14/12/2013

Viseu Natal

Ler a lição no Ipad sem gaguejar é o segredo!




A ideia do mercado de proximidade foi apresentada na campanha de Hélder Amaral mas as boas ideias existem para ser copiadas. Do resto do produto da agência de marketing e propaganda Nascimento Sobrado e Simões Associados... bla bla bla e daqui a um ano falamos!

13/12/2013

Olha o avião! Ooops... já passou!

Já aqui falei disto em 2006 mas a malta de Beja antecipou-se.

Vender a alma ao diabo...

Foto daqui
A história é simples. A entourage de um partido politico, no decorrer da campanha eleitoral, terá prometido mundos e fundos a um proprietário de jornal para fazer um saneamento. Em dificuldades económicas o proprietário aceitou. Fez o dito saneamento, mas na hora de receber o pecúlio prometido ninguém apareceu, mesmo os que gostam de aparecer em todas as fotos ou presidir a tudo que é conselho, deixando o proprietário a arder e com um jornal sem o mínimo de interesse após o saneamento. "Roma não paga a traidores" é bem certo e agora o mesmo jornal encerrou ou encerra breve.
Mais se lamenta pelo vazio que acrescenta à formatada imprensa local e sobretudo pela situação de desemprego em que lança vários profissionais

12/12/2013

Só toca à arraia miúda?

Afinal Arlindo Cunha já foi expulso?

Hour of Code

10/12/2013

E qual terá sido ao certo a razão?

Obrigado Pedro!

O Pedro Ribeiro além de voluntário é voluntarioso. Colocar o seu talento ao serviço da comunidade é prova do seu exemplar carácter.  

Apoiar quem mais precisa!

O ideal seria não haver necessidade de medidas deste teor mas na situação de crise para as familias que se vive é sinónimo de sensibilidade social do Executivo que se regista pela positiva.

09/12/2013

As máquinas resistem muito à mudança!

Adelaide Modesto ganhou as eleições no PS Viseu com 337 votos contra 165 de Alexandre Santos. Fica para já o beneficio da dúvida a favor da Adelaide mas do resto, nada de novo, como se esperava!

Quem souber a resposta que fale!

Está oficialmente confirmada a chamada aos sócios dos BVV às urnas a 28 de Dezembro para a eleição dos novos corpos sociais. Nada de novo e é sempre importante que estas instituições renovem os seus dirigentes, mas o estranho é que as últimas contas de gestão conhecidas sejam as de 2012.
Será que os sócios escolherão nova direcção sem que no entretanto sejam conhecidas e aprovadas as contas do ano corrente? O passivo que, segundo se fala à boca pequena pela cidade, já ultrapassará os 300 mil euros tem correspondência com a realidade, o que seria mau ou é apenas um boato, o que também não é bom?
Seja nos bombeiros, numa associação humanitária ou em qualquer outra que visa a protecção e defesa do bem público a transparência deve ser condição de boa gestão. Assim sendo, digam-me lá, caros leitores, quem é que se quer candidatar a uma associação onde os órgãos sociais parecem querer esconder o retrato financeiro? Quem vier atrás que apague a luz ou nos BVV, à semelhança da CVR Dão o próximo eleito apanhará um susto tão grande como aquele que tocou a Arlindo Cunha?
Espero bem que assim não seja pois a cidade e os municipes não dispensam aquele organismo da protecção civil e os voluntários que, ano após ano, dia após dia lutam pela salvaguarda de pessoas e bens pondo muitas vezes a sua vida em risco, não merecem tal cenário.