30/11/2011

Carimbar o passaporte é fácil!

Se a memória não me atraiçoa são já 14 os municípios com os quais Viseu assinou protocolos de geminação sendo o mais recente mas já anunciado em Maio de 2011 o agora firmado com a cidade de Matola. Na lista constam então Ciudad Rodrigo e Oviedo na vizinha Espanha, Arezzo em Itália, Marly-le-Roi em França, Lublin na Polónia, Anápolis e Rio de Janeiro no Brasil, Khaskovo na Bulgária, São Filipe em Cabo Verde, Santa Maria da Feira e Aveiro, Cantagalio em São Tomé e Príncipe, Abidjan em Côte d'Ivoire e agora Matola em Moçambique. Atendendo a que duas delas são cidades portuguesas e viverão o mesmo drama da crise a que Viseu não é alheia no panorama nacional todas as restantes são estrangeiras sendo que algumas até pertencem aos chamados países emergentes terão visto, por certo, nesta pareceria uma oportunidade de investimento na nossa região. Assim sendo, e dado que na opinião da Deputada do PSD na Assembleia Municipal de Viseu, Sofia Margarida Campos "o Município de Viseu tem esta visão estratégica da importância das geminações (...) que têm permitido um enriquecimento cultural e o incremento do turismo; a participação em feiras, em mostras e em exposições; trocas de experiências de âmbito cultural, desportivo, artístico e educacional, permitindo ainda a troca de informações e experiências no âmbito do planeamento municipal, na organização de serviços, contribuindo assim para a formação de quadros da administração local com vista ao desenvolvimento de projectos regionais" fica o desafio para que no próximo artigo de opinião no site do órgão oficial do Partido nos diga em concreto o que deste "turismo autárquico" já resultou para a cidade de Viseu.