08/11/2008

Quando a saudade aperta...


Polícias para guardar polícias

Em manchete, o Diário Regional de Viseu noticia que "Deputado do CDS/PP exige reforços para a PSP" na sequência de agressões a agentes da Polícia Municipal, ocorrida no início da semana.
O deputado centrista Hélder Amaral lamenta que os agentes da PSP se tenham demitido do patrulhamento da cidade, considerando que essa atitude deixa os agentes da Polícia Municipal mais desprotegidos.

Nesta época do ano

07/11/2008

Viseu doutros tempos


o 14 da rua


Ora embrulha

(...) Já estou habituado ao estilo “caceteiro”, à postura “grosseira” e à falta de “honestidade politica” do Presidente da Federação Distrital do PS, a quem cumprimento pela vitória nas eleições internas.
Não posso é tolerar que sejam colocadas na minha boca palavras que não disse ou se tirem ilações com o intuito de denegrir.
(...) Sempre defendi a ligação ferroviária entre Viseu e Vilar Formoso, considero que se trata de uma das infra estruturas mais importantes para o nosso desenvolvimento futuro.
Lutei sempre para que se avançasse com a ligação imediata entre Aveiro e a linha da Beira Alta.
Para que não restem dúvidas, convido os leitores a irem ao site do Parlamento,
www.parlamento.pt , leiam o extracto da acta da sessão Plenária de 15 de Outubro, para verificarem como é mentira o que escreve o referido Deputado do PS quanto ao facto de eu ter defendido que se pare com o lançamento da ligação ferroviária que sirva Viseu.
(...) Quem tem habitualmente dois discursos é o Presidente do PS Viseu, quando está no Governo ou não, agradeço o especial favor de não me meter no mesmo barco em que navega!
(...)
Viseu, 30 de Outubro de 2008
António Almeida Henriques
Deputado PSD

Denúncia feita...

O presidente da Associação de Estudantes da Escola Superior Agrária de Viseu, Rafael Guimarães, chamou ontem a atenção para o facto de estar a "desenvolver-se na cidade um mercado paralelo de arrendamento".Especificou haver "senhorios que não passam recibos". Trata-se de uma situação que toda a gente sabe da existência, mas cuja denúncia ainda está por fazer em toda sua extensão.

A ideia é excelente... mas vão levar chá!

Com base no orçamento da Câmara de Viseu de 2008, os três vereadores da oposição socialista querem que, em 2009, os munícipes decidam o que fazer a 3,5 milhões de euros.
Se o objectivo é o de promover a participação activa dos cidadãos no processo de gestão local, auscultando os seus problemas, dúvidas e sugestões de modo a conciliar um conjunto de opiniões que possam ser incluídas na elaboração dos instrumentos de gestão autárquica que determinarão as obras e os projectos que serão previsivelmente executados durante o próximo ano, creio que até deveria ser obrigatório. A CMV devia, na minha modesta opinião, incentivar toda a comunidade a participar na elaboração desta espécie de "guia estratégico" ouvindo a opinião do cidadão anónimo, das instituições e das várias associações e colectividades do concelho consolidando uma gestão mais solidária e partilhada.".
Porém duvido que o Presidente e a sua equipa aceitem tão ousado desafio já que não é habito local pedir aos munícipes que assumam publicamente as criticas ou sugestões, num debate que pretende lançar pistas sobre o futuro do concelho.

Deixa-me ser mauzinho...

- Alex, como é que se mata o que já não tem vida?

06/11/2008

Agenda do CV


Conversas com os jornalistas

(...) O momento pedia discurso. Fernando Ruas assentiu e falou da “honra de Viseu ser uma cidade do interior”; mediu distâncias para concluir que estas não são somente geografia, mas também fluxos de decisão e de escolhas de vida: “a distância entre Viseu e Lisboa é igual nos dois sentidos. Há lugar no litoral, mas também há vida no interior do país”. Ruas servia, fumegante, o discurso da interioridade e, a pretexto, acrescentou-lhe o problema da educação: “por vezes, encerrar uma escola é sinónimo de fechar uma aldeia”.

Louvável iniciativa conjunta


Viseu na net

Há mais Viseu na net e com algumas questões colocadas à CMV.

A ferro e fogo

Mais lenha para a fogueira...

A cidade é segura mas...

Em manchete, o Diário Regional de Viseu noticia que uma patrulha da Polícia Municipal de Viseu foi atacada no início desta semana por dois indivíduos, pai e filho, que, “sem motivo aparente”, agredir os agentes com um machado e uma marreta. (...)
Os sucessivos assaltos que têm acontecido na cidade de Viseu estão a criar grande preocupação na população, conforme pudemos constatar junto de alguns viseenses.(...) De um modo geral, os viseenses queixam-se de que tem havido um aumento de assaltos e outros crimes na cidade e concelho, embora os números fornecidos pela PSP desmintam esse facto, quando comparados os 9 primeiros meses deste ano com igual período de 2007. (...)
Quer o comandante da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Viseu, comissário Victor Rodrigues, quer o comandante da Guarda Nacional Republicana (GNR), tenente-coronel Amaral Dias, garantiram ontem ao nosso Jornal que a "criminalidade na cidade e na região não é preocupante", estando "abaixo da média nacional" nos dois casos. (...)
(...) Também o autarca de Viseu e responsável máximo pela PMV alertou para a necessidade do reforço policial na cidade, que nos últimos tempos tem "vivido alguns crimes". Fernando Ruas lembrou, no entanto, que a PMV "é uma polícia de carácter administrativo" e que cabe à PSP e GNR o "desempenho das missões de segurança". O autarca voltou a apelar à criação da segunda esquadra da PSP.
in DN

05/11/2008

Homessexuais?

E esta? Em que jornal é que saiu? Aceitam-se apostas!

Politica ao ritmo da noticia

2 anos depois... uma noticia no JN faz a diferença!

Chamem os Bombeiros que o fogo está ateado!

A coisa está animada... até já se torna necessário um gabinete de crise?

Sinais da crise?


Registo de faltas

É bem lembrado, pois!

03/11/2008

Aqui ainda existe o CAV

Onde fica? Sabe?

Viseu a cores

Na pintura

Na fotografia


Que porco?

O porco vai ter direito a um museu em Mangualde, cidade que é conhecida pela capital da febra.
in
JN

Uma chouriça em troca do porco!

O grupo Visabeira, através da sua filial Televisa, decidiu oferecer uma escola ao Estado moçambicano, anunciou a empresa de Viseu em comunicado.
in
Diário Digital

02/11/2008

A gerência agradece

Categoria Melhor Blog de Viseu - Prémio Viriato
Vencedor - Viseu, Senhora da Beira - Bazookas
in
Ideias Fixas

O ambiente e a indústria agradecem

Fruto de um protocolo celebrado no início de Março deste ano entre o IPV, a UA e o Grupo Tavfer, com sede em Carregal do Sal foram realizados estudos pelo Intituto Politécnico de Viseu (IPV) em parceria com a Universidade de Aveiro (UA) onde se comprovou que os resíduos provenientes da vitivinicultura podem vir a ser utilizados na indústria papeleira ou para servir para aplicações idênticas às da cortiça.
in
Pardieiros Online

Onde raio leste isso?

"Pintar um mural político é um direito previsto na Constituição da República Portuguesa"
Luis Barata in
JN