20/03/2013

São mais os chefes que os índios!

Uma utilizadora da rede social colocou uma foto da Loja do Cidadão com a seguinte legenda:
 
"Esta notícia merece destaque: Deixo aqui algumas informações e dicas que considero importantes serem do conhecimento público. A imagem em anexo diz respeito à Loja do Cidadão de Viseu. Não é recente, convém frisar. Em agosto/2012 eram 2 gerentes de loja, no entanto houve alguém em Lisboa que acho que os 2 gerentes de Loja, não eram suficientes, e acharam por bem, colocar lá mais um gerente em setembro/2012. Volvidos 6 meses, o mesmo "génio" verificou, que 3 gerentes não seriam suficientes e neste mês, março/2013, foi colocado mais um gerente ou colaborador (a), para 5 assistentes operacionais. Convém frisar, que neste momento a referida loja do cidadão, viu reduzida o número de seguranças afetos, apenas para um. Sim apenas um. Como se compreende, é bem mais importante ter 4 gerentes, ou colaboradores, como lhe quiserem chamar, do que seguranças. Porque Não existe dinheiro para pagar á empresa que faz a segurança, mas há dinheiro mais do que suficiente para passar de 2 gerentes de Lojas para 4, e não há dinheiro para que os funcioonários e cidadões que todos os dias trabalharam e lá se deslocam para resolver os seus assuntos, se sintam em segurança. É vergonhoso. O fator "cunha" funciona cada vez mais."