21/08/2012

Agora é a sério!

Sobre isto assim que conseguir acabar de rir já vos relevo o tabu eleitoral do PS mas antes, à luz do bom principio militar que lembra que não há maus soldados mas sim maus comandantes quero realçar que o ridículo não estará no escolhido porque o fará por certo a pensar na cidade mas sim em quem escolhe porque o faz a pensar no partido. Depois disto ainda precisam de nomes?