10/06/2013

5 anos depois...

Um investimento global de 114 milhões de euros e que pretende tornar Viseu na "cidade modelo do século XXI". (...) O presidente do Conselho de Administração da SRU e vice-presidente da Câmara de Viseu, Américo Nunes, prevê que daqui a nove anos exista mais gente no centro histórico e "corredores verdes abertos". "É preciso termos alma dentro dos imóveis e é esse o nosso grande objectivo: atrair pessoas para o centro histórico, com uma estratégia bem definida", disse.
(...)
O centro histórico, para esta reabilitação, foi dividido em oito núcleos.
(...)
Núcleo 7
Nesta zona, o Largo Mouzinho de Albuquerque ficará com uma "nova cara", fazendo a ligação entre o Teatro Viriato e a Escola Secundária Emídio Navarro. Será também construído um parque de estacionamento subterrâneo, enquanto que a Avenida Emídio Navarro será remodelada, assim como será dada mais dignidade à Porta dos Cavaleiros.

Texto de Sandra Rodrigues in Diário de Viseu (07-04-2008)