16/04/2011

Pelo sim, pelo não...

A Visabeira vai travar projectos que estavam previstos em território nacional, mantendo os que já estão em execução, disse Paulo Varela, vice-presidente da empresa.

15/04/2011

Um azar nunca vem só!

Parabéns atrasados!

No passado Sábado, dia 9 de Abril, o Pavilhão da Escola Secundária de Viriato, em Viseu, acolheu vários jogos, de várias categorias e em ambos os sexos, promovidos pelo Hóquei Clube de Viseu, que assinalou desta forma a passagem dos 25 anos da fundação do clube (2 de Abril de 1986).

Com a crise o trabalho vai aumentar... aproveitem agora!

Encontram-se abertas as inscrições para a 1ª edição do curso de formação associado aos Estágios Profissionais da Ordem dos Psicólogos Portugueses a decorrer em Viseu. Saiba mais aqui!

Venha o próximo!

Parte do previsível cenário por parte do PSD Viseu está confirmado. Almeida Henriques soma a partir de hoje aos cargos de deputado e vice-presidente do grupo parlamentar do PSD, Vice-Presidente da Delegação Parlamentar da OSCE, Vice-Presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal / Moçambique e membro dos Grupos Parlamentares de Amizade Portugal / Rússia e Portugal / Polónia, Presidente da Assembleia Municipal de Viseu e membro de mais 16 Associações e Empresas além da participação em 6 sociedades e mais 3 comissões e 1 grupo de trabalho da AR vai agora somar a tudo isto a responsabilidade de cabeça de lista do PSD por Viseu. A esta hora, ficou mais próximo o desafio do Rui Santos (vidé lista completa) e ali pela 5 de Outubro ou muito me engano ou José Junqueiro já rebentou meia dúzia de foguetes e abriu uma garrafa de champanhe!

14/04/2011

Siga o regabofe!

Factos são factos e a nível local copia-se o que de mais despesista se repete no Estado cujo peso já ultrapassa os 50% do PIB. Nos últimos PEC´s já se cortaram salários, já se subiram impostos, já se reduziram pensões e já se impuseram vários pacotes de austeridade aos portugueses mas o Estado tem ficado imune à austeridade... e o local não foge a essa regra. Senão atente-se no seguinte exemplo:
Num dos organismos ali da Alberto Sampaio, onde antes havia um cargo dirigente há agora três (o chefe com vencimento equiparado a director de serviço, o adjunto do chefe que ganha 95% e o adjunto do adjunto do chefe com vencimento de 90% do chefe) e que foram nomeados como já se calcula por necessidade imperiosa de serviço e competências comprovadas para a função. A estes quadros somam-se naturalmente o pessoal administrativo e operadores de comunicações além de mais de uma dezena de outros que agora são funcionários da ENB e antes eram funcionários de Associações de Bombeiros. No caso em apreço, e há outros que reafirmam este despautério despesista, estes quadros dispõem ainda de outras regalias, creio que que devidamente visadas pelo Governador Civil e sancionadas pela Autoridade Nacional, como telemóvel, computador portátil e carro de serviço, viatura essa que, de acordo com as más línguas, serve todos os fins incluindo aqueles para os quais foram atribuídos a que se soma as viagens de e para o serviço (Vila Nova de Paiva, Cinfães e Viseu). Num dos registos, um desses dirigentes, sendo quadro requisitado de outra área funcional do Estado ter-se-á permitido usar o carro de serviço durante 4 semanas para realizar uma formação de interesse pessoal em Lisboa, para não comprometer a sua eventual progressão futura, não vá isto dar para o torto e o Diabo tecê-las. E, como o exemplo vem de cima, os demais aceitam como normal neste grande regabofe que se empreste a viatura de serviço a um amigo, que se dê boleia a outras pessoas, etc... tudo, claro está a bem do serviço! Há mais para contar mas, para já digam-me, se até a nível local o panorama é este, será de admirar que esteja aí o FMI!?

Murcões e Javardolas XXIV

Desta vez coube a uma senhora o papel... se não chegar o passeio avança-se para o jardim! Se se enterrar na relva a Câmara que arranje o relvado! Assim é que é a verdadeira cidadania!

O segredo é a alma do negócio!

Como o dinheiro começa a falhar em todo o lado é tempo de perguntar: O milhão de euros em falta dos 7 investidos no BPP  já foi recuperado para os cofres da Câmara Municipal de Viseu? E, quando rendeu de juros, pode-se saber ou é segredo?
ET: Depois deste post saiu a noticia que a Edilidade conseguiu reduzir significativamente as despesas correntes e poupar oito milhões de euros, que foram aplicados em investimentos o que é de registar com agrado e mais ainda logo que se descubra o que resultou de produtivo (além de betão e rotundas) desse mesmo investimento!

12/04/2011

A moda das PPP chegou ao poder local!

Há dias encontrei esta publicidade na minha caixa do correio e movido pela quase certeza que se tratava de uma qualquer negociata em que a Junta de Freguesia disponibiliza instalações para que a empresa venda cursos que estão disponíveis a custo zero e certificação assegurada ali bem ao lado em Coimbrões no IEFP, mandei um email perguntando quais as condições dos cursos. A resposta foi esta:
"- as formações em questão são privadas e com custos que vão dos 250,00€ até aos 1600,00€. Para melhor que explicarmos como irá funcionar agradecemos que nos faculte o seu contato ou que nos contate..." Pois, nem preciso de contactar nem que me contactem! Estou esclarecido!

11/04/2011

Miguel, tu não sabes mas quem te explicou o que é o interior enganou-te bem!

(...) A região de Viseu é hoje uma zona privilegiada no interior de Portugal, mesmo assim. Soube-se transformar fatalidades em oportunidades mas tem muito ainda por onde crescer e a sua questão central é a de que criar condições para que se possam instalar empresas (...) por isso o principio tem que ser o do utilizador-pagador nas SCUT´s (...)

10/04/2011

Mais olhos que barriga!

A região de Viseu tem das melhores gastronomias nacionais e ainda há dias a Edilidade avançava com a ideia de uma "quadratura gastronómica" de modo que não deixa de ser, no mínimo curioso, verificar que na lista dos pré-finalistas das 7 maravilhas gastronómicas nem um prato beirão se faça representar!

O sermão do Domingo!

Irmãos Viseenses:
Correndo o risco de criar falsas suspeitas vendo-vos esta pelo mesmo preço como a recebi. Pelos vistos, e fala-se por aí à boca pequena, Fernando Ruas terá mais uma dor de cabeça para resolver antes de começar a fazer as malas, como também é voz corrente. Depois do episódio do funcionário exemplar que, um dia deixou de o ser, sem que ninguém depois disso desse nota da justiça aplicada no processo de fraude de documentos e desvio de dinheiros públicos na Câmara Municipal, parece que agora é a cave da Rua José Branquinho que também meteu água... desconheço em concreto as razões, se é que elas existem, mas pelos vistos, um funcionário terá supostamente entrado de baixa após a tomada de posição dos colegas com a entrega de uma queixa na Edilidade e que outro responsável também já terá seguido o mesmo caminho! Casos de justiça também têm acontecido noutros concelhos e provávelmente isto não passará de invejosos rumores mas o mal começa, na minha modesta opinião, por os responsáveis meterem a cabeça na areia deixando que as suspeitas se instalem num tempo em que, diariamente somos bombardeados com péssimos exemplos de gestão de quem anos e anos a fio se instalou no poder e, o trata como coisa sua julgando-se na condição de não ter de prestar contas a quem os colocou pelo voto nesses cargos! Se o caso é de justiça pois que se faça justiça, se o não é pois que se desminta e se enterre o rumor dignificando as pessoas e as instituições!
Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe (até Lisboa!) 

Sai um cartão amarelo!

A julgar pelos autocolantes que vão surgindo ali para os lados do Fontelo o pessoal da bola parece andar com muita criatividade e ainda maior inspiração... até podem nem subir de divisão mas pelos vistos divertem-se à grande!

O rabo é o mais dificil de esfolar!

A carcaça do Orfeão de Viseu já existe... mas quer-me parecer que agora com a crise instalada o miolo não vai ser fácil de preencher!

Alteração ao trânsito na cidade

No decurso das obras de requalificação da Av. Alberto Sampaio, em Viseu, proceder-se-á à implementação de uma experiência no trânsito viário. Assim, será mantido, na Av. Alberto Sampaio, o sentido de trânsito automóvel ascendente (entrada para a cidade), com a possibilidade dos condutores tomarem a Rua dos Casimiros, de se dirigirem à Praça da República e ou à Rua Miguel Bombarda.
Na Rua Miguel Bombarda, os automobilistas poderão seguir em direcção à Av. Infante D. Henrique ou virar no sentido da Rua Cândido dos Reis, que passa a adoptar sentido único, em direcção à Rua N.ª Senhora de Fátima; estabelecendo-se, deste modo, uma nova “circular” que visa conferir maior fluidez e segurança ao trânsito automóvel.