18/04/2013

O rabo é sempre o mais difícil de esfolar!

Confesso que há tempos atrás quando escrevi este artigo de opinião sobre o PDM não analisei do ponto de vista técnico este documento regulamentador do planeamento e ordenamento do território, mas desde logo me suscitou alguma reserva o facto de só às portas da saída do executivo se colocar este assunto à discussão pública e aprovação posterior. 
O Diário de Viseu , esta semana, publicou a carta de um leitor que aparenta ser técnicamente conhecedor do assunto e que coloca importantes e pertinentes questões sobre o PDM. Claro que a CMV vai ignorar isso bem como o apelo de José Junqueiro que pede a suspensão do processo de aprovação do novo PDM dado que os vereadores do PS nem devem saber que tal documento existe, mas para quem levou mais de uma década para rever este assunto ainda merecer criticas desta natureza não deixa antever boas perspectivas para um tão condicionador e fulcral instrumento de politica do concelho.