07/06/2013

A sorte de uns e o azar de outros!

Alí na dos "Andrades" noite dentro ainda se trabalhava para abrilhantar o espaço para a inauguração com o convidado de honra. Nas "4 esquinas" comentava-se que "falam, falam mas crise não é com eles! Um pôe um cartaz, o outro pôe dois e o zé povo paga". Fingi não ouvir mas pelas costas ainda me pareceu que alguém terá dito que "haviam de ter tanto azar como eu tenho cada vez que vou ali jogar"!

Aplaude-se tal escolha!

Porventura a Polícia Municipal pode queixar-se dos reduzidos recursos humanos ou materiais e até da ausência coordenada de politicas de segurança mas da falta de bons comandantes não têm razões de queixa, no meu entender. Depois de Horácio Carvalho chega por feliz escolha de Fernando Ruas, e não foi de certeza alguma por outra razão que não seja o do mérito e competência do subintendente Almeida Campos, brilhante oficial da PSP Viseu, conhecedor da realidade viseense e de quem tenho as maiores referências além da certeza que continuará com o bom trabalho do seu antecessor!

Por uma jota com atitude (actualizado)!

Cara Carla Sampaio, estou a contactar em nome de Hélder Amaral no sentido de averiguar qual a sua disponibilidade para liderar a jota. O Alex é meu amigo mas está como eu, careca, o Rui bom rapaz mas é mais para a música de modo que como está calor traga pouca roupa que eu vou pedir ao Miguel que lhe faça a entrevista.

Última hora: A Carla continua sem dar resposta e surgiu entretanto um outro interessado em fazer a entrevista e disponível para fornecer medicação ajustada a quem sofra de azia ou nao entenda a ironia!

Municipais e outras coisas tais!

O desejado calor que há dias se fez sentir terá sido suficiente para obrigar cerca de 60 bombeiros a combater um fogo de mato no concelho entre os quais se incluía o efectivo da equipa de 6 homens dos bombeiros municipais de serviço no quartel. Resultado: o quartel ficou vazio o que é o mesmo que dizer sem capacidade de resposta a uma outra urgente situação que nesse período se verificasse! É preocupante e grave este facto e terá sido esse o motivo que levou o sindicato a reunir com o vereador do pelouro respectivo. Atentem agora na foto abaixo da noticia do Diário Viseu relativa a esse facto. 
Não notam nada de estranho? A cadeira ao lado do vereador não deveria ser ocupada pelo Comandante da Corporação? Ou estaria nesse mesmo instante no grupo estratégico do PSD a assessorar Almeida Henriques, para no caso de ser eleito presidente no futuro, ele como comandante reconduzido, não permita que tais situações não tenham lugar a bem da garantia da segurança de pessoas e bens do concelho? Novo ciclo, velha equipa pois há coisas, que infelizmente, nunca mudam!
E o que parece não mudar é também a forma de fazer politica! Reduzir impostos poupa o bolso dos viseenses contribuintes, poupar-me-á a uma intervenção na AM mas também mostra que em alturas eleitorais vale tudo ou quase tudo!

06/06/2013

O meu compromisso com Hélder Amaral

Texto de opinião publicado na edição 586 de 06 de Junho de 2013 do Jornal do Centro

Não será novidade alguma se ao leitor habitual deste jornal afirmar, sem falsa modéstia, que herdei do meu pai além do sentido de humor este hábito, irritante para muita gente, de reflectir sobre o nosso futuro colectivo, sobre o que podemos e devemos fazer de modo a enfrentar e resolver dificuldades, construindo um amanhã melhor. Esse hábito é complementado por outro, ainda mais irritante: digo e escrevo, sem rodeios nem pruridos de consciência, tudo isso em jornais e blogs. Tenho pautado a minha vida pelos valores e princípios que a família me transmitiu e a experiência profissional castrense cimentou, como tal, actuo sempre de forma independente, pela minha própria cabeça, sendo apenas guiado por um imperativo moral e pela concepção de justiça, motivando as pessoas, sem excluir ninguém, procurando dar o exemplo e fazer sempre tudo no limite da minha capacidade de trabalho. Baseio a minha “autoridade” numa vida limpa, o meu passado é transparente e abro as portas a quem o quiser visitar, porque essa é a única forma de procurar um tempo justo. E, de facto, essa ideia tal qual bem o afirmava a Agustina Bessa-Luís, persegue-me: o exemplo é a única forma de mudar o mundo.

A Lusitânia ainda mexe!

A Lusitânia, pelos vistos, não deixará de fazer parte da campanha autárquica em curso. A imprensa em breve dará nota da razão que terá levado a Vereadora Ana Paula Santana a trazer o assunto à reunião de Câmara mas a explicação será simples. Ana Paula Santana fazia parte da Direcção da Lusitânia em representação da CMV à data do processo de extinção da Associação de Desenvolvimento e os membros dos Corpos Sociais, ao que julgo saber, estarão a ser notificados para serem solidários numa dívida na ordem dos 100 mil euros. Ora, quando isto sai da esfera dos fundos comunitários e dinheiros públicos e entra no bolso dos dirigentes a coisa muda de figura! Deixa de ser um Paraíso e passa a ser um Inferno!

05/06/2013

Submeta-se a despacho do Vereador do Desporto!

Com os votos de rápidas melhoras ao atleta atingido pelas "balizas de basketebol"!

Feira do desporto adiada

A 6ª edição da Feira do Desporto de Viseu, inicialmente prevista para dia 8, 9 e 10 de junho, no Parque Urbano de Santiago, será adiada para data a definir (...)

Viseu foi assim por um dia!

Pois, só pode!

Meus caros, há quem a isso também chame realidade paralela!

Negócio à vista em regime de PPP?

E, enquanto foi assim, foi uma alegria!

Para José Junqueiro a crise é um mero detalhe... o resto continua a ser uma politica de emprego para todos num orçamento sem fim!

04/06/2013

Mais que estética espera-se que a cirurgia seja reparadora!

Viseu, 04 jun (Lusa) - Quinze lojas da Rua Direita de Viseu vão beneficiar de uma "cirurgia plástica" no âmbito do projeto Jardins Efémeros, que pelo terceiro ano está a desafiar artistas a pensarem em formas de dinamizar o centro histórico da cidade.

Tudo a seu tempo!

Amigo AJ, há que ter paciência! O mandato só acaba em finais de Setembro e obras feitas à pressa normalmente correm mal!

Aponte na agenda!


03/06/2013

De parabéns pelo trabalho realizado uma vez mais!


Sondagens para todos os gostos!

Rui, como sabes, ainda há quem confunda sondagem com delírio de opinião!

Novo braço de ferro ou justificada burocracia?

Da acta da reunião de 9 de Abril da CMV ressaltam à vista dois aspectos curiosos. O primeiro relativo à Lusitânia, dossier que merece ainda estudo por parte do Gabinete Jurídico e o segundo relativo às contas da CIM Viseu Dão-Lafões com o Executivo a deliberar não se pronunciar sobre as mesmas. Mais uma novela aberta contra Tondela ou algo mais? Fica a questão no ar..

02/06/2013

Foi bonita a festa, pá!

São eventos destes que transportam a cidade para outra dimensão! Resta esperar que a crise não limite a sua realização e que à semelhança dos Jardins Efémeros ganhem marca no tempo!

Vinhos da colheita do Dão de 2012 recomendam-se!

Boas noticias estas que nos chegam do Dão!