11/08/2011

O blog feito pelos leitores...

(...) É que infelizmente já vamos perdendo a conta ao número de empresas e industrias que perdemos para os concelhos vizinhos. Concelhos esses que não se importam de ceder espaços a preços simbólicos, mas em troca gerarem emprego para os seus munícipes. Mas em relação a isso o nosso presidente não se manifesta.
Agora, uma praia e o seu mediatismo, isso é que já difícil de engolir, ora bolas!
O que todos nós pretendemos independentemente do seu fim, sejam praias, empresas ou industrias é que sejam geradoras de emprego. E esse trabalho de captação e de desburocratização compete à autarquia. Porque senão daqui a uns tempos, só nos resta duas profissões nesta cidade, que é a de jardineiro de rotundas (e justiça lhes seja feita, pelo bom trabalho) e a de cobrador de água a concelhos limítrofes.
Ao Dr. Ruas apenas peço que se lembre que Viseu não é só turismo nem paisagem, e não faça desta cidade casa de férias.

Comentário de leitor identificado a propósito da "guerra da água Viseu x Mangualde"!