06/01/2014

Crise? Que crise?

Depois da Auto Estrada sem portagens a Universidade Pública... venha de lá o TGV a seguir!