16/04/2020

Região Centro é a que mais perde com a pandemia

Esta semana a polémica reportagem da TVI fez soar as campainhas da indignação das redes sociais e uma vez mais se chegou à conclusão que Lisboa representa o País e o Porto o Norte. No meio há um território que sendo português não tem quem o represente nem pelos vistos representa algo substancial para o País e já não é de agora, no tempo do Botas de Santa Comba assim era!

Vem isto a propósito também de esta pandemia revelar dados preocupantes para quem escolheu viver nesses territórios, o Centro de Portugal, mas pouco significativos para quem lidera o combate ao Codiv-19. De acordo com os últimos dados oficiais da DGS, a taxa de letalidade do novo coronavírus na região Centro chega aos 5%, a maior em todo o país e o dobro da registada em Lisboa (2,5%). Este indicador para quem ainda não o percebeu corresponde à proporção entre o número de mortes por uma doença e o número total de pessoas que sofrem dessa doença, num determinado período de tempo – ao contrário da taxa de mortalidade, um índice demográfico que reflete o total de óbitos causados por determinada doença.