07/09/2012

Tabu ou presságio?

Na reunião descentralizada das freguesias, (...) o presidente da Junta de Vila Chã de Sá aproveitou para relembrar a questão da auto-estrada entre Viseu e Coimbra, “que nunca saiu do papel” e que é “o que falta a Viseu”. Lembrando as recentes vítimas do IP3, o autarca reiterou assim a necessidade do novo troço e Fernando Ruas disse aguardar uma resposta. “Dentro de pouco tempo, alguém com responsabilidade vai falar sobre esta estrada e vai atravessar-se”, garantiu.
Curiosamente perante esta "certeza" o Diário de Viseu publica a noticia ao lado da necrologia!