09/02/2008

Indo eu, indo eu... a caminho de Viseu!

Tradução: 6 meses, uma experiência positiva, a esperança que a Paz um dia seja aqui uma bandeira... ajudou-se no que foi possível. Tempo agora de voltar á nossa cidade no coração de Portugal!

08/02/2008

Responda que souber

Dentro em breve completam-se três anos de Governo. Vejamos o que foi conseguido na região e em Viseu:
Universidade Pública – enterrada à nascença
Grande Área Metropolitana de Viseu – aniquilada e dela nada se sabe, nem dos dinheiros que foram disponibilizados para o projecto
Auto estrada de ligação Viseu/ Coimbra – adiada para 2009 (talvez, há eleições nesse ano!)
IC 12 entre Mangualde e Canas de Senhorim, construção da EN 230 entre Tondela e Carregal e o IC 26, Hospital de Lamego, Centros de Saúde, Arquivo Distrital de Viseu – tudo parado ou metido na gaveta do esquecimento politico
E o Centro Alternativo de Emergência da Protecção Civil que iria funcionar no Aérodromo? E o Comboio? E a falta de emprego e investimento na região?
Vão já longe na memória os anos 80/90 em que a cidade e a região conheceram um crescimento e uma qualidade de vida sem igual. Daí para cá, mudam os governos, mudam as politicas mas a região essa teima em se manter igual. Culpa de quem?

Viseu em poema

Aqui o Mário dedica um bonito poema á cidade. Gostei!

Ah pois, que remédio!

33 anos depois do 25 de Abril ainda há quem “perante a falta de emprego, que existe no país, as funcionárias terão pensado que sempre é melhor ter este trabalho a não ter nenhum”. Este é apenas um exemplo dos muitos que acontecem por Viseu onde a situação do desemprego é uma preocupação social grande a que ninguém parece querer colocar cobro e a que nem os recentes "monstros comerciais" dão solução!

Barba e cabelo?

Ontem, o Diário de Viseu trazia algumas leituras da cidade. Nesta o barbeiro já com 81 anos e há mais de 50 anos a trabalhar na Avenida Alberto Sampaio, recorda-se do tempo em que se chamava Avenida 28 de Maio, mas intitulada Avenida do Caroço, por aí existirem imensas cerejeiras e ainda se lembra do sinaleiro que se encontrava na Largo Humberto Delgado, perto dos Correios e entre as Ruas da Vitória e Alexandre Lobo. Sobre Viseu diz que "é uma das cidades que mais tem progredido em Portugal" mas fizeram "uns blocos de cimento com seis pisos, uma verdadeira vergonha" e a essa crítica, Alberto Ferreira Gomes soma o facto de o centro da cidade estar cada vez mais abandonado. E esta, hein?

06/02/2008

E, fica tudo dito!

- Eu se tivesse filhos em idade escolar abrangidos pelo 1º ciclo encararia a situação com "uma certa preocupação"!
- E tem?
- Não.

Uma certeza e uma dúvida

Não tenho dúvida nenhuma que este jovem vai longe (conheço-o bem!) mas já esta parecendo perto não faço ideia onde fica. Aceitam-se ajudas á navegação!

O bombo da festa...

(...) Mas, no meio de tanta gente, uma ausência inundou o espaço acanhado do “foyer” do Teatro Viriato: a da actual directora do Museu Grão Vasco. (...) Ler mais.

As entranhas do "monstro"!

Entrem, entrem... consumidores! Venha a nós... o vosso dinheiro!
Já adivinhou o nome deste futuro Palácio?
Fotos enviadas pela Nanja

05/02/2008

Já te sinto o cheiro!

Foto gamada ao Rui F Santos

De boas promessas e intenções... está o Inferno cheio!

O Parque Aquilino Ribeiro, em Viseu, vai ser requalificado com o objectivo de conferir àquele espaço mais dinamismo. A água terá um papel importante na transformação daquela zona verde, tal como o alargamento do parque infantil, a definição de um espaço para eventos culturais, a construção de um restaurante e de um bar e o desbaste da vegetação(...) Segundo o vice-presidente da autarquia, Américo Nunes, (...) quanto ao concurso público para as obras de requalificação do parque da cidade, este deverá ser lançado ainda este ano, como adiantou o autarca.
30 de Maio de 2005

04/02/2008

O Blog pelos leitores

Da Ribeira avisto a Sé
Com Viriato à espreita,
Subindo por ti a pé
Ao longo da Rua Direita.

Marco passo na Formosa
Ponho a conversa em dia,
Sinto o cheiro de uma rosa
Vejo expressões de alegria.

Sigo em frente devagar
Encontro mais um amigo,
Há simpatia no ar
Da Ribeira até ao Rossio.

Mosquito, 04Fev

Viseu na net

Há por aqui quem se proponha a outras perspectivas e a pensar Viseu. E, o amigo Fernando (ena... há tantas marias na terra!) já o conheciamos da Livraria, lembram-se?

Olha que novidade!

A falta de perspectivas profissionais (é grande o desemprego entre os professores do Básico e Secundário) é a principal causa para a fuga destes cursos. (...) 67 por cento é a taxa de ocupação nos cursos no distrito de Viseu, a mais baixa do País, seguido de Faro, com 77 por cento.
in CManhã

Um exemplo a seguir

A associação vive de alguns apoios oficiais (Município de Mortágua e Segurança Social), mas é no voluntariado e na envolvência da comunidade, nas pessoas e empresas, que residem os alicerces da associação, nomeadamente através do apoio das chamadas “famílias de acolhimento” dos cães-guia, patrocinadores, sócios e amigos, pessoas anónimas, que ajudam o projecto a manter-se e a crescer.(...) O maior donativo particular de sempre, no valor de cinco mil euros, foi entregue à Escola de Cães-Guia de Mortágua por uma empresa de Braga, onde trabalha um invisual candidato a receber um companheiro.
In
As Beiras

Esta Escola, este projecto e esta acção social que visa contribuir para a integração social do invisual é, além da razão de ser da instituição, merecedora de ser louvada e divulgada até porque os cães-guia que são entregues aos seus utilizadores a título gratuito. Outra forma de apoiar esta instituição de solidariedade social, passa por associarem-se à Escola como família de acolhimento de futuros cães-guia. Saiba mais aqui.

03/02/2008

Ah, saudade!

Gamada ao Rui Sousa

Bruxaria?

No domingo, pela calada e no mais profundo silêncio, em fim de tarde, foi retirado do jazigo do cemitério municipal de Viseu, o corpo da beata madre Rita Amada de Jesus que, abusivamente, sem consentimento dos familiares, para ali foi transladado há cerca de meio século, sem que se saiba, onde, agora, aportou.
in Noticias de Viseu
Já era beata, agora parece mais coisa de bruxedo... e gosto especialmente desta de ter sido "pela calada e no mais profundo silêncio, em fim de tarde"! Não perca o próximo episódio de "Viseu twilight zone"!