26/07/2012

Erro meu... de palmatória!

Por momentos pensei que Pedro Alves se referia a ele próprio, ao afirmar: "A recorrente tendência para valorizar o acessório em detrimento do essencial..." mas não. Erro meu... e de palmatória, mas para um funcionário do partido, que raramente lança uma ideia, está em conformidade!