28/02/2013

Quem pede o livro de reclamações e a factura?

Miguel, vê bem a ironia das máquinas. "Googlei" a primeira "la palissada" do texto de tão inusitado convite "no futuro, as cidades vão assumir um papel cada vez mais relevante" e vê bem na 3ª linha onde fui parar! Agora imagina o que o software do ISCTE bem mais exigente vai produzir de output... vamos ter as páginas dos nacionais novamente preenchidas!