29/12/2012

Jota geriátrica!

Eis, mais uma prova que estas actuais juventudes partidárias não servem para nada ou vá lá, para ser simpático, servem para muito pouco!
Eles limitam-se a debater o envelhecimento activo, já eu pratico o envelhecimento activo!

Pela minha parte...

"Pela minha parte, mantenho a coerência que sempre tive, só deve haver portagens para os residentes se existir via alternativa"
Almeida Henriques dixit na sua crónica de opinião a 1 de Fevereiro de 2010. Hoje, 28 de Dezembro de 2012 o Governo de Almeida Henriques anuncia que o aumento nas portagens das ex-Scut ultrapassa também os 0,9% de inflação, mas representa um aumento inferior aos 4,3% registados em 2012. Almeida Henriques termina a crónica afirmando "sempre quero ver a coerência"! Acham que ainda é preciso? Pela minha parte está mais que vista!

Enquanto uns falam, nós fazemos!

Mais de uma década depois de a Câmara de Viseu ter dado início à revisão do Plano Director Municipal (PDM) do concelho, o processo poderá ficar finalmente concluído até ao primeiro trimestre do próximo ano.
e) 1 de Abril de 2013

28/12/2012

Estalinismo beirão!

O BE Viseu parece estar a caminho de adoptar a liderança bicéfala do modelo nacional. Ao lado de Carlos Vieira legitimado pelo voto do eleitorado vai passar a estar Fernando Ruas pela afinidade de politicas que defendeu na última AM, onde só faltou o gritinho estridente: "Não à NATO, abaixo o imperialismo ocidental." Não é uma saída airosa para Fernando Ruas mas é a alternativa possivel, para quem procura seguir os passos de Putin!

Regime velho… Bom Ano Novo!

Texto de opinião publicado na edição 563 de 28 Dezembro de 2012 do Jornal do Centro

Ao contrário das previsões o Mundo não acabou dia 21, do Natal fica memória da festa em família, bem como os restos de 2012 da mirra do Gaspar, resina antiséptica para acabarem de nos embalsamar no "annus horribilis" que se avizinha e cuja novidade esperançosa residirá na certeza de finalmente Fernando Ruas, continue ou não a pintar as pilosidades faciais ou o escalpe, deixar de se preocupar com ajudas de custo, festas na Malafaia e rotundas ajardinadas! Se o ano transacto também não deixa saudades, 2013 não adivinha coisa boa. As causas perdidas ou sine die adiadas da instalação da Universidade Pública; da Auto-Estrada portajada (nem assim?) Viseu x Coimbra; a linha ferroviária, uma ligação directa às linhas do Norte e da Beira Alta, bandeiras que têm sido erguidas em prol do desenvolvimento da região, ou promessas de campanha como o Centro de Artes e Espectáculos transformado num dispendioso parque de estacionamento, 23 anos em que a cultura perdeu sempre para o betão; a praia fluvial do Pavia ainda por despoluir; o Tecnopólis de Lordosa, versão Silicon Valley beirã; a espécie de Fundação de Serralves da Quinta da Cruz, são outros dos exemplos do que ficará por fazer e nos custará caro durante largos anos. 

Ano Novo, Vida Nova!

A todos os meus (e)leitores desejo um "Ano de 2013 tão bom quanto possível"!

27/12/2012

Promessas leva-as o vento!

Oh Júnior, não me digas que vais deixar acabar o ano e não me respondes? Estava à espera dessa prenda de natal para partilhar com os leitores e... nada! Só tu é que gostas de receber?

É preciso saca-rolhas?

Lúcia Silva, não me diga que nem o Pai Natal lhe trouxe um candidato? Ou vá lá, confesse, nem mesmo uma candidata no sapatinho?

Quem nunca viu Viseu...

Zé, aproveita que a TAP ainda é nossa!

O desafio foi lançado por Cavaco Silva e apadrinhado por Paulo Portas resultando daí o Conselho da Diáspora Portuguesa, explicou à Lusa o promotor da iniciativa, o empresário Filipe de Botton que adiantou ainda que o PR, tem mantido contactos com a diáspora portuguesa e considerou que era importante "criar algo diferente". O algo diferente só pode referir-se ao desempenho de José Cesário, o nosso Zé como gosta de ser conhecido cá pelo burgo e agora ainda mais porque alguém terá feito constar que seria uma boa aposta por parte do PSD para substituir Fernando Ruas. 

A opinião dos Viseenses!

26/12/2012

Viseu, cidade amiga das crianças!

A partir do 2.º período do actual ano lectivo, as crianças que frequentam o 1.º ciclo do Ensino Básico no concelho de Viseu vão contar com um lanche, além do habitual almoço.
in Diário Viseu

E o Herminio sabe conjugar o verbo fazer?

O Conselho Local de Acção Social de Viseu é uma via aberta à convergência das nossas vontades e uma oportunidade de afirmação integrada da solidariedade concelhia, de acordo com a descrição colocada na página do Facebook. O número de entidades que constituem esta rede social é superior a 75 mas na outra rede social apenas tem 33 amigos. Assinalou, em 2010, o Ano Europeu de Combate à Pobreza e Exclusão Social, razão provável da sua génese e depois disso limita-se a cumprir calendário e mal... é a própria Comissão pela voz do Vereador responsável que o assume! Já nem vale a pena perguntar pelo Plano de Desenvolvimento Social que supostamente estaria pronto em 2011 ou pelo Plano de Acção para o dificil ano que se avizinha... afinal nem estamos em crise, nem a cidade precisa de apoio social ou não fosse Viseu a cidade com melhor qualidade de vida para se viver!

24/12/2012

Quem nunca viu Viseu, não sabe o que perdeu!

Mais aqui.

E o que é feito da Justiça?

Joaquim Coimbra, self made man, com pelo menos oito faces conhecidas, militante PSD de longa data, ex-deputado pelo círculo eleitoral de Viseu, grande defensor da indústria farmacêutica, mandatário de Cavaco Silva, patrão de Marques Mendes e accionista de referência da SLN, creio que não sofrerá de amnésia mas tem como é sabido uma certa dificuldade com as siglas. Em tempos ouvido na Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o BPN disse sem se rir que "pensava que BI queria dizer Bilhete de Identidade"! Ontem a SIC trouxe a nú a situação escalandosa do BPN dando a conhecer os rostos da falcatrua mas creio que nem valerá a pena confrontar o nosso vizinho com tal assunto pois o mais certo será dizer que nem sabia que se tratava de um banco e sempre julgou que era uma empresa de sanitários, a "Banheiras e Polibans do Norte".
São estes rostos que num País a sério estavam presos, por cá neste malvado "Centrão", fazem-se de tontos e nos passam, diariamente, atestados de estupidez... E se calhar até o somos, porque, no fim de contas, é com o nosso dinheiro que se está a tentar emendar as vigarices e os crimes económicos que fizeram ou patrocinaram com o compadrio e benção do poder politico.

23/12/2012

"Mãos que falam e estes olhos que ouvem"!


Eu sei lá, sei lá...

Não será à toa, acredita o município, que continua a apostar no bem-estar dos idosos mas, quem ouvir esta reportagem não fica com muitas dúvidas, é à toa que Fernando Ruas fala do assunto.