23/02/2012

Ontem foi ontem... e amanhã?

O ambiente criado à volta das duas candidaturas à concelhia do PSD faz-me recordar a conversa das duas vizinhas que à vista de todos são grandes amigas e nas costas comentam que "se é casado sai caro ou se é solteiro é inexperiente". Que importa aos viseenses saber se fulano terá sido em tempos idos um radical socialista ou se dado jovem estudante da Emídio Navarro era um apaixonado activista da União Estudantil Comunista?
Será assim tão importante perceber que os jovens revolucionários terminem como velhos conservadores? Como poderá o homem activo e empreendedor aos trinta não ser prudente aos oitenta? Dura lex, sed lex!
Os homens de carácter elevado não cometem à vida a injúria de desperdiçar a sua juventude, nem confiam à incerteza das cãs a iniciação de grandes empresas que só mentes frescas podem conceber... por isso, o passado serve apenas para recordar as nossas falhas e dar-nos indicações para o progresso do futuro e é aí que importa apontar caminhos! Que Viseu nos propõem para os nossos filhos? Que vão fazer pela criação de emprego no concelho? Que medidas sustentadas de bem-estar, segurança e educação querem ver aplicadas doravante? Que cultura vamos poder desfrutar na cidade? etc etc... enfim, que esperança renovada e motivação acrescida nos trazem para sermos capazes de levar esta miserável crise de vencida? Isso eu gostava de ouvir, agora que andavam de calças rotas na rua quando eram miúdos... poupem-me! Também andei e sei o que isso significa!