24/11/2018

Tetris Game!


A cidade região também é isto! Depois admiram-se de Tondela!

23/11/2018

O Natal do sócio nº 1



Num espaço nobre da história da cidade que em tempos foi um reduto do bom gosto onde a politica não entrava e agora já só falta lá acontecerem as palestras da IURD assistimos à "experiência emersiva" do Presidente da CMV, Jorge Sobrado sobre a quadra que se avizinha. Dos tempos frugais da cidade natal de Fernando Ruas onde passe a critica não faltava o cabaz para os pobres e a visita aos presos passamos ao glamour fantasiado dos 250 mil euros de luz e propaganda onde a solidariedade já esgotou o prazo. Outros tempos...

22/11/2018

É só somar!

Agora o post populista que se impõe. A CMV só em iluminação de Natal vai gastar 117.500 euros. Tenho a certeza que é possível fazer mais com menos e com aquele dinheiro fazer coisas realmente importantes para Viseu, para os viseenses e para quem nos visita.

21/11/2018

Viseu Primeiro, ainda se lembram?

 

Mais 700! Isto ano a ano é uma farturinha! Não tarda há mais empregos que habitantes no concelho!

O cozinheiro municipal


Em Viseu nada se passa sem o beneplácito da Praça da República? Esta promiscuidade entre autarquia e privado é uma mixórdia que dificilmente ganhará estrelas Michelin!

E os dias vão passando!

20/11/2018

Incubar é que está a dar!


Ora, ajudem lá nas contas! 4000 técnicos por ano desde 2015 será 12000? Uma incubadora não vai chegar! Terá que ser mesmo uma chocadeira industrial! 

Uma por dia...

Queriam? E já não querem?

19/11/2018

Vai uma aposta?


2015! Quanto querem apostar que 3 anos depois no Mundão onde estão os lotes 2 e 3 adquiridos pela TCS ao preço de 25 euros /m2 não há mais nada senão erva e silvas?

E obra que se veja, há?


3 anos depois que resultou do Viseu Investe? Coimbrões está moribundo ou revitalizado?

18/11/2018

Cá se fazem, cá se pagam!

Um dia teria de concordar plenamente com Fernando Ruas. A corrupção, venha ela de Lisboa, de Lamego ou mesmo da Praça da República (3500-Viseu) deve ser combatida e condenada. E só faltou a pergunta: - "Metia as mãos no fogo pelo seu sucessor", cuja resposta já todos adivinhamos. Ninguém gosta de se queimar em fogueira alheia!

Uma por dia...

E que tal pelo menos 50%?