30/11/2012

Política do pilarete!

Artigo de opinião publicado na edição 559 de 30 Nov 2012 do Jornal do Centro

Na falta de melhor assunto tinha desenhado para esta crónica de opinião revisitar o tema da má despesa pública municipal, tão caro no passado aos nossos eleitos da Praça da República e tão caríssimo no presente e futuro a todos os contribuintes. Os exemplos são tantos que dariam para outro livro da Bárbara Rosa e do Rui Marques que, sempre esquecendo Viseu, vão de trocos a milhões bastando para o efeito o leitor passar os olhos pelo Portal Base e fazer uma pesquisa em Entidades com o NIF 506697320. Desde o inovador pilarete de 5.700€ para conforto de Fernando Ruas, aos 6000€ das imprescindíveis agendas para anotação das datas de inauguração das obras sucessivamente adiadas, aos quase 25 mil euros por um estudo do Museu Municipal, situado algures em local bem escondido da cidade, ou ao dobro gasto todos os anos na festarola da Quinta da Malafaia, ou cinco vezes mais esturricados anualmente na operação e manutenção do funicular, etc, etc para chegarmos à cereja no cimo do bolo, quase um milhão de euros consumidos na promessa eleitoral do Centro de Artes e Espectáculos entretanto transformado num parque de estacionamento.

Ali por Vila Meã tem sido assim!

Sexta dia 30 o convidado é José Cid. Mais info aqui.

Rádio NoAr

Joaquim Alexandre, o assunto é bem lembrado e o VSB associa-se aos votos e à homenagem que aqui deixaste a todos aqueles que durante vários anos de forma critica, independente e atenta acrescentaram informação à cidade e escrutinaram poder e oposição.

29/11/2012

A não perder ali no Lugar do Capitão!


Quando a esmola é grande...

(in Jornal da Beira) 
Ora expliquem-me lá esta. Se bem percebi, um concorrente oferece 305 mil e compra o equipamento por 100 mil e o outro oferece 200 mil e compra o equipamento por pouco mais de 50 mil. Afinal, qual é a dúvida?

Um Viseense na TV

Paulo Ferreira fez parte da história da extinta Rádio NOAR nos anos 80 e é agora  o novo director de informação da RTP.

O máximo na Máxima!

Confira aqui!

Lá como cá!

Se bem se recordam ainda esta semana mandei uma encomenda para o Brasil e já recebi de volta o comprovativo da entrega e imaginem que ainda há quem diga que não há grande irmandade nesta nossa Lusitânia paixão!

Cada tiro, cada melro!

Agrada-me saber que já que não lêem os estatutos pelo menos a leitura do VSB está em dia e que nos emails da convocatória não usam a opção Bcc... assim sempre se fica a saber que no Largo do Rato também há quem se mantenha a par do assunto!

28/11/2012

The show must go on!

(clicar para ler)
Um dia depois e resposta zero! Estará por certo na pasta de despacho a aguardar a próxima reunião mensal...

Uma boa notícia (ou não)!

Vale-nos a certeza de que os deputados de Viseu sabem que a vida dos portugueses não vai ser fácil no próximo ano e será preciso estabelecer prioridades! Isso vai fazer toda a diferença em 2013 no distrito, por certo!

50% de hipóteses de acertar!

Caro leitor, conhecido o cabeça de cartaz laranja quem é o segundo da lista, Ana Paula Santana ou Guilherme Almeida?

Não se riam que a ideia é boa!

Nesta iniciativa pretende-se “consciencializar os jovens para a importância de reduzir o consumo” e o exemplo é... um pacote de leite!

Quanto mais se mexe...

A inveja é um sentimento muito feio!

Está visto que o Fernando Cálix nunca foi à Quinta da Malafaia!

27/11/2012

Mas alguém leu os Estatutos?

(...)
(Do Congresso da Federação)

1. (...)
2. Os programas de orientação política aprovados pelo Congresso são adotados como linha de ação a executar pelo Secretariado da Federação, sob supervisão da Comissão Política da Federação.

Em incubação!

O anterior Governo "não tinha sensibilidade" para a transferência do Centro Histórico para a Loja do Cidadão nas palavras de Fernando Ruas. Pelos vistos este também não tem dado a louvável solução encontrada passar por transformar o degradado e antigo edifício dos Bombeiros numa incubadora de empresas, situação já existente há mais de uma década em grande número de municípios! Como aqui também se refere, ainda assim, antes tarde...

Viseu na palma da mão!

Mas tu queres ver que é desta?


O coelho finalmente decidiu-se a sair da toca! Guilherme Almeida, 24h disponível para o caciquismo lá se dignou a responder-me ainda que por interposta pessoa. Fico a saber que a informação ainda não está disponível online (grande novidade) e que a transparência de Guilherme Almeida carece de aviso prévio, caso contrário poderei levar umas horas a receber a documentação ou mesmo meses em função do conceito expresso da devida antecedência.
Sem prejuízo da queixa junto da CADA, lá irei na data a negociar procurar conhecer a informação que a todos por lei Guilherme Almeida devia disponibilizar, na presunção de que a mesma me é fornecida sem reservas ou subterfúgios cá estarei para vos-la dar a conhecer. Fiquem atentos aí desse lado!

26/11/2012

Razão tinha Santo Agostinho!


 
O antigo café e esplanada localizado no cimo das Escadinhas de Santo Agostinho foi encerrado em 2011 para ser transformado numa sala de estudo. As obras de adaptação adjudicadas por 108.775,38 euros em Agosto de 2011 tinham um prazo de execução de 120 dias (ver aqui). Em Junho de 2012, um ano depois as obras estavam quase concluídas como constatou o atento AJ.
 
Finais de Novembro de 2012, o espaço está como a foto documenta mas sem qualquer sinal de vida! Bem dizia Sto Agostinho que "ninguém faz bem o que faz contra a vontade, mesmo que seja bom o que faz!"

Terá ficado a ler o VSB?

A esta hora já Almeida Henriques, Secretário de Estado da Economia, terminou no Auditório do IPV, a apresentação das linhas gerais e conceito sobre a identificação de investimentos sustentáveis em cidades, a política urbana da UE e das políticas territoriais no pós-2013 com o "Novo QREN" a que se juntou a intervenção de Carlos Marta, na qualidade de Presidente da CIMRDL, apontando aos presentes as questões fulcrais dos fundos comunitários para o período 2014-2020. Ora, dada a importância do tema para a cidade e região seria interessante que durante o debate da tarde alguém perguntasse a Almeida Henriques qual a razão porque Fernando Ruas não compareceu ao evento nem mandou ninguém representar a CMV?

A Camorra do bigode!

Fernando Ruas, por certo que, já deu instruções a Américo Nunes para começar a campanha da sucessão de 2013 que lhe permita depois regressar à Praça da República em 2017. Américo, leal, servil e sem guarda-chuva, afogado que ficou na batalha da água escolheu novo teatro de operações e com a "batalha do lixo" abriu as hostilidades, mais contra Tondela que a favor de Viseu. Na Primavera do próximo ano veremos se ganhará alguma das guerras.

25/11/2012

E agora Tó Zé?



A "Luciana" segurou e teve afecto pelo Seguro e será que agora o Tó Zé segura os afectos da Lúcia??

Paraíso da Lusitânia!

Há dias recebi um email de um cidadão brasileiro dando-me nota que através do VSB obtivera alguns dados que o alertaram e mais preocupado o deixaram quanto a um personagem bem conhecido, em tempos, cá pelo burgo. Da Católica ao Viseu Digital foi um ver se te avias e outrora o Paraíso de uns a ganharem 6900 euros para esturricarem milhões de euros de fundos comunitários e dinheiros públicos é hoje o presente Inferno de todos os contribuintes portugueses que, nem sequer têm o prazer de ver esses responsáveis por tal ruinosa gestão passar pelo Purgatório da Justiça. Para não ser acusado de processos de intenção, nem sei que responda a esse irmão da língua portuguesa sobre a questão que me coloca: que a Opus Dei tem muitos desígnios, que se os que amam o vinho e o amor vão para o inferno então o Paraíso deve estar vazio ou mando-lhe só a cópia actualizada dos devedores entre 250.000 e 1.000.000 € ao Estado Português?