23/02/2019

Vejam o exemplo de Águeda!



O autarca que lançou esta petição em defesa da acessibilidade digital a nivel nacional é o mesmo que no seu concelho não consegue colocar as reuniões públicas de Câmara e as sessões da Assembleia Municipal com transmissão online em directo? 

22/02/2019

Quem souber que explique!

A propósito de mais uma iniciativa da CIMVDL na criação de um "Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal com a missão de articular e harmonizar políticas florestais com as autarquias e implementar acções estabelecidas em diplomas legais", como se pode ler aqui, seria interessante perceber para além de mais uns "tachos a distribuir pelos alinhados do sistema", o que é isso da "estratégia desenvolvida pela CIM Viseu Dão Lafões ao longo dos últimos anos para a área da proteção civil intermunicipal"? Na prática e para além de mais um projecto para justificar a execução de fundos comunitários como outros que a CIMVDL tem conduzido sem expressão, que valor real acrescenta isto à região?

Afinal, onde estão os pavões?


Ainda sobre o Fontelo não deixa de ser curioso o Executivo afirmar que o desleixo a que vetou aquele pulmão da cidade não tem a ver com falta de recursos próprios quando ainda recentemente assinou com uma empresa especializada na limpeza de espaços florestais um contrato no valor de 54.700 euros, por força desse mesmo argumento. Em que ficamos?

21/02/2019

Viseu concorrido!



Mais info aqui

O interior profundo!

Na freguesia de São Pedro de France, em Viseu, a população está descontente com a falta de luz nas aldeias. Há casos em que os postes de iluminação pública estão desligados há quase um ano!
in SIC

Placa aqui, placa ali!

Se já passaram no IP5 onde raio a CMV colocou a placa a informar que não tem culpa do estado do piso?

Devagarinho e parado!



Um mês depois nada de novo se passa na Ecopista do Dão. O estado geral é de abandono o que é de lamentar pois há quem tenha muito prazer em utilizar aquela infraestrutura!

Desafio à oposição

Tendo o Município solicitado para o estudo do Fontelo assessoria especializada à UTAD e como aqui no Portal Base nada consta experimentem lá pedir para que tornem público o contrato ou protocolo estabelecido com aquela Universidade para que todos possamos perceber o âmbito desse mesmo trabalho e prazos esperados. 

20/02/2019

Atestado de menoridade à Escola Superior Agrária!

PROVISEU

A PROVISEU - Associação para a Promoção de Viseu e Região, fundada em 1979, tem uma história rica de iniciativas incentivadoras da participação activa dos cidadãos em torno do desenvolvimento local. Em 1985 instituiu o Conservatório Regional de Música Dr. José de Azeredo Perdigão, estabelecimento que ministra o Ensino Artístico Especializado da Música, mas a PROVISEU tem um outro lado que lhe transmite maior visibilidade, a promoção do debate sobre os problemas de ordem social e cultural que mais preocupam a população do interior do país, muitas vezes votada ao esquecimento pelos poderes constituídos. O que é feito desta vertente da PROVISEU?

Há tempos de usar de coruja e tempos de voar como o falcão!


Perderam a Begonha?

O que levará um jovem como o Manuel a pensar que, para além dos que lhe estão próximos, existam interessados num exercício de promoção pessoal tão medíocre, expondo-se assim?

19/02/2019

Fica a pergunta!

Dos 120 jovens presentes na primeira fase do Projecto Rede de Cidades Cencyl+ alguns eram de Viseu. Viram alguma noticia sobre isso?

Indirecta?

E quem é a "fake smart city"?

Tapar o Fontelo com a peneira!

Vamos então dizer isto de outra forma. 6 meses depois a CMV continua à espera do relatório da UTAD!

Mohandas Karamchand Gandhi do Mundão

Quando não sabes o que dizer mas o importante é aparecer!

18/02/2019

Nos pequenos detalhes da vida a resposta está escondida, diz a música!


O novo Chefe de Gabinete deve andar muito ocupado! Tomou posse há mais de um mês e nem ainda se lembrou de actualizar o site

Para bom entendedor!


(...) E contudo, esses “só brados” por todo o lado pululantes, são meros megafones a quem é dado a arte de guinchar e o dinheiro “cabonde” para juntar em seu redor uma corte de idiotas gananciosos, que ao guincho chamam “opera”, que dá obra. 
in Rua Direita