03/06/2020

Perlimpim, sai coelho da cartola do marqueteiro do Rossio…

Em terra de cegos quem tem olho é rei parece ser o lema que o marido da directora do Viseu Marca assume para si próprio na presunção de que não há viseense que se lhe ofereça como obstáculo ou impedimento à prossecução dos fins que desenhou para si próprio. Diz o marqueteiro do Rossio na apresentação de mais uma ferramenta “inovadora” e igual a tantas outras que por aí existem, o Viseu Compra Aqui, semelhante ao Viseu Shop, o Guia Viseu ou o recente Dott – Mercado Viseu Dão Lafões anunciado pela CIMVDL, por exemplo, que “todas as metáforas são boas quando o projeto é bom”. Assim sendo, neste “manto diáfano da fantasia” só se embrulha quem quer e como ainda por cima a bondade do artista só tem a validade de um ano é bom que os comerciantes usem de igual estratégia para com o produtor da “mescla negocial” que lhes vendem. Enquanto for gratuita testem ao máximo para verificar do seu sucesso e por eles e pela região era bom que pegasse de estaca, ganhasse fundações e profundas raízes fazendo com que o volume de vendas aumentasse na mesma ordem e dimensão do ego do criador da dashboard da app de Compr’aqui Viseu!
O meu receio é que à semelhança de tudo onde o importado de Ovar coloca a mão se transforme em efémero, imagem imersiva e experiência “bust” de tudo quanto têm sido os seus projectos, ou em metáfora mais adequada, quanto têm sido os seus orgasmos intelectuais!