10/09/2012

Por email não, se faz favor!

O líder da distrital de Viseu do CDS/PP, Hélder Amaral, vai questionar o Governo sobre a alegada nomeação de uma coordenadora para a Loja do Cidadão da cidade, que se apresentou na quinta-feira ao serviço, anuncia hoje o Diário de Viseu. Durante sete anos e cinco meses a Loja do Cidadão funcionou com dois técnicos superiores e nos últimos meses abandonaram a loja do cidadão o Ministério da Saúde, os CTT, a Câmara Municipal de Viseu e o Governo Civil acompanhados de uma quebra de quase 300 mil utentes. Albergar alguém dispensável por parte da DREC sem conhecimentos de gestão altera o quê além do vencimento da premiada em cerca de 3000 euros? Onde pode ser consultado o processo de selecção? Quantos candidatos havia? São estas e outras perguntas que a bem da transparência e da justificação do uso de dinheiros públicos importa ver respondidas. Porém, quero pedir aos leitores que não coloquem estas questões por email porque do processo de selecção, por certo, que não fazia parte o domínio das novas tecnologias de informação e a "senhora coordenadora dos coordenadores" talvez tenha uma certa dificuldade em abrir o Outlook!