23/08/2019

Crítica Social do Dia - Sobre a Amazónia

1- São incontáveis os suspeitos dos incêndios na floresta amazónica. Quase tantos quanto os inocentes dos incêndios de 2017 por terras lusas. Tal crime ambiental no Brasil só tem correspondência com a impunidade praticada em Portugal.

2- Mais crime ambiental é cortarem árvores para se fabricar pasta de papel, mais tarde usada para se produzir e imprimir o Diário da República, com todas as asneiras que lá vêem sendo escritas em forma de leis, muitas delas contra essas mesmas árvores.
É um sacrilégio terem de derrubar árvores para depois se escreverem as tolices que os nossos governantes dizem.

3- Por Viseu urge proteger a mata do Fontelo, cousa tão urgente quanto prevenir a desflorestamento da Amazónia. Aliás Amazónia e Fontelo são parecidas: Ambas tem índios, com um senão porém: os da primeira protegem-na, os de cá destroem-na.
Para concluir, dizer que em terras da Beira, este ano, miraculosamente ainda não tivemos incêndios como os Amazónia, mas temos Seats Ibizas que é quase a mesma coisa.

PHE

Crítica Social da Semana - Faz sentido!

A existência, ao ser temporária, não tem sentido! Estamos todos condenados. Pior, nada interessa, e assim, como Michel Foucault afirmava, a vida é um absurdo.
Revejamos pois os absurdos desta semana:

1- Governo manda ACT inspecionar Ryanair porque supostamente “estava a substituir os grevistas por trabalhadores de bases estrangeiras”.
Isto depois de, na semana passada, o próprio governo substituir os motoristas em greve por soldados e agentes da polícia.
Faz sentido...

2- O mundo chora o crime ambiental provocado por incêndios sem fim na Amazónia.
Enquanto isso, por Viseu abatem-se árvores e a Mata do Fontelo continua votada ao abandono.
Faz sentido...

3- O festival aéreo ViseuAirRace foi cancelado. Segundo a vereador da cultura, Jorge Sobrado, por não haverem patrocínios, mantendo a ambição de um dia o mercado o proporcionar.
E se Deus quiser as eleições.
Só assim fará sentido...

4- O presidente Americano quer comprar a Gronelândia.
Não faz sentido!
Mas já faria comprar Portugal. Eu vendia-lhe a minha parte. A preço de saldo. Mais desconto lhe faria se incluísse também as criaturas que nos governam.
Sem elas, não faria sentido!
Puro absurdo!

PHE

19/08/2019

Crónica Social da Semana - Lusitano FC

Finalmente foi encontrado o substituto de Seixas na Concelhia do PSD: António Loureiro. Isto a julgar pela maneira como as comadres se zangaram no jantar de aniversário do Lusitano FC.

Sem saber, AH cavou a sua sepultara e entregou de bandeja a sua sucessão ao Presidente do Lusitano, para desgosto de quem, em delírios de grandeza, ainda se julgava nessa premissa, prelados e encapotados incluídos.

Pela maneira como enfrentou o edil, António Loureiro não só está de parabéns, como também está de caminho livre para uma ascensão de sucesso. Nem duvido que o povo vai reconhecer o feito e atrevimento, transformá-lo em votos, e tomá-lo como líder, entregando-lhe a víria.

Há muito que precisávamos quem pusesse a criatura no sítio. Em sentido.
Parabéns pela atitude. Ganhou a minha simpatia, atenção e admiração. É este tipo de gente que merece que se lhes agite bandeiras e cole cartazes.

Sobrado celebrou a missa.
Mas António Loureiro não diz amém

PHE