23/10/2014

Tudo na mesma...

Depois de um breve interregno ausente do burgo por razões pessoais no regresso à "ociosidade critica" como alguns pendurados da politica gostam de apoucar a quem tem da vida outra ética e leitura diferente, constato que:
- Ao fim de um ano a propaganda pouco mais que 15 estagios criou no concelho e do resto tudo serve para fazer esquecer 24 anos de Ruismo.
- Os editoriais do "pasquim do regime", leia-se Jornal do Centro, continuam um primor de opinião.
- A cidade, do ponto de vista de quem circula nos diversos espaços públicos, encontra-se mais suja.
- Os meus mais novos já arrancaram mais umas teclas ao velho portátil.
- As minha faltas, por motivos profissionais, na AM são mais notadas que as do político profissional Pedro Alves!