20/07/2013

19/07/2013

Pago a primeira rodada!

Desta interessante troca de ideias até pelo apreço que tenho pelos intervenientes não quero perder pitada. Se me quiserem dar o prazer da vossa conversa reservem-me lá um lugar nessa mesa!

Contra factos...




Das duas uma..

A promessa eleitoral do Centro de Artes e Espectáculos de Viseu custou por ajuste directo ao erário público 750 mil euros só pelo projecto. O Centro nunca avançou e anos depois o executivo coloca-lhe alcatrão no valor de mais 150 mil euros em cima transformando-o num parque de estacionamento. 
Apesar da saúde financeira da autarquia que é de relevar, acreditem ou não, sempre que leio noticias destas interrogo-me se haverá mais alguém que também fique chocado com a afirmação pública de tanta incompetência ou se pelo contrário serei apenas eu que estou a ficar critico em excesso!

Ainda do Rio Pavia!

De acordo com o vice-presidente da autarquia, Américo Nunes, foi preciso baixar o caudal do curso de água, para conseguir limpar os pilares da ponte, o que também obrigou os serviços do município a proceder à apanha dos peixes para que fossem colocados noutra zona do rio com mais água.
in Diário de Viseu
Confirma-se que ontem, dois homens de rede e saco com água tentavam que os peixes não morressem por asfixia e de novo voltassem a fazer parte do Pavia. Esta situação da necessidade de limpeza do Pavia é uma situação recorrente, ano após ano e que só mostra bem a capacidade de gestão de quem prometeu mandato após mandato devolver o rio à cidade...

17/07/2013

E, tudo isto na melhor cidade para viver!

A foto acima mostra uma central betuminosa localizada na freguesia do Campo a funcionar de forma ilícita, tendo sido já fiscalizada pelo SEPNA da GNR que sequencialmente levantou os respectivos autos de contra ordenação. 

Seria interessante saber em que circunstâncias conseguiu a dita empresa alvará/licença para o exercício daquela atividade em total desrespeito pelas condições impostas por lei e, falta de qualquer pudor pela saúde pública no local e mais ainda, porque razão a CMV ainda não tomou qualquer medida nem sequer dando resposta ao solicitado pela IGAMAOT desde Abril de 2013.
A quem serve esta situação? Não é por certo à população ali residente até porque a empresa continua a fabricar alcatrão, ficando aquando o fabrico do mesmo, um odor a alcatrão/petróleo em toda a zona circundante e, poluindo assim as colheitas agrícolas situadas na zona.

Dia 19 na Empório


Cinema na Cidade


As simple as that!

E a estátua do Aquilino Ribeiro que é feito dela?

(...) "Já passou o tempo necessário para que os académicos se entendessem. O facto de um académico prestigiado [Almeida Fernandes] referenciar que Afonso Henriques nasceu em Viseu e o facto de nenhum académico vir contrariar esta ideia é tempo suficiente para se aceitar que de facto foi Viseu a sua terra natal e dar isso como definitivamente conquistado", sustentou.

Como pelos vistos ainda há quem não acredite e não conheça outros académicos com diferentes leituras da História aqui ficam algumas delas:
Já o outro dizia que D. Afonso Henriques é tão grande que chega para este Portugal que é de todos nós tal como Viseu ou não é?

16/07/2013

Vistacurta 2013

O Vistacurta, festival de curtas de Viseu, tem este ano 16 filmes a concurso, selecionados entre as quase seis dezenas de trabalhos enviados para apreciação, disse hoje a organização.

Mais do mesmo!

Uma iniciativa que a jusante e a montante não acrescenta valor algum à cidade, cujo custo não me parece ter igual retorno no orçamento local mas que ainda assim encontra sempre quem goste da ideia!

Ainda o Pavia

A promessa foi sempre a de que o Pavia um dia seria diferente. Basta chegar o verão e o rio assume um estado realmente deplorável como bem se pode verificar aqui. Há por lá também umas canalizações estranhas que não consegui perceber a que se destinam... alguém saberá! Disso e do porquê do rio ano após ano, campanha após campanha assim se manter!

Coisas que realmente nos devem preocupar!

Até ao fim do mês de Junho, a Cáritas de Viseu registou 1509 famílias inscritas, num total de 3072 pessoas. Só nos últimos seis meses, a instituição “acolheu” 202 famílias novas, compostas por um total de 620 pessoas, foram também retiradas cerca de 30 famílias, devido a questões relacionadas com mudanças de residência, entre outras.
in Diário Viseu

E que tal noticias que realmente interessam?

Para um certo jornalismo que aparentemente a troco de alguma encomenda gosta muito de fazer paralelismos desajustados com a forma como se usam dinheiros públicos deixo a questão de saber da moralidade de um deputado que em paralelo é director de uma campanha autárquica, de alguns vereadores a tempo inteiro que passam a vida nessa mesma campanha, etc etc ou melhor ainda, da forma como um Secretário de Estado gasta o tempo a ver a Querida Júlia ou a partilhar o seu apurado gosto musical. Pois é, ou há moralidade ou comem todos...

Dicas para os candidatos

15/07/2013

Música para os meus ouvidos!

Ouvir Marques Mendes, actual administrador da Nutroton, a mesma empresa que ia instalar em 2012 a central de biomassa em Viseu e depois da almofada financeira que o Revitalizar lhe ofereceu a dizer que Almeida Henriques é o homem certo para Viseu é o mesmo que ouvir José Junqueiro a prometer mais e melhor emprego para os viseenses. Vou fazer de contas que acredito!

Se é assim até me benzo!

(...) O presidente da Junta de Cavernães que, na semana passada, reuniu com o Bispo de Viseu, D. Ilídio Leandro, diz ter ficado revoltado com um dos argumentos apresentados: "O Bispo disse que uma das razões para a substituição é o padre não cobrar dinheiro das missas", afirmou o autarca.

24 anos depois... a (g)alga do Pavia!

Quem por estes dias passar pela Represa da Ponte de Pau, junto ao Forum Viseu reparará com facilidade que a comporta metálica foi descida há umas semanas atrás, o circulo cinzento no canto superior direito da foto abaixo é o crivo do sistema de circulação de água que deveria fazer funcionar o repuxo localizado mais acima (entre a Casa da Ribeira e Ponte das Barcas) que já não funciona há uns dois ou três (?) anos.
Além das algas verdes há "lixo" variado - garrafas plásticas e embalagens atiradas ao Rio. Quem tem a responsabilidade de fazer a limpeza creio que serão os Serviços Municipalizados mas quem prometeu devolver o Pavia limpo à cidade foi o PSD. 24 anos depois... ainda está assim! Merece por isso o executivo esta medalha!