02/09/2006

Postais da Cidade - 10

Panorâmica - o "monstro" vê-se bem!

Para rir e tomar às colheres

Uma das propostas aqui incluídas no Programa Nacional de Alterações Climáticas (PNAC), prevê a redução da velocidade média nas auto-estradas de 120 para 118 quilómetros por hora. E, elegemos nós cabeças destas, hem?

Quem não é visto, não é lembrado!

Ora, aqui está uma coisa que, na minha modesta opinião, devia ser uma imagem de referência da feira mas que passa por ser apenas uma iniciativa isolada... Enfim, lá devem ter as suas razões!

O resto é paisagem...

E, por aqui, como já é de esperar, há maus sinais para a região!

Realidade virtual

As Empresas e Associações Empresariais Beneficiárias Aveiro Digital, organizam, na próxima Segunda-feira, 4 de Setembro, às 18h00, uma Conferência de Imprensa, para dar a conhecer a iniciativa «Aveiro Digital: Negócios Reais...Serviços Digitais», onde serão divulgados os produtos e serviços criados para a qualificação e competitividade do tecido económico da Região. Por cá não se me consta qualquer inciativa neste campo, mas se estiver, deixo aqui uma dica para título: "Viseu Digital: Serviços Virtuais...Negócios Reais (pelo menos para alguns!)

A visitar

Está patente na Galeria de arte Espaço Público, em Viseu, até ao dia 6 de Outubro a exposição individual de pintura e escultura do artista plástico Luís Queimadela, que apresenta 13 pinturas e oito esculturas da sua mais recente criação.
A galeria de arte Espaço Público fica aqui.

E, Viseu fez o quê?!

No programa de combate à desertificação regulamentada no final de 2001, merece destaque uma medida fiscal dirigida a particulares: isenção do Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis para jovens entre 18 e 35 anos, na compra de habitação própria e permanente. Além deste benefício pouco divulgado, alguns municípios aplicam taxas reduzidas de Imposto Municipal sobre Imóveis e incentivam a natalidade, etc. A lei prevê ainda a isenção de IMT aos jovens que comprem casa nos 174 municípios abrangidos pelo programa contra a desertificação. Mangualde, Nelas, S. Pedro do Sul, Sátão são alguns dos exemplos de municipios que aplicam esta lei. E Viseu? Ah, tem jovens a mais? Está explicado!...

01/09/2006

Postais da Cidade - 9

Vista da Sé

Feira parca

Já foi franca... em tempos!

Por terras do Dão

O melhor que nos "Dão" vai estar por aqui.

Exemplos a copiar

E, quando é que a Biblioteca Municipal de Viseu conta com uma coisa destas?

Faça obras em casa

Noventa e quatro fogos, três deles localizados no centro histórico, vão ser recuperados este ano em Viseu no âmbito do Programa Municipal de Apoio Financeiro para a Recuperação de Habitações (Prohabita). As candidaturas aprovadas correspondem a uma comparticipação municipal, a fundo perdido, superior a 205 mil euros.
in JN

Nada a fazer...

Este aqui está admirado pela forma como se gasta dinheiro para nada... Claro, não é de cá!

Recordações doutros futebóis

Por aqui mostra-se o CAF doutros tempos...

31/08/2006

Já ouviram falar nisso?

Constou-me que a "Gazeta Desportiva", lançada com tanta pujança está em riscos de fechar portas após a sua terceira edição. Porque será?

Postais da Cidade - 8

Fonte do Rossio

Nos ares

No fim de semana vão voar por aqui...

Estudos de mercado

E, já agora, o que pensam disto?

Até que enfim...

Diz-se aqui que finalmente estão a iniciar a limpeza da zona da Cava! E as manchas do pavia têm isto como causa!

Uma opinião sobre o burgo

O Alexandre deixa aqui a sua visão sobre Viseu... e tirando um ou outro erro de teclas, a fotocópia não fica diferente do original!

Postais da Cidade - 7

Portão (da máquina digital do AJ)

Simplex?

Oops... isto está meio complicadex!

Estratégias

Por aqui continuam a haver problemas de segurança mas isto é muito mais lucrativo!

A vê-los passar...

Leio aqui que "na sequência do concurso público lançado pelo Estado Português para garantir a manutenção das rotas Lisboa/Bragança e Bragança/Vila Real/Lisboa, foi adjudicada a exploração dos referidos serviços à transportadora aérea ATA – Aerocondor Transportes Aéreos, S.A. (...) Com a celebração do referido contrato, que representa para o Estado um esforço financeiro anual até 998.132 de euros no primeiro ano de exploração, 1.027.385 de euros no segundo e 1.056.313 de euros no terceiro, são garantidos serviços aéreos regulares entre Lisboa/Bragança e Bragança/Vila Real/Lisboa, através da operação de duas frequências diárias de ida e volta, com escala intermédia em Vila Real, a operar de segunda a sexta-feira. A operação será assegurada por uma aeronave Dornier, Modelo 228, com uma capacidade máxima para 18 passageiros, e uma outra aeronave de back-up, da mesma marca e modelo com capacidade de transporte de passageiros semelhante.
Lisboa, 29 de Agosto de 2006
Já agora, alguém me explica porque é que o Estado faz este investimento nestas carreiras aéreas destas cidades e Viseu nem um voo têm? Para que serve o aérodromo municipal de Viseu?

Vultos de Viseu


José d’Oliveira Berardo
Foi uma das primeiras ilustrações de Viseu e distincto escriptor publico. Nasceu no lugar de Pinheiro, freguezia de Santos Evos, concelho de Viseu, no dia e de Junho de 1805 e expirou a 26 d’outubro de 1862 na Casa do Cruzeiro, em Viseu, junto da bella avenida do paço episcopal de Fontello. (…)
Pedro Augusto Ferreira no “Portugal Antigo e Moderno – Dicionário”, Lisboa 1890.
(…) Eis o nome do homem mais afamado e mais excêntrico que Viseu teve até hoje, durante este século…Foi alferes de milícias durante 9 annos preso como afecto ao liberalismo, percorreu por espaço de três annos (1828 a 1831) as cadeias de Mangualde, Viseu, Almeida e Relação do Porto… Em 1835 era Berardo eleito vereador municipal. Desde 1836 a 1839 exerceu o cargo de de administrador do concelho. Em 1884 é nomeado mestre de história sagrada e eclesiástica para o seminário diocesano visiense; mas, sendo acusado de lutherano e calvinista, (?) breve teve de resignar. Presbytero aos 40 anos, foi elle o primeiro reitor do lyceu visiense, chegando à dignidade de cónego (…) Segundo a tradição popular, Berardo nada ignorava! Era peleographo, latinista e antiquario, archeologo, jurista, naturalista, philologo, medico, engenheiro, mathematico. historiographo , theologo, philosopho e músico!... Uma verdadeira encyclopedia encadernada em saragoça de Gouveia (1), ferrenho e fortemente agarrado ao dogmatismo e infallibilidade das suas opiniões; (…) (…) Certa noite, recolhendo à casa do Cruzeiro, encontrou o portão do pateo fechado e lá dentro havia toques, descantes e danças populares. Elle berrou, mas o seu enorme vozeirão pedia-se naquelle labirinto de sons. Então volta convenientemente a região lombar e firmando-se no bengalão despede alternadamente as suas tremendas botas. Como aríete das guerras medievaes batendo em cheio na muralha, três vezes se ouviu – pá! A tranca chiou, gemeu e estalou ao terceiro embate, deixando rodar a porta rápida e estrondosamente até o coice, no meio do silencio produzido de repente, do assombro e do receio causado pela apparição súbita da figura membruda e hercúlea do padre Berardo. (…)
Júlio Teixeira no “Almanach de Viseu”, 1884 - Citado por Pedro Augusto Ferreira no seu Dicionário acima.
1 - Tecido grosseiro produzido em Gouveia e no seu concelho. Na época existiam na villa e concelho 27 fábricas de lanifícios.
Diz-me o AJ que a Rua, para quem não souber, fica nas traseiras do antigo Liceu, hoje Escola Secundária Alves Martins.

Talvez um dia... voltes a ser Pavia


A "bandeira de tanta campanha" parece ter, mais uma vez, estar esquecida. Por aqui já não se admira a coisa... e nem sequer as crianças o pintam doutro modo, infelizmente! Quando é que poderá voltar a ser pintado com palavras destas?
(Foto gamada aqui)

30/08/2006

Cantas bem, mas...

Para os que se queixaram que não conseguiram ler a entrevista "farminhónica" aqui fica o link da mesma... e por aqui já há quem não se deixe enganar!

29/08/2006

Postais da Cidade - 6

Sé - Vista posterior

O verdadeiro fenómeno

E esta? Afinal o verdadeiro curandeiro está em Viseu!

Uma cagada em dois actos

Hoje na crónica da Rádio NoAr, o Carlos Bergeron contava a sua peripécia na visita que realizou com uns amigos à Feira. Apreciou em conjunto com os convidados algarvios a gastronomia local e, azar dos cabrais, deu a vontade "fisiológica" a um dos passeantes... logo ali, num local onde sanitários são poucos e fechados durante a tarde. Envergonhado com a circunstância, viu-se o anfitrião na obrigação de conduzir o algarvio a outro local de alivio no exterior da Feira e rematou crónica no desejo que o seu "competente e profissional amigo Jorge de Carvalho" resolva este problema em breve. Pois, por mim, aconselho-vos a que não passeiem na Feira à tarde! É capaz de ser mais seguro que terem que andar a correr de calças na mão...

Já é sina

Uma vez mais e da pior maneira aí estamos nos nacionais!

28/08/2006

Postais da Cidade - 5

Vista Geral

Será só por isso?

Para quem só bebe água, segundo me consta, é de louvar tanta preocupação com o precioso néctar!

A repetir noutras freguesias, sff!

Por aqui há sinais de integração positiva e de apostas no futuro...

Vira o disco...

Jusko, considerado por muitos como o melhor jogador do Academico de Viseu na época passada, sendo inclusive o artilheiro da equipa abandonou o clube. O avançado chegou a acordo para representar o Tondela. Segundo fontes próximas do jogador, o motivo da desvinculação prende-se com a falta de cumprimento de verbas acordadas com a direcção academista. O avançado é mais um jogador importante a abandonar o Académico de Viseu que viu, na época passada, frustradas as suas ambições de subida à 3ª divisão nacional.
In ViseuMais

Obras divinas

Este cónego também é um verdadeiro tratado... tal e qual esta rotunda!

Tás cá com uma sorte!

Isto era para eu responder? É já a seguir...

Nem ata nem desata

Ainda nas actas, esta é bem lembrada!

27/08/2006

Actos das actas

Atendendo ao facto de o cargo de Administrador Executivo da Habisolvis-EM exigir regime de exclusividade, não permitindo o desempenho de qualquer outra actividade remunerada, conforme comunicação da Procuradoria Geral da República e no cumprimento da Lei n.º 64/93 – Regime Jurídico de incompatibilidades e impedimentos de titulares de altos cargos públicos, a Câmara Municipal de Viseu deliberou autorizar a alteração da remuneração do Administrador Executivo para o equivalente ao índice 710 da Função Pública (2.285,63€), em conformidade, também, com o índice remuneratório a vigorar na “Viseu Novo SRU”, conforme proposto na informação n.º I.09135/2006, exarada da acta da reunião ordinária da Habisolvis-EM, realizada no dia 27-06-06. Esta deliberação foi aprovada com os votos a favor da maioria dos membros presentes, constituída pelos Senhores Vereadores do Partido Social Democrata, e a abstenção, dos Senhores Vereadores do Partido Socialista.
in CMV

Perguntar não ofende

Para boas perguntas, respostas destas...

Postais da Cidade - 4

Vista da Sé

Postais da Cidade - 3

Rua Augusto Hilário

Pondo o assunto em linha

- Desculpe, como é que vou de comboio de Lisboa a Viseu?
- Não vais... não há comboio em Viseu!

Antecipando o programa

A Gata Borralheira de Robert Walser (1878-1956) é uma adaptação para o teatro do conto original. Qual é o conto original? Não interessa! É aquela história, aquele conto de fadas que todos conhecemos desde crianças. Walser rouba-nos o nosso instituído conto e submete-o a uma delicada e subversiva análise, quase psicanalítica, pondo em causa os nossos heróis de infância para nos propor uma visão mais profunda desses “exemplos” que reflectem a nossa própria limitação moral.
Esta peça apresentada pela Culturgest vai estar entre nós aqui nos dias 29 e 30 de Setembro.

Viseu na blogosfera

A blogosfera conta com mais um blog sobre a nossa região, enquanto por aqui este "não fazia ideia de que havia tanto (im)bróglio em Viseu!"

Retratos da Feira

Aqui fica mais uma visão da Feira de São Mateus!