17/11/2012

Três quê?

Dos três Dês de 1974... aos três Erres de 2012 vão os três Pês de Pedro Alves. O P de politiqueiro, cassete sem ideias nem ideais, o P da partidarite cega que o sustenta e sem a qual não tem existência e, finalmente o P de propaganda bacoca que já só engana quem quer ser enganado!

Recados dentro de casa?

Finalmente o nosso conterrâneo e Ministro Álvaro Santos Pereira ouviu falar da Lusitânia, ADR.

Tubagens do tempo do Carrilho!

Cenas quotidianas da melhor cidade nacional para se viver.

Cromo de colecção!


A reconquista laranja

O atento Olho de Gato há dias deu nota da previsível criação do Parque Jurássico, local acolhedor para os eliminados do próximo concurso eleitoral pela limitação de mandatos, mas não é preciso ir tão longe e bastará mantermo-nos na esfera local para perceber que também por cá se faz sentir o efeito do "camartelo a desfazer o edifício moral do passismo". E se tivesse jogado no Euromilhões com a mesma certeza que aqui referi que no "assalto ao mamarracho" depois dos chefes se seguiriam os adjuntos certamente que teria acertado, no mínimo, nas estrelas. Aí estão mais 14 novos chefes de sector e equipa nomeados com base na meritocracia pois como já se adivinha nenhum é simpatizante, muito menos militante embora se possa dar o caso de ser namorada, afilhada, comadre, compadre, vira casacas, etc... mas só por questões de má língua o será! Os serviços ficarão mais eficientes, o edifício mais respirável e só mesmo a mudança final dos seguranças e porteiros concluirá o processo de desinfestação colocando assim a cereja no topo do bolo. Disse cereja? Desculpem queria dizer laranja!

16/11/2012

Vai uma aposta?

Artigo de opinião publicado na edição 557 de 16 Nov 2012 do Jornal do Centro.

Miguel Sousa Tavares, na sua última crónica de opinião, no semanário Expresso, afirmava a rematar que (...) “por pior que seja a opinião sobre o Governo de Passos Coelho, não há, entre os portugueses, nenhuma pressa ou desejo intenso em vê-lo substituído por um de António José Seguro: acreditem que não há.” Acontece que se conhecesse a ideia que um outro Miguel, este mais concelhio e menos aconselhado, vincula na 5 de Outubro, junto dos apaniguados das outras duas famílias que com a dele, e para infortúnio dos socialistas, constituem o PS Viseu, por certo que não se atrevia a dar forma a tais palavras. Não o posso assegurar, como calculam, mas atento à postura da oposição, cá do burgo, é altamente provável que nesta fase esteja melhor definida a lista dos futuros candidatos a deputados do que o nome a apresentar para candidato à cadeira de Fernando Ruas.

15/11/2012

Chutar para canto!

Para colocar em agenda!



FADO & JAZZ é um projecto musical idealizado e concretizado pelo pianista e compositor Paulo Lima. Com o objectivo de passar a mensagem do Fado de uma forma mais abrangente, o compositor Paulo Lima decidiu unir estes dois estilos, fundi-los e fazer novos arranjos musicais. Criou-se, assim, um ambiente mais harmonioso sem desvirtualizar o essencial do Fado. O Fado e o Jazz unem-se em palco, na presença de cinco músicos com diferentes experiências que cruzam as suas influências musicais, fazendo de cada concerto um espectáculo original e incomparável!
Voz | Catarina Rocha; Piano | Paulo Lima; Guitarra | Carlos Peninha; Baixo | Pedro Lemos e Bateria | Luís Nobre.
Dia 30 de Novembro 2012, a apresentação do DVD Fado & Jazz gravado ao vivo acontece pelas 21h30 no Hotel Montebelo... a entrada é livre!

Dica para a próxima campanha autárquica!

Na semana passada o funcionário do partido laranja Pedro Alves escrevia na sua crónica semanal que "há quem faça da hipocrisia politica uma prática e a procure instituir como regra." 
Para a crónica desta semana deixo-lhe aqui como sugestão e elemento inspirador ainda dentro do mesmo tema da hipocrisia politica as declarações do seu padrinho Almeida Henriques, actual Secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, em 2006 na AR, dirigindo-se a Teixeira dos Santos:  

(...) - Sr. Presidente, Srs. Deputados e Srs. Membros do Governo, em matéria de impostos já ficou bem patente para todos os portugueses qual é a intenção do Governo. E essa intenção chama-se voracidade fiscal, chama-se cobrar mais para gastar mais! É claro e notório neste Orçamento que o Governo penaliza, mais uma vez, as famílias, as empresas e, mais grave ainda, penaliza a competitividade da economia portuguesa. Aliás, é o próprio Relatório de Outono do Banco de Portugal que vem reconhecer que este agravamento é insuportável para as famílias e para as empresas.
Nesta voracidade fiscal, a que chamaria até «gula» fiscal - e a gula é uma coisa feia - não escapa ninguém!

Quinta-feira, 30 de Novembro de 2006 I Série - Número 23, X LEGISLATURA 2.ª SESSÃO LEGISLATIVA (2006-2007), REUNIÃO PLENÁRIA DE 29 DE NOVEMBRO DE 2006

14/11/2012

A Torá do Américo!

Em Março deste ano, Américo Nunes na qualidade de presidente da Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) Viseu Novo afirmava que "o edifício que terá acolhido a sinagoga da comunidade judaica de Viseu deverá ficar reabilitado até ao princípio do próximo ano". A fazer fé nos últimos exemplos de datas previstas por parte da CMV nas obras levadas a cabo, nem o edifício estará pronto nem a Sinagoga "agora já com aspas" acabará por ser "casa de reunião ou de oração"!

Esta semana o Guilhas está em todas!

Não deixa de ser curioso que hoje na reunião destinada à apresentação do trabalho que a Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal tem vindo a desenvolver para novas ofertas Regionais da Marca Centro de Portugal, com particular destaque para a região de Viseu, a CMV não tenha sido representada pelo Vereador do Turismo. Estar 24 horas ao serviço do partido dá nisto... falta tempo para a Autarquia e para os viseenses. Ou será que a razão já é outra?

13/11/2012

Erro meu!

Hoje já com a noite a cair reparei que o busto de Aquilino Ribeiro na entrada do Parque com o mesmo nome estava nesta triste e medonha figura. Ainda pensei com os meus botões que dali de alguma janela da Praça da República alguém teria dado conta do pouco destaque e dignidade dada à figura do escritor e o mandou tapar para o reerguer condignamente noutro local. Afinal a explicação é outra!

Ainda sobre modéstia à parte!

Eu já dei para este peditório! E o leitor?

12/11/2012

Modéstia não lhe falta!

Qual é o vereador da CMV que planeia aparecer em tudo que seja evento de modo a obrigar o restante executivo a aparecer?

Ideia adubada!

Em breve na "espécie de Fundação Serralves" de Viseu a promessa feita há quase uma década será uma realidade agrícola!

O S. Martinho cá pelo burgo!

Há muitas razões para comemorar o S. Martinho. Esta não me passava pela cabeça, confesso. Será que a ré teve direito a advogado de defesa?

11/11/2012

Um donativo pela Humanidade e já agora, um comentário pela Verdade!

Leitor atento fez-me chegar ao email a preocupação com a situação que, pelos vistos, se vive na Cruz Vermelha Portuguesa e em especial na delegação de Viseu. As Direcções Voluntárias estão a ser paulatinamente substituídas por "gestores profissionais" na vertente local intitulados Coordenadores Locais de Delegações a auferir ordenados na ordem dos 1.600 euros/mês, com viatura, telemóvel e computador de serviço. Gestores estes que nalguns casos se arrogam do direito e propriedade moral para exigir a voluntários que trabalhem cada vez mais horas... gratuitamente. O mesmo leitor termina a pedir-me que adivinhe no caso de Viseu, qual será a cor política do recém-nomeado Gestor da Delegação desta cidade sendo que do seu suposto curriculum profissional constará a gestão de 2 empresas... falidas! Estará actualizada esta informação? Se está a resposta está parcialmente dada, caso contrário passo a bola ao leitor. Seja como for, fica o registo de mais uma situação que à luz dos princípios fundamentais desta Instituição secular tem muito que se lhe diga!

Coisas boas que se vêem por cá!