13/04/2012

Passe a publicidade!

O viseense Paulo Lima que aqui já referimos sobre o Hino da Selecção Nacional 2012 já tem a sua versão traduzida nas principais línguas mundiais do mundo do futebol. Aqui no site oficial pode também descarregar o mp3 para o toque do seu telemóvel.

Estudo da Região Centro!

A pedido do leitor Manuel Gouveia deixo aqui o link de um inquérito a realizar no âmbito de um estudo académico, integrado no Mestrado em Gestão de Marketing (IPAM - Aveiro) que pretende avaliar a actual imagem da REGIÃO CENTRO junto dos seus habitantes. Como por cá "santos da casa não fazem milagres" ou pelo menos não fazem pedidos semelhantes não custa nada responder ao inquérito e ajudar o aluno. 
Afinal é só uns quantos cliques e gastos em favor da nossa região!

Negligência ou mais que isso?

Amadeu Araújo deixa-nos aqui nesta reportagem da TSF o relato de que a GNR identificou 80 pessoas por suspeita de fogo posto nas florestas do distrito. São números algo estranhos e que dão que pensar...

Antevisão da campanha rosa!


Texto de opinião publicado na edição 526 de 13Abr do Jornal do Centro

Apesar de mitigada, sempre se vai dando conta aqui e ali que existe vida partidária em Viseu. Após o PSD Viseu nos ter proporcionado um espectáculo pobre em conteúdo, no entanto rico em meias-verdades e contorcionismos variados que, contrariando toda a razoabilidade possível, a militância indígena não teve reservas em validar, eis que chega agora a hora da verdade do PS Viseu. A campanha da tribo socialista está em movimento sendo que até ao momento, seguem o modelo dos seus “irmãos” sociais-democratas. Os candidatos, confortavelmente sentados, usam o mundo virtual e debitam opinião para o exterior. O púlpito é o facebook ou, em alternativa, o blogger. Os políticos locais, apesar de na sua generalidade mal perceberem e pior dominarem o conceito, tentam agarrar a modernidade das redes sociais com as duas mãos. Facto que se torna preocupante numa cidade em que a suposta elite escreve com os pés, ficando assim justificada a falta de ritmo exasperante que povoa todos os seus textos. A ideia de comunicação cara a cara parece coisa do passado e reservada a cavalheiros conservadores versados na nobre arte do debate. Os socialistas devem compreender que será deveras positivo assumir os benefícios que podem resultar de um debate frontal, aberto e franco. E, perguntará o leitor, quais benefícios


12/04/2012

O Rotundas - 11ª edição!

Para desanuviar!

O Académico lá continua na frente e empenhando em encontrar caminho... mas quem teima em não acertar rumo são os maqueiros de serviço no Fontelo!

Aos interessados!

Sinfonia Imaterial - um filme de Tiago Pereira

A Fundação INATEL, através da sua agência em Viseu, e em parceria com o Cine Clube de Viseu, tem o prazer de convidar V. Ex.ª a assistir à exibição de SINFONIA IMATERIAL no dia 17 de abril, às 21h45, no Auditório do IPJ – Instituto Português da Juventude.

À atenção de quem de direito!

A sede da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viseu é recente, a Direcção é nova e aos velhos problemas acrescentam-se agora outros mais actuais! 
Pelo que me consta, e salvo melhor informação transcrita nas actas oficiais da Instituição, na última AG de 30 de Março os factos nela ocorridos podendo não constituir nenhuma ilegalidade encerram certamente alguma irregularidade e merecem ser apurados, pelas quantias envolvidas e sobretudo por se tratar de uma pessoa colectiva com utilidade pública e que recebe dinheiros do Estado Português. Assim, visava aquela Assembleia autorizar a direcção a consignar bens que servissem de garantia a empréstimo bancário, entretanto contraído e autorizado por AG precedente até ao montante de 200 mil euros. Sucede porém que o referido empréstimo foi transformado em 3 e que  no total atingem os 326 mil euros, ultrapassando largamente o montante autorizado pela AG.
Apesar deste incumprimento estatuário, e legal, a AG decidiu outorgar, a pedido da direcção, a hipoteca, como garantia, do prédio antigo sede da instituição no valor de cem mil euros. Na votação, a direcção voltou a sufragar a proposta que ela própria submeteu à aprovação dos associados e foi repetida apesar da entrada e saída dos sócios havendo vários membros com ligações à banca.
Se assim não foi então fui mal informado o que me custa a acreditar! Se foi... regista-se com desagrado que uma instituição centenária, condecorada com uma Torre e Espada e pessoa de utilidade pública que tem por nobre missão a de socorrer pessoas e bens seja gerida desta forma!

Será na Feira de São Mateus?


11/04/2012

Delegação de... competências!


Será já prenúncio de candidatura?


Versão espanhola de Fernando Ruas!

Los presidentes de las cámaras municipales portuguesas de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Regua, Vila Real, Santa Marta de Penaguiao, Vila Pouca y Chaves inaugurarán el próximo día 24 el Camino Portugués Interior de Santiago(...) que así fue bautizado por los regidores lusos, comienza en Viseu. Su presidente en la Cámara Municipal, Fernando Carneiro, aseguró que la puesta en servicio de la ruta será un elemento para dinamizar el turismo. 'Va a fomentar un flujo de visitantes importante', dijo.

Postais de outros tempos!

Excelente ideia e de grande utilidade histórica esta dos Postais Ilustrados Antigos de Viseu do amigo AJ.

Li, reli e... vou ter que voltar a ler!

(clique na imagem para ler)

A cidade não é um sítio para viver; a cidade Vive-se!

Já aqui na tribuna se falou de ruas desertas e em tempo de vésperas aponta-se o trinómio comerciantes/Associação Comercial/Câmara Municipal como razão e adianta-se ajustada explicação embora em resumo se possa dizer que há quem em eleições anuncie que Viseu somos todos nós e durante o mandato a faça só para alguns! Por essas razões e não só não posso deixar de estar em absoluto acordo com o que o amigo Tiago Nascimento escreveu no seu mural do Facebook "o fecho da Pastelaria Horta é mais um triste episódio de um longo processo de definhamento da cidade de Viseu e do modo como ela se relaciona com os seus habitantes. Horta, Rebelo, Casa da Boneca, Brinca são referências da vida dos viseenses e o seu fecho não será apenas consequência de rápidas transformações económicas que os comerciantes não souberam e não puderam acompanhar. São o reflexo de uma "gestão de cidade" em que os valores se perderam, o humanismo foi desprezado e as pessoas foram desvalorizadas. Há a virtude de fazer obras e deixar as contas a verde. Mas uma cidade não é um sítio para viver; a cidade Vive-se!"

10/04/2012

Fernando Ruas em grande!


Vale a pena ouvir Fernando Ruas acerca da limitação dos mandatos e da leitura que faz de Autarcas que em final de mandato se candidatem a concelhos vizinhos! O também presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses que ainda recentemente classificou as autarquias "como o verdadeiro ministério da Solidariedade Social" pode aproveitar o próximo dia 14 para explicar a razão de tal afirmação ao Ministro Pedro Mota Soares que visita pelas 16h a Associação de Passos de Silgueiros.

Cada um é para o que nasce!

José Cesário, Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas esteve no Brasil para iniciar uma acção de “sensibilização e formação” para dirigentes e ensaiadores de grupos folclóricos portugueses (...)

09/04/2012

Maldita crise!

Quem não se lembra das “estórias” à volta do chá quente e do chá frio do Horta? Pois, pelos vistos até isso acabou!

Festival de Música da Primavera

O Festival de Música da Primavera, de Viseu, que já vai para a quinta edição, realiza-se a partir da próxima sexta-feira (dia 13) e até 29 deste mês, com uma aposta que contrapõe convidados internacionais e a prata da casa.

E desta lembram-se?


" (...) Nestes termos, a Assembleia Municipal de Viseu, reunida hoje, 27 de Fevereiro de 2004, aprova a seguinte Moção:

1. A Assembleia Municipal de Viseu rejeita liminarmente qualquer intenção do governo em colocar Portagens na A25.

2. Dar conhecimento ao Senhor Primeiro-Ministro dos resultados da votação desta Moção (...)"

25 de Abril



Up and Down BTT


Viseu, Séc XXI


Os alunos ensinam a Escola!

Einstein disse que "se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. Sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais, não haverá raça humana.” e bastaria isto para justificar a importância da apicultura que ganhou fôlego na ESAV graças ao Departamento de Intervenção na Quinta da Associação de Estudantes da Escola Superior Agrária de Viseu

Situação a merecer atenção por quem de direito!

Viseu aparece em grande destaque na Revista da ANBP e não é pelas melhores razões!