoso conjunto arquitectónico, um dos mais valiosos do país, fazem de Viseu uma cidade ímpar’, reconheceu.
O AJ manda-nos hoje, prova disso mesmo!

Promoções a pedido

Tendenciosamente, aqueles que não aceitam Viseu como cidade franca, amiga, hospitaleira alcunhando-a de “ cão sim, homem não,” são frequentemente ridicularizados pela realidade viseense.
Fernando Abreu in Noticias de Viseu

E multas, não é preciso?

Enquanto por aqui finalmente retiraram o lixo, por ali continuam a passar os chicos-espertos!

Contrastes

Enquanto por aqui há maus exemplos, já por ali é só maravilhas!