19/03/2011

Via sem sentido!

Leitor atento e identificado deixa-nos a noticia que se instalou a a confusão desde a abertura da Via Verde no dia 15 na Loja do Cidadão em Viseu! À entrada uma placa localiza a Via Verde no número 12 que corresponde, imaginem lá, ao Bar.
Depois de os utentes darem 5 voltas à Loja do Cidadão lá descobrem finalmente a Via Verde... após reclamação dos utentes a gerência lá se resolveu a escrever a caneta o número 18 num post-it a que corresponde a localização exacta da Via Verde, prova de um ineficaz serviço público prestado por quem em Abril se predispõe a cobrar-nos um imoral imposto por utilização de uma via sem alternativa!

18/03/2011

Atenção aos comboios! Pare, escute e...leia!

Ainda sobre o comboio importa recordar que já em 04 de Julho de 2005 o Público através do jornalista Carlos Cipriano dava nota que "as expectativas sobre a alta velocidade têm comprometido solução mais rápida e barata da ligação da cidade à Linha da Beira Alta. "Viseu é a maior cidade da Europa continental que não é servida pelo caminho-de-ferro", disse ao PÚBLICO o especialista em Transportes Manuel Tão, à margem do 4.° Encontro da Transportes em Revista, que se realizou na terça-feira em Lisboa. "Causa perplexidade como é que, tendo sempre existido disponibilidades financeiras para beneficiar os eixos rodoviários de centros urbanos com mais de 90 mil habitantes, como Viseu, tem prevalecido uma completa ausência de vontade política para colmatar a pouca distância que separa a cidade da modernizada linha da Beira Alta", acrescentou o mesmo especialista, que considera "absurdo" estar-se à espera da linha do TGV Aveiro-Salamanca, "que provavelmente demorará décadas a ser construída", para acabar com este isolamento. Doutorado em Economia de Transportes, Manuel Tão diz que voltar a ligar Viseu à rede convencional "deveria constituir um desígnio nacional nas políticas de obras públicas prioritárias dos anos próximos, aproveitando-se o facto da região permanecer elegível para Fundos Europeus de Objectivo I, no próximo Quadro Comunitário de Apoio".(...) Manuel Tão diz que não há "perspectivas reais" de o acesso de Viseu à rede de alta velocidade ver o início das obras "antes de 2020" e a exploração do sistema a arrancar "antes de 2025".
Lembra que o projecto da alta velocidade custa 2,2 mil milhões de euros, enquanto a simples ligação de Viseu à Linha da Beira Alta, em rede convencional, nunca ultrapassaria os 250 milhões de euros, poderia beneficiar e uma comparticipação do Feder de 34 por cento a fundo perdido, e ficar concluída em 2012. Actualmente, a cidade é servida pelas estações de Nelas e Mangualde, mas com uma estação a construir na zona do Hospital de S. Teotónio ou do Palácio dos Desportos, a viagem Viseu-Lisboa, num comboio Intercidades convencional, poderia demorar apenas duas horas e 30 minutos. "Isso tornaria o transporte ferroviário atractivo e retiraria, seguramente, um trânsito significativo da estrada", prevê Manuel Tão. Por outro lado, este especialista adverte que esta solução não era incompatível com o projecto do TGV, desde que a estação a construir fosse concebida para funcionar como plataforma intermodal, onde pudessem coexistir a alta velocidade e a ferrovia clássica.Viseu ficou sem comboios no dia 01 de Janeiro de 1990, quando fechou a Linha do Vouga, que ligava a cidade a Aveiro. O ramal para Santa Comba Dão já tinha sido encerrado em 1988.
Na época cheguei a lançar esta petição "Viseu na linha do futuro! Todos pelo Comboio!" que ainda somou 600 assinaturas, muitas para acreditar que vale a pena apoiar esta causa, poucas para convencer os políticos viseenses a lutar por ela...

A História é cíclica

Esta semana o assunto do comboio voltou de novo à discussão e descarrilou na noticia da resposta do Governo ao deputado Hélder Amaral de que ainda não é desta que Viseu deixará de ser a única cidade de média dimensão europeia sem acesso ferroviário! 
O Joaquim Alexandre Rodrigues no seu perspicaz blog dá-nos conta que Viseu já tem um longo historial de "comboios de papel" reportando-nos aos anos de 1907. Mas até poderíamos recuar ainda mais no tempo e já em Fevereiro de 1866 "alguns influentes do concelho de Vizeu nomearam uma grande commissão para vir a Lisboa solicitar do sr. ministro das obras publicas os melhoramentos de que mais carece parte do districto de Vizeu. A commissão escolhera para seu presidente o sr. deputado Thomaz Ribeiro, que também é do mesmo districto. A pretenção dos vizienses, que desejam ver realisada, consiste no seguinte: que se construa a estrada de Vizeu a Lamego pelo mais curto trajecto, devendo passar por Cota a entroncar em Tarouca, na que d'esta povoação vae a Lamego; que o caminho de ferro da Beira se avisínhe quanto possível da cidade de Vizeu, offerecendo-se alguns vizienses technicos para fazerem o reconhecimento da conveniente directriz; e que se eleve a 1.ª classe o lyceu de Vizeu, que é de 2.ª, e um dos mais frequentados nas províncias. O ministro recebeu a commissão com benevolência, achou razoáveis as pretenções, e declarou que se empenharia para que os desejos dos cavalheiros que a compunham, e em geral dos vizienses, fossem satisfeitos."
Ontem como hoje a história repete-se com os políticos a não concretizarem em actos o que prometem em palavras!

17/03/2011

Ao encontro dos leitores...

Em abono da verdade deixo aqui dois esclarecimentos:
- Leitor atento e esclarecido informou-me que afinal o concurso para a mudança de imagem do IPV decorre por necessidade de harmonização com o preconizado nos Estatutos daquele estabelecimento do ensino superior. Espera-se que após as despesas que irão ter com aquela necessidade não se lembrem de novo de alterar os Estatutos!
- Da 5 de Outubro fazem-me também chegar o esclarecimento de que o PS Viseu já tinha definido em Junho de 2010 a sua posição contra as portagens na A25 e assim sendo é de esperar que o Governo se decida pela discriminação positiva da região de Viseu... em Abril se verá!

Esclareçam-nos lá se faz favor!

A Lusitânia - Agência de Desenvolvimento Regional deverá ser extinta no próximo mês de Março. Em Assembleia-Geral, a realizar no dia 15 desse mês, os associados vão discutir o futuro deste organismo que tem estado debaixo de um clima de suspeição e, (...) promete ainda divulgar publicamente as contas e auditorias feitas nos últimos anos.
in Diário Viseu
Assim rezavam no inicio de Fevereiro as noticias quer nos locais quer nos nacionais a propósito da Lusitânia ADR. Ora, como já estamos a 17 de Março, senhores jornalistas, está na altura de nos esclarecerem sobre as dúvidas suscitadas quer pelo PS, quer pelo CDS. Se a Assembleia nada souber perguntem a quem no silêncio muito parece ter para dizer...

Associa-te a esta causa! O JN agradece e Viseu merece!

Adquira o JN no dia 21 de Março. Por cada jornal vendido o JN oferece 0,10euro para plantar árvores numa área no distrito de Viseu. No dia 21 de Março, ao fazer "LIKE" num Post sobre o Dia da Árvore no Facebook JN, também oferecem 0,10euro para revitalizar a nossa floresta, no distrito de Viseu. Vamos todos colaborar!

16/03/2011

Todos a uma só voz pela região!

O PS Mangualde é contra as portagens. Seria agora de bom tom que o PS Viseu segui-se o exemplo e que as demais forças locais se lhe juntassem... naquilo que é estratégico para a região, mais importante que apontar o dedo a prováveis culpados o melhor será todos estarem do mesmo lado da barricada!

Comboio fora dos eixos!

Viseu vai continuar durante mais uns anos a ser a única cidade europeia de média dimensão sem linha ferroviária. O Hélder Amaral já aqui tinha questionado o Governo sobre este assunto e, recebeu agora a resposta do gabinete do ministro, “confirmando o que há muito suspeitava: nunca houve nenhum estudo ou plano da tutela” para criar uma ligação de Viseu à Linha da Beira Alta a não ser na década de 80. Fernando Ruas pode agora dar outra finalidade aos "terrenos reservados" até porque pelo andar da carruagem a próxima paragem do TGV será ao lado da Live Beach em Mangualde!

Novela local

Além da novela nacional que estes dias tem passado em todas as estações televisivas, também Viseu tem andado animada com os castings para a nova novela da TVI a ser rodada em breve na cidade.  Os viseenses aderiram em massa e muitos deles asseguraram já um lugar como actores ou figurantes, estando já preenchido o papel do padre, da madre superiora e do peregrino, entre outros. Fernando Ruas, esta semana ausente do País e nas restantes da Câmara não participa pois, espera em breve, ter outro papel a desempenhar mas, não deixou de manifestar satisfação por esta promoção da cidade e das suas gentes, até pelo facto de a TVI ter garantido no guião a genuinidade da cidade e das suas gentes a ponto de até o sotaque fazer parte das características da novela, como prova a audição feita aos participantes que aqui pode ouvir! Não perca pois as cenas que se avizinham!

15/03/2011

Viseupédia e os cromos!

Cromos na cidade haverá muitos... mas destes ainda só vai no terceiro! Saiba mais aqui.

Ao principio era o verbo... depois a realidade!

video
Lisboa, 15 mar (Lusa) - A Via Verde Portugal abre hoje uma nova loja em Viseu, junto às últimas concessões de autoestradas sem custos para o utilizador, que passarão a ter portagens em Abril.

13/03/2011

Plantar Viseu

Pelos vistos a CMV já aderiu ao Plantar Portugal, facto que se regista pela positiva!

Viseu não ficou de fora!

IX Semana Cultural