22/06/2013

Velhas caras, velhas políticas


António Almeida Henriques que promete novas caras e novas politicas, não se consegue demarcar das antigas caras e das antigas políticas. Se para um licenciado em Direito isto é a nova política do candidato Viseu Primeiro estamos conversados.

21/06/2013

Todos diferentes, todos iguais!


Aproveita a boleia e vai a Montreaux buscar a medalha da democracia.

Tratar a democracia à chapelada dá nisto!

Estes estudos da DECO é que mereciam mais atenção!

(...) O estudo indica que as diferenças entre os distritos do Porto ou de Lisboa aumentaram face às regiões do interior e que os distritos mais caros do País são Beja, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Viseu e Santarém.
in TSF 
O Continente, no Retail Park, é o supermercado da cidade de Viseu com os preços mais baratose na lista dos mais caros encontram-se os supermercados Mini-preço e os Coop. Viseu sendo que no global Viseu continua a ser das localidades mais caras do país para se fazer compras. Para encher o carrinho pagamos mais 15 por cento do que os habitantes de Lisboa e do Porto.

Antes que a Maçonaria tome conta do Rossio...

Há nova toponímia na rua... não é "Obra de Deus" mas hoje uns homens com fato de trabalho e talocha na mão ultimam a obra da instalação da nova placa que dá nome à rua. Lá dizem eles e com razão, "na rua, és templo da Trindade"!

Como já sei o que a casa gasta...

Dificilmente, Almeida Henriques, arranjará um Vice tão disponivel para se auto mutilar em defesa da face do Presidente e das suas decisões (alguns chamam-lhe birras), como é bem evidente no enredo havido estes dias com o CDS. À falta de argumento sério coube a Américo Nunes, uma vez mais, o odioso de tentar limpar a face depois de alguém ter "ligado a ventoínha", justificando a decisão com o famoso regulamento aprovado na Assembleia Municipal. Primeira falácia: nunca uma deliberação ou regulamento aprovado na AM poderá contrariar a lei geral e a Constituição sob pena de ainda que aprovado ser considerada a sua nulidade. O regulamento aprova e regulamenta a proibição da publicidade e propaganda naquele espaço aprazível da Praça da República. Ou seja,  nesta matéria Américo Nunes perde em toda a linha. Melhor seria lembrar-se que há dias autorizou, ignorando e desrespeitando esse mesmo regulamento, publicidade e propaganda do jornal Expresso naquele mesmo local e porventura ainda pagaram para ali a ter. Melhor seria lembrar-se que logo ao passar as portas principais do edificio camarário tem publicidade de empresa que em concursos públicos já soma perto de 3 milhões de euros. A prova fica aqui



Ficamos pois, esclarecidos! O Viseu Primeiro, o partido independente da versão PSD de Sá Carneiro, veio em sua defesa e na mesma linha afirmar que "todos estão sujeitos às mesmas regras e possibilidades democráticas. Ninguém pode colocar-se acima da lei nem reclamar um estatuto de excepção."! Almeida Henriques, logo que tome posse espero que explique isso à filha de Américo Nunes ou à novel administradora da Loja do Cidadão!

20/06/2013

Ladies and Gentlemen! May I have your attention please?

Meu caro, creio que a expectativa de que Fernando Ruas agora "se demarque deste prémio e que tenha a decência de não o ir receber no evento que vai decorrer nos próximos dias 01 e 02 de Julho, em Montreaux, na Suíça" sairá gorada! O "speech" consta da lista de oradores que vale a pena consultar. Mas, sabe o que mais me admira? É que numa organização que, entre outros, atribui um prémio denominado "Socrates Awards" niguém tenha desconfiado logo à partida.

Melhor Cidade e Melhor Autarca

(...) "It all works very simple: EBA sends out loads of letters to organisations all over the world, but mostly in developing countries, informing them they were nominated for a “prestigious international award”. If a company expresses interest they contact them with a price list. For instance the “European Quality and Best Enterprise” awards would cost £3800 each, while the “Queen Victoria Commemorative medal” was a little more expensive at £6200. And as a top-up the “prize winners” must also pay for their own accommodation and transport cost."

Discutimos isto logo no Lugar do Capitão?

Oh, Joaquim Alexandre, agora deixaste-me baralhado!

Da série "coisas boas que por cá acontecem!"


Joana Astolfi, responsável pelo projecto “Rua Direita - Esta rua não acaba aqui”, que, no âmbito do evento Jardins Efémeros, vai transformar uma dezena e meia de estabelecimentos comerciais anunciou as lojas escolhidas.
Assim, até ao dia 22 de Julho, serão alvo de intervenções diversas a Fazendas Nandita, a sapataria Paulo Domingues, a sapataria Ege, a Casa Eunice, o Bazar Litos, a Marisqueira, a drogaria Cedofeita, a Casa Sol, a Frutaria Terra Mar, a Casa Joaninha, a Casa Tirinha, a Casa José Alcides, a Tinturaria A Nova Económica, a papelaria Cami e a Casa Guimarães.
in Diário Viseu

Ora atente nisto!

Caro amigo e atento (a) Viseu, creio já lhe ter agradecido a referência que me dirigiu mas em relação a isto comete duas injustiças. O Hélder não é Dr e não são os títulos que fazem a diferença (não me refiro ao título do post, também ele excessivo) assim como não é uma deliberação ou regulamento camarário, que não se encontra publicado em lado algum, que se sobrepôe à lei geral. Aproveito para lhe deixar a sugestão de colocar um email no perfil... gente que se esconde no anonimato para atacar outros há por aí alguns e por aquilo que tenho acompanhado no seu blogue não é o caso! Cumprimentos!

Depois da prosa a poesia de Acácio Pinto


Pratique desporto!

Com o objectivo de dar as boas-vindas ao Verão a dançar, a Câmara Municipal de Viseu e os ginásios FFitness, Forlife e STARGym, estão a organizar o evento “Fitness Welcome Summer”, que se irá realizar na noite de sexta-feira para sábado, mais concretamente entre as 23h00 e a 1h00.
in Diario de Viseu

João Torto na Empório!


19/06/2013

Fim de regime!

A história é breve. O CDS-PP requisitou, tal como a lei o permite, o Solar do Dão para realizar a apresentação da sua candidatura. Da CRVDão, na pessoa do Dr Arlindo Cunha, a resposta foi positiva e por escrito. Até aqui, tudo bem. Mais tarde, segundo entendimento expresso da autarquia, o uso daquele espaço foi-nos vedado. Protestamos mas aceitamos mudar o local para a Praça da República, tendo sido este de novo recusado. Estou em crer que Fernando Ruas ou está mal informado ou ignora o mesmo prque sendo também presidente da ANMP não se prestaria a tal situação. O fax recebido no CDS nacional vinha assinado pelo assessor de Américo Nunes como se o Secretário Geral do CDS merecesse tal desconsideração. Ora, nesta altura fica claro que nos encontramos perante uma evidente limitação da democracia. Tal sob qualquer prisma é completamente inaceitável. Neste momento e para todos ficarmos esclarecidos, seria importante saber o que pensam as candidaturas adversárias bem como os responsáveis políticos do PSD e a sociedade civil. Se podemos encontrar plataformas de encontro com todas as forças políticas em prol do bem da cidade, não podemos aceitar qualquer tipo de relação com pessoas que não sabem respeitar a democracia e o estado de direito.
Onde anda o interventivo João Cotta da sociedade civil participada e critica que tanto a tem reclamado? O candidato a candidato José Costa também perdeu a voz? Mota Faria revê-se neste tipo de politica?  Fica a questão: O que pensam disto José Junqueiro? António Almeida Henriques? Manuela Antunes? Francisco Almeida? Lúcia Silva? Guilherme Almeida?

Usem uma lupa se for preciso!

Ofereço uma cópia do programa de candidatura autografada pelo Hélder Amaral a quem descobrir onde está na foto acima que retrata a reduzida plateia do Congresso Autárquico do Distrito de Viseu o Presidente da CM Tondela, Carlos Marta!

Eu também sou de Viseu com orgulho!

O orgulho em ser de Viseu está em alta! Na rede social Facebook, primeiro foi este que surgiu, que como estratégia de marketing politico funciona tão bem como o OMO e, agora este outro que, me parece mais desenhado para deixar a nodóa mas, apresenta uma ideia que me agrada sobremaneira para os programas de candidatura partidária: menos tijolos e mais miolos!

18/06/2013

Obviamente!

(...) Obviamente não estou com isto a dizer que o desemprego é menor, o desemprego aumentou, houve situações complicadas mas isto era mais que previsível, os próprios estudos apontavam para isso, se estamos com uma intervenção Extrema em que não temos Liberdade de fazer decisões em termos organizacionais, porque enquanto não nos libertarmos das amarras que os Srs. puseram neste País, obviamente que há aqui coisas que não são surpresa, se calhar podia-se pensar que chegava aos dezasseis e tal chegou agora aos dezassete, já estamos a falar aqui de “peanuts”, já estamos aqui a falar de coisas de pequena monta.

O Executivo voltou aos mercados


Limpeza de Vegetação espontânea em vários locais (...) - 24.006,88€
Prestação de serviços no ambito da discussão pública do PDM de Viseu - 14.400,00€
Prestação de Serviços no ãmbito da Discussão Pública do PDM de Viseu - 10.224,00€
Aluguer de comboio especial p/ viagem a Lisboa - 17.552,00€
Empreitada de obras publicas - 916.257,07€
Empreitada - 29.757,85€
Aluguer de autocarros para a iniciativa "De comboio até Lisboa"  - 3.500,00€
Serviços auditoria, Revisão de contas Ano 2013 - 15.000,00€
Execução de fotocópias a cores (...) necessárias à revisão do PDM - 11.934,27€
Aluguer de Autocarros para Malafaia 18 e 19 Maio - 40.320,00€
Convívio Sénior-Projeto intergerações nos dias 18 e 19 de maio - 47.250,00€
Fornecimento / Substituição de luminárias na Praça da República - 38.874,00€
Saiba mais aqui.

Em apoio da ideia!

A ideia de Almeida Henriques em querer candidatar o Centro Histórico a Património da Humanidade não só é louvável como até passível de sucesso mas para isso não será preciso um prazo tão alargado. Oxalá no final dos 4 anos do seu próximo mandato o Centro Histórico não venha, pelo contrário, a ter lugar assegurado na Lista do Património Mundial em Perigo da UNESCO!

17/06/2013

Siga o baile!

Então rapaziada? Qual é a novidade? Tudo vai do começar...

Assim sendo...


16/06/2013

Com papas e bolos...

O PSD prometeu, este sábado, que se vai apresentar nas autárquicas de 29 de setembro com a «cara bem lavada» (...) o partido vai para esta campanha com «frontalidade» e «sem vergonha» e com as suas «convicções»