13/10/2012

Aceitam-se propostas de legenda!


Pensamento nocturno!

Uma das formas do Estado emagrecer será ver-se livre da incompetência dos funcionários dos partidos! Estou certo que por mais cera que deputados deste calibre façam na AR fazem parte de gordura pouco saudável e são um péssimo exemplo do que se faz com o nosso dinheiro.

O número de Fernando Ruas!

Fernando Ruas o autarca mor cá do reino, afirmou na AM segundo noticia do Jornal da Beira que Viseu conta com 225 bombeiros! Este economista reformado já se deve ter esquecido de fazer contas. Senão vejamos, voluntários em regime de voluntariado são 50 que eu saiba, os municipais são 39, logo, se Ruas tivesse sacado do lápis detrás da orelha somaria 50+39=89. Parafraseando Mota Faria, "por muito que nos julguemos bons há sempre alguém que é melhor que nós" e, num caso e noutro somados, não é difícil que o número ultrapasse o milhão empatado pela CMV no BPP, mesmo falhando tudo, sempre podia aplicar a prova dos nove e dar conta que até vendo ele a dobrar (por qualquer motivo) isto daria 178, com o IVA ficamos com mais 40,49 o que com muito boa vontade somará 218,94. Que raio de imposto ainda lhe aplicará Fernando Ruas?

Morcões e Javardolas XLIX


Quinta feira passada, Rua do Comércio em pleno centro histórico, pela noite fora, na cidade com melhor qualidade de vida,

caloiros e álcool a mais e policiamento a menos dá nisto!

A outra feira foi assim!

Não toquem no meu quintal

A Assembleia Municipal pronunciou-se esta tarde sobre a reorganização territorial. A discussão ao que parece teve por base o estudo do IPV e como tal pouco seria de esperar desta Assembleia que extravasasse os dois cenários de redução ali propostos e acabou por aprovar, com 40 votos a favor, 16 contra e 3 abstenções, a redução do número de freguesias do concelho de Viseu passando de 34 para 25. A proposta aprovada, foi a apresentada pelo PSD e prevê a agregação de Coração de Jesus, Santa Maria e São José, a agregação de Repeses e São Salvador, a agregação de Couto de Cima e Couto de Baixo, a agregação de Fail e Vila Chã de Sá, a agregação de Barreiros e Cepões, a agregação de São Cipriano e Vil de Soito e a agregação de Boaldeia, Farminhão e Torredeita.
A cidade ficará com uma junta de dimensão da cidade pelo que será engraçado no futuro verificar onde acaba o Presidente da Câmara e começa o da Junta e vice versa além de que se a esse universo se aplicar o actual sistema distributivo será mais lucrativo ser Presidente de Junta da cidade que Presidente de Câmara a que corresponderá ainda por cima menos responsabilidade. Porque não extingui-las? Quantos dos viseenses se deslocam hoje em dia à Junta de Freguesia para tratar assuntos seja do que for? 
Esta realidade das freguesias que, imaginem lá até o conservador BE Viseu pretende manter, não tem paralelo a nível da Europa ocidental e a história mostra-nos que estes organismos de pequenas circunscrições, abrangendo escassa população, são ainda resquícios dos regimes autoritários. No Portugal do Estado Novo, o homem do regime, o regedor, encontrava-se presente junto das populações. Certificados de pobreza e atestados de residência eram o paradigma de uma teia burocrática que impunha a sujeição dos fregueses à respectiva junta. Pelos vistos, é neste paradigma que Governo e poder local se querem de novo afirmar!

12/10/2012

Diz-se que disse!

Texto de opinião publicado na edição 552 de 13Out do Jornal do Centro

Os tempos que correm cá pelo burgo têm sido férteis no diz que disse. Diz que disse que no “mamarracho” da Segurança Social a “limpeza” foi de alto a baixo embora, e outra coisa não seria de esperar, tudo feito com a maior transparência e com base na imprescindível meritocracia que se junta aos habituais cartões de militante e silêncio da oposição. Oposição, que sobra, vive perdida entre destroços irrealistas ou quiçá demasiado idealistas, que levaram recentemente à demissão de José Carreira no CDS Viseu o que deixa Hélder Amaral a pouco menos de um ano em maus lençóis. No PS Viseu, a espiral negativa é reflectida nos jogos de bastidores dando como certa num periódico da cidade a candidatura de José Junqueiro. Noticia feita, também ela, com base no diz que disse e que alguém terá dito para dizer que não disse mas no entanto seria bom que se dissesse, colocando-se também esse tipo de imprensa no mesmo patamar de vacuidade da oposição, que só acrescenta ruido à discussão politica que se quer liberta deste tipo de espuma e se deseja confronto de ideias que não de pessoas. Desta forma, José Junqueiro ficou com o pretexto de colocar-se de fora mantendo-se dentro e Lúcia Silva mostra que a suposta cabala de que se queixa ser vítima é filha directa da sua própria falta de liderança. Inspirado em Vladimir Putin, Fernando Ruas, preocupado com tanta falta de afirmação por parte de quem com seriedade e competência possa reinaugurar a esperança dos viseenses, predispõe-se a deixar tudo como está para daqui a quatro anos voltar a ser dono e senhor da vontade dos viseenses. Hugo Chavez não lhes chega aos calcanhares!

Viseu no mapa da marosca!

(...) O “projecto nacional” a que se refere a Tecnoforma nos seus documentos foi apresentado numa sessão pública em Viseu, em Outubro de 2004, presidida por Passos Coelho, como consultor da Tecnoforma. Nessa sessão esteve presente o então secretário de Estado da Administração Local José Cesário (...)
in Público

Em exibição na AR

Bilhetes à venda aqui

11/10/2012

Onde está Marta não falta malta!

A crise tudo justifica!

O concelho de Viseu vai ter quatro unidades de cuidados continuados, que deverão ser construídas já no próximo ano, informou fonte camarária. A prenda rosa do Natal de 2010 não terá embrulho laranja no sapatinho do Natal de 2012!

O mal alastra!

O grau de delegação de competências na CMV, pelos vistos é de tal ordem que já um técnico decide sobre a possibilidade de realizar de eventos desportivos mas como nunca por nunca se delega responsabilidade por certo que Guilherme Almeida terá uma boa explicação a dar nesta matéria. Ou será que ainda não percebeu que mesmo participando em causas meritórias nada muda a não ser o traje? O cancro de tal decisão só pode ter sido ele próprio e Tiago Freitas apenas uma das suas muitas metástases!

Desafio aos leitores

(…) Estamos muito preocupados com a situação nacional. Não compreendemos os “choques emocionais” dados aos Portugueses aquando o anúncio das medidas de austeridade e as explicações à posteriori (…) Estamos a empobrecer, mas mais grave a empobrecer aumentando as desigualdades sociais, acentuando a pobreza e a exclusão social e o desemprego. Desemprego que tem de ser o problema central da Sociedade, um flagelo também da nossa região.
O limite de aceitação de sacrifícios, de tolerância foi atingido.
(...) Aplaudimos a legislação sobre a criminalização do enriquecimento ilícito, mas há necessidade de colocar na agenda política, como prioridade o combate à corrupção e acabar com a promiscuidade e a confusão entre as esferas politicas e económicas. (…) Estamos perante uma transformação da economia e da Sociedade Portuguesa.

O extracto do discurso acima foi feito por:
a) Carlos Vieira inspirado em Francisco Louça
b) António Vilarigues inspirado em Jerónimo de Sousa
c) Se a hipocrisia politica pagasse imposto não tínhamos défice
d) Nada disso mas sim _____________ (a preencher pelo leitor)

Estreia brevemente no concelho!


Suspenso!


O Zé fechou a tasca, tantas são as viagens que nem tempo tem para teclar. É mau porque assim ficamos sem ninguém para nos informar das porno-chachadas que saem nos tablóides e na imprensa cor de rosa pois o Cesário com literatura séria dá-se mal, muito mal...

10/10/2012

Desafio aos leitores

A frase acima publicada no Suplemento do Jornal do Centro sobre as 100 maiores empresas em 2011 é pertença de:
a) Presidente da AIRV
b) Administrador da Visabeira
c) Barba Azeda
d) Esta agora! É preciso ter grande lata
e) Nada disso, mas sim de ________________ (complete a frase)

Estreia brevemente!


Contraditório ao retardador!

O Diário de Viseu estes últimos tempos tem sido fértil em informação do diz que disse logo seguida do afinal não é bem assim! Se a moda pega este blog arrisca-se a ser a melhor fonte jornalística da cidade!

Esta é confusa demais para mim!


Aos artistas o palco, ao povo a voz!

Mais info aqui.

09/10/2012

Na AR já não lêem o VSB?

Caros deputados do circulo eleitoral de Viseu da oposição, uma vez que andam tão empenhados agora em perguntar ao Governo o que poderiam ter feito antes não se importam já agora de perguntar qual o racional que presidiu a tanta troca de cadeiras na Segurança Social e quanto de beneficio ou poupança isso trouxe para o Estado?

Venha o próximo!

Fernando Ruas no Diário de Viseu diz que neste seu mandato de 24 anos deixa por concluir um projecto que não tinha sonhado, o Centro de Artes e Espectáculos e que em alternativa deixa o espaço com mais alcatrão criando mais um parque de estacionamento. Esqueceu-se o edil do seu maior sonho de todos os tempos, a Praia Fluvial do Pavia, sendo que meios não lhe faltaram para a concretizar. Água mete ele com fartura todos os dias e nestes últimos tempos não lhe tenho faltado com areia... ainda vai acabar por substituir a ideia por um charco para engolir sapos!

Melhor só o IberRock

Com a CMV a apoiar o evento dos "Melhores Anos" a que acabaram por associar uma acção de solidariedade a favor de uma Fundação de Lisboa que, apesar de tudo fica sempre bem e evita certas criticas a Expocenter encheu-se numa festa de glamour que este ano teve sabor a rancho, a voz de Pedro Abrunhosa e momentos de teatro, avança o Diário de Viseu que elenca ainda parte da lista de "diversas personalidades de Viseu, Almeida Henriques, José Cesário, Fernando Ruas, toda a vereação e respectivos acompanhantes, Marques Mendes, Manuel Serrão, Manuel Maria Carrilho, deputados eleitos por Viseu da Assembleia da República, João Cotta, Pedro Machado, Jorge Loureiro e alguns presidentes de Juntas de Freguesia de Viseu." Confesso que há uns anos a esta parte ainda fui a esta festa que movimenta muitos cabeleireiros e lojas de pronto a vestir da cidade mas felizmente vacinei-me e hoje gosto de assistir de fora a este festival de virtudes públicas e vícios privados!

08/10/2012

Na oportunidade!

Acham estranho? Calma, a razão é esta mas talvez seja bom irem-se habituando!

Mas tu queres ver?

Última hora

Os rumores que dão Fernando Ruas como ministeriável na próxima remodelação do Governo de Passos Coelho ganham forma e a realidade já esteve mais longe!

07/10/2012

Esteve que eu vi e de camisa branca de marca!

(...) Fernando Ruas não  gostou que eu tivesse lembrado que quando a maioria dos deputados e presidentes de Junta do PSD chumbaram a Moção que apresentei em Junho passado para o reforço de meios humanos e materiais dos Bombeiros Municipais, os avisei de que se houvesse uma tragédia no concelho os responsabilizaria. O presidente Ruas, no seu estilo de Alberto João das Beiras,  vociferou: “Eu estive lá no meio, mas a vocês não os vi em lado nenhum!”
Ora, esta afirmação é uma imbecilidade. (...) Já o presidente da Câmara de Viseu não fez mais do que a sua obrigação já que é o responsável máximo pela Protecção Civil Municipal.

Danos colaterais!

A transportadora JLS, uma das maiores empresas do País no sector, está a preparar a deslocalização da sua sede de Viseu para Paris devido à crise e aos custos das portagens, sobretudo nas antigas Scut.
in CM