26/06/2012

Utopia vs Realidade

Utopia:
Alguns sintomas da cultura materialista e individualista que se têm revelado nos últimos tempos na sociedade portuguesa;
Realidade:
Guilherme Almeida depende da política desde os tempos de Jota e dela não pode abdicar por simples razões materialistas e individualistas. Leia-se: sobrevivência pessoal

Utopia:
Necessitamos, assim, de uma sociedade cada vez mais esclarecida, participativa e responsável, capaz de aprofundar a nossa visão humanista e personalista, adequando-a aos desafios atuais.
(...) Através da nossa ação permanente procuramos estimular o debate e a participação da sociedade civil, cultivando uma política de proximidade e afetividade.
Realidade:
O mesmo Guilherme Almeida que nas últimas eleições concelhias fugiu do debate público e do confronto de ideias transformando o Partido no clube dos amigos

Utopia:
"Estamos certos que, em conjunto, vamos encontrar as melhores respostas e as melhores estratégias para construirmos um futuro melhor e uma comunidade de gente feliz."
Realidade:
Estamos certos que nada mudará e apenas se perpetuará no tempo a afirmação dos interesses pessoais de Guilherme Almeida e dos seus apaniguados!

Utopia:
Guilherme Almeida poderá ser um bom politico!
Realidade:
Guilherme Almeida é o monstro criado por Fernando Ruas e continuará a ser o pior exemplo do PSD local.