23/04/2010

Pérolas da imprensa local

No site e no jornal em letras garrafais!

Programa para Domingo!

Rica oferta esta!

Em título: Porta do Soar oferece casas para jovens em Viseu. Lá dentro, os preços variam dos 85.000 aos 180.000 euros!

Os Minis em grande!

22/04/2010

Já tenho a orelha a arder

A propósito de atentados ainda, quase que aposto que o alvo amanhã já está escolhido... alguém vai explicar como se "mede a tinta dos blogues" na Rádio NoAr!

Atentados locais

A tarde hoje no Palácio do Gelo foi algo agitada. Ao que consta um carro abandonado com a porta aberta e sacos no interior terá sido tomado como ameaça terrorista e a intervenção da Policia com a criação de um perímetro de segurança obrigou a bloquear as pessoas no interior do centro comercial... no fim, ao que me consta terá sido apenas uma senhora que indiferente a tudo e a todos entendeu deixar a viatura naquelas condições! Foi um atentado sim, mas à cidadania como já começa a ser hábito neste tipo de espaços.

Se tiver tempo de sobra!

A EPMS TV on-line vai realizar com início às 10h e 30m, a partir das instalações da Junta de Freguesia de Ranhados, a transmissão da Sessão Extraordinária da AM de Viseu para evocação do 25 de Abril. (...) No dia 11 de Maio próximo, a EPMS TV on-line, irá transmitir a sessão "Assembleia Municipal Jovem", a partir das instalações da Assembleia Municipal, no Solar dos Peixotos. As transmissões podem ser seguidas acedendo o link.

21/04/2010

A sério? Pois, ainda não tinhamos dado por isso...

Continuo a achar que em Viseu há alguma debilidade de concertação estratégica!
A Henriques in Jornal do Centro

Tesourinhos deprimentes

20/04/2010

Mangualde, sem parar...

Culpas repartidas

Os deputados da Assembleia Municipal (AM) de Viseu lamentaram ontem o facto de as diligências por parte do Ministério da Agricultura e da Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVRD) no sentido de criar uma única entidade certificadora para os vinhos das Beiras não terem tido sucesso. (...) Na opinião de Almeida Henriques, trata-se de uma decisão que "não faz qualquer sentido" e prejudica o desenvolvimento de toda a região. "A culpa também é da falta de entendimento dos actores regionais, mas cabia à Administração Central tomar uma decisão, que deveria ter passado pela criação de uma única entidade certificadora, com sede em Viseu, tal como estava previsto", sublinhou.
in Diário Viseu

O orgulho divide os homens, a humildade une-os!

(...) Agora que está novamente "livre" para dizer o que lhe vai na alma, Fernando Ruas fez questão de explicar ainda na Assembleia Municipal que será "muito mais duro" nas suas apreciações relativas às intervenções feitas pelos deputados. O que levou os deputados Fátima Ferreira, João Paulo Rebelo, ambos do PS, e Carlos Vieira, do BE, a mostrarem o seu desagrado. A primeira acusou o edil de tentar "amedrontar" os presentes, enquanto que o segundo questionou se depois das pedradas vinham agora os penedos. O deputado do BE também não gostou das declarações de Fernando Ruas e explicou que o autarca estava sujeito a processos como o das "pedradas" ao fazer o papel de "Alberto João das Beiras". O comentário mereceu uma resposta mais intempestiva por parte do presidente da Câmara, que exigiu respeito, para depois admitiu que até estava "invulgarmente calmo".
in Diário Viseu

19/04/2010

Frase da semana

Um já está!

Tão amigos que eles são!

Depois de Zita Seabra a falar sobre o Papa já se espera que o IPV convide o Alberto João Jardim para falar sobre o Primeiro-Ministro!

Começou a Queima!

A Semana Académica 2010 arrancou ontem com a realização da cerimónia da bênção das pastas dos finalistas. (...) No entanto, o bispo de Viseu também foi obrigado a falar na falta de educação de muitos dos presentes, já que, apesar de insistentes pedidos de silêncio, para que a cerimónia se realizasse de forma ordeira, como se exige de uma Eucaristia, muitos estudantes preferiram pôr a conversa em dia, com os colegas do lado ou com os familiares no exterior através do telemóvel.
O barulho chegou a ser quase ensurdecedor e os pedidos, tanto por parte de D. Ilídio Leandro, como por parte de vários sacerdotes presentes surtiram poucos efeitos. O bispo lembrou que os jovens estavam ali por vontade própria e não por obrigação. Os estudantes em causa preferiam continuar as suas conversas e fazer poses para os fotógrafos a meio da Eucaristia, mas pelo menos as garrafas de litro e meio de vinho - mais ou menos escondidas debaixo das capas - não foram abertas durante a cerimónia.
in Diário Viseu