10/11/2011

Promoção e divulgação do Net Freguesias... à borla!

O site oficial da Edilidade dá nota que o Programa NetFreguesias vai ser instalado em cada uma das 34 freguesias do Concelho. Começo por vos confessar a minha curiosidade nesta matéria porquanto, esquecidos que parecem ter sido os milhões de euros gastos no Viseu Digital via Lusitânia ADR com semelhante finalidade, recordo que foram gastos nada mais nada menos que 18.008€ na "Promoção e Divulgação do Programa Net Freguesias" e a minha ignorância é total, como presumo não maior seja a dos leitores!
Segundo a informação oficial o Programa é financiado pelo QREN, no âmbito do Mais Centro – Programa Operacional Regional do Centro, o projecto NetFreguesias e pretende dotar cada freguesia do concelho com postos de acesso gratuito à Internet (...) e ainda, difundir a utilização das novas tecnologias de informação e do conhecimento, ou seja, promover a sensibilização, massificação e dinamização da utilização da Internet em Banda Larga. Desta forma, continua a nota, Viseu terá, em cada freguesia, um Espaço Internet, que contribuirá para munir todos os cidadãos com os conhecimentos básicos para a utilização da Internet e Informática, mesmo aos que, até agora, nunca ou raramente utilizaram o computador.
O programa foi posto a concurso pela Autarquia pelo valor de 102.762€ e a mesma nota afirma que o investimento total foi de 141.990,46 euros, com uma comparticipação do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 113.592,37 euros, o que significa que cada local NetFreguesias importa em 4.176€. Curiosamente os valores aprovados no Eixo 1 do Mais Centro apresentam os valores abaixo e também eles diferentes dos anunciados com pompa e circunstância pela Autarquia e que serão repetidos, certamente, na próxima segunda-feira, dia 15 de Novembro, pelas 16 horas, na cerimónia de inauguração deste projecto, a ter lugar, simbolicamente, na sede da Junta de Freguesia de Lordosa, representando a inauguração oficial dos 34 Espaços NetFreguesias.
Deixo ainda o convite aos jornalistas presentes no evento que no regresso, completem o trabalho de casa, passando por mais uma ou duas freguesias à escolha e que nos informem do que consta este espaço, das suas condições de funcionamento, dos equipamentos disponíveis e dos horários de utilização por parte das populações. Quase aposto que terão aí uma boa noticia!