13/05/2015

Venceu a Liberdade de Expressão!

Chegou hoje ao fim a saga persecutória que o agora eurodeputado e então Presidente da CMV e democrata desde pequenino, Fernando Ruas me moveu por comentários feitos, por terceiros, no meu blog e, tentem não rir, até pela ofensa gratuita de anónimos na caixa de comentários do JN.
Quer no caso cível onde o recurso no Tribunal da Relação de Coimbra foi julgado procedente e arquivada a queixa contra a minha pessoa, quer no processo crime que me moveu na justiça viseense, ganhou a liberdade de expressão, eu o equilíbrio do meu bom nome e a convicção de que a Justiça é como deve ser, justa! 
Foram precisos quase dois anos para demonstrar a litigância de má fé e a falta de carácter dos que se apresentam ao eleitorado com a camisola da liberdade europeísta e slogans “Charlie” mas que na prática não deixam de ser uns provincianos tiranetes incapazes de aceitar uma mera crítica política. Fazendo uso para isso de recursos públicos obrigou-me Fernando Ruas a gastar do meu orçamento familiar dinheiro e tempo que contudo não dou por perdido, na defesa de um dos maiores valores da democracia em Viseu.
Como não sou de comer e calar, como quem gravita em torno das estruturas partidárias locais, continuarei a dar nomes aos bois e aos burros, especialmente aos burros... mesmo sujeito a ameaças de ser corrido à pedrada.
Resta-me agradecer o profissionalismo, saber e dedicação do Dr Henrique Albuquerque que mais que meu advogado foi sempre um amigo que não permitiu que esmorecesse em qualquer dos momentos em que me vi forçado a lidar com a hipocrisia e falsidade política de Fernando Ruas e dos seus apaniguados. 
Por motivos profissionais, abandonei a política mas esta experiência e os amigos verdadeiros que encontrei neste percurso já ninguém me tira, nem esta “chapelada” que dedico cordialmente a Fernando Ruas.