16/07/2013

E que tal noticias que realmente interessam?

Para um certo jornalismo que aparentemente a troco de alguma encomenda gosta muito de fazer paralelismos desajustados com a forma como se usam dinheiros públicos deixo a questão de saber da moralidade de um deputado que em paralelo é director de uma campanha autárquica, de alguns vereadores a tempo inteiro que passam a vida nessa mesma campanha, etc etc ou melhor ainda, da forma como um Secretário de Estado gasta o tempo a ver a Querida Júlia ou a partilhar o seu apurado gosto musical. Pois é, ou há moralidade ou comem todos...