27/08/2012

Feira de velhas glórias?

O Noticias de Viseu que, há uns tempos atrás, fazia capa com o milhão de visitantes da Feira, isto no tempo do grande responsável por ela ainda hoje ser o que é, esta semana abespinha-se e apresenta o evento como um prolongamento da feira semanal. Confesso, que em muitas coisas o é, infelizmente e em muitas outras o jornal aponta situações a melhorar ou até a eliminar. Porém, importa atentar que a Expovis se paga a ela própria, a Feira e os demais eventos até realizados em nome da CMV e como tal obriga-se a ter lucro. Depois, José Moreira nunca o pode dizer, mas percebe-se que do Rossio nunca deixarão que seja diferente. A Feira precisa recuperar o élan de outros tempos sim, e a minha opinião na matéria é mais que conhecida, mas o Comendador, agora feito comentador, ao pensar a Feira como museu e repositório de tradições, não augura nada de bom para o futuro da Feira. O objectivo será sempre ter uma feira virada para o futuro, mas com respeito pela tradição. Não é viável ter uma feira a viver o presente de olhos postos no passado (por melhor que este tenha sido). Mais, até me admira como quando andou ao lado do derrotado candidato Ginestal não apresentou uma ideia nova que fosse sobre a Feira. E, já agora, no programa Verão Total que decorreu na Feira foi impressão minha ou o Rancho de Torredeita fazia parte do programa?